Resenha: “Harry Potter e a Ordem da Fênix” de J. K. Rowling

Saudações Leitores! 
Já faz algumas semanas que comecei a ler Harry Potter e a Ordem da Fênix, entretanto comecei em um período bem puxado de provas da faculdade, minha amiga Poliana Fonteles (do blog Minhas Ana's) me emprestou (como ela tem feito com toda a série e carinhosamente a chamo de Polly Potter, porque ela é muito fã). 
Mas, enfim...dai entrei de férias e como o livro é bem grande (o maior da série!) fiquei alternando a leitura dele com outros livros menores que tenho que resenhar para as parcerias (do tipo um dia lia Harry e no dia seguinte lia outro livro). Então, agora terminei de ler e só posso dizer que fiquei sem palavras (embora meus preferidos ainda sejam: o Prisioneiro de Azkaban e o Cálice de Fogo) muito bom, mas chega de bla bla blá...


Harry Potter e a Ordem da Fênix, J. K. Rowling, Rio de Janeiro: Rocco, 2003, 702 pág. (tradução de Lia Wyler)

        Em junho de 2003, na Grã-Bretanha, foi publicado o quinto livro da série criada por J.K. Rowling: “Harry Potter and the Order of Phoenix”, sendo publicado no Brasil ainda no mesmo ano. Este livro também teve adaptação cinematográfica que foi estreada nos cinemas em 2007.
        J.K.Rowling continua a contar as aventuras de Harry Potter agora com 15 anos de idade e, como de práxis, a história se inicia nas férias de Harry, que não têm sido nada boas. Após a volta de Voldemort, Harry fica completamente desinformado do que está acontecendo com a comunidade bruxa, pois está passando as férias com os tios trouxas e sem nenhum contato com seus amigos Rony e Hermione fica entediado e ao mesmo tempo temeroso, apesar disso, também fica com muita raiva, pois acredita estar sendo deixado sem informações deliberadamente.
         Contudo, após um misterioso ataque dos Dementadores a Harry que se defendeu produzindo um Patrono, Harry é levado para a sede da Ordem da Fênix, em que vários bruxos liderados por Dumbledore se reúnem para elaborarem estratégias para impedir que Voldemort consiga levar outros bruxos para o lado das trevas. Lá na sede da Ordem, Harry reencontra-se com os Weasley e com seu padrinho Sírius.
        Mas as coisas não só começa complicadas para Harry Potter, muita coisa acontecerá neste ano em Hogwarts, desde a intromissão do Ministério de Magia, com a participação especial da Alta Inquisidora Dolores Umbridge que irá atazanar a vida de alunos e professores, como coisas misteriosas, sonhos estranhos e situações muito excêntricas vivenciadas na escola. O quinto ano de Harry e seus amigos Rony e Hermione serão marcados por proibições, primeiro beijo, aventuras e perdas.
        De fato, o enredo é muito bem construído e cada detalhe na história é bem entremeado e desenvolvido. A autora tem a felicidade de continuar amadurecendo a história, bem como seus personagens. Contudo o livro contem 38 capítulos e todos são extensos, o que, para mim, não chega a ser um ponto negativo, já que, percebe-se evidentemente que não se trata de uma literatura para crianças (embora haja crianças que a apreciem), mas sim juvenil, contudo em alguns momentos se tornou um pouco cansativa a leitura.
        É impressionante que a cada livro da série que leio acho cada vez mais fabulosa a forma que J. K. Rowling desenvolve a história e como ela consegue envolve-la em tantos mistérios deixando o leitor sempre preso a leitura e acho ainda mais fascinante como ela consegue desvendar o mistério ligando cada fato e cada pequeno detalhe que foi citado lá no comecinho do livro ou ainda lá no primeiro livro da série.
        Não obstante, J.K. Rowling sempre aborda acontecimentos passados em cada um de seus livros como se fosse um breve resumo o que contribui para que qualquer leitor, mesmo aqueles que não leram o primeiro livro, acompanhe a história, mas, é claro, a leitura da série na integra é muito mais interessante.
        Enfim, sinto-me na obrigação de indicar esse livro, pois simplesmente o adorei, mas confesso que no princípio me assustei um pouco com o livro, afinal são 702 páginas com letras bem pequenas! J.K. Rowling é fera né? Conseguir prender um leitor durante 702 páginas, não é pra qualquer um não...

Camila Márcia

Ps.: Apesar de ainda não ter assistido ao filme baseado neste livro, fico me questionando como um livro de 702 páginas cheio de detalhes importantíssimos podem ter se transformando em um filme de... de duas horas?... Bem, acredito que o filme deve ser ótimo,  mas como toda adaptação devem ter cortando muitas coisas impressindíveis.

6 comentários:

  1. Mila :D

    Coencidência ou não, tanto nos filmes como nos livros eu parei em a Ordem da Fenix. O primeiro não sei exatamente o motivo, já os livros ainda não comprei pela lista de livros de parceria, entre outros livros que já tenho a um bom tempo e que continuam nessa lista kkkkk mas voltando a comprar livros, esse será o primeiro.

    Sobre a resenha, mais uma vez está fantástica e você tem razão quando diz que a Rowling é fera. Tá, não sou um Pottermaníaco, mas toda a história que ela criou é fantástica e ela merece todas as realizações, afinal, como você disse, não é qualquer um que prende o leitor em mais de 700 páginas né?

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Não aguento mais escutar você falar do Harry Potter amiga, rsrsrsrs
    Toda vez que você o lê você fica toda animada... Wow amiga isso é ótimo saber que você gosta de ler e se encanta com as leituras, sério, adoro ver sua empolgação com cada livro... e, se você diz que um livro é bom, acredito na mesma horas viuuu....

    Sua resenha tá ótima, na verdade, fico admirada como suas resenhas estão cada vez melhores.

    Beijos amiga, que em 2012 a nossa amizade continue pro que der e vier...

    ResponderExcluir
  3. O diferencial do filme e do livro é que na cena onde a Armada de Dumbledore está reunida, treinando o patrono, eles mostram os patronos de cada um. No livro, não diz quais são os animais de cada um, essa informação só é adquirida em outras fontes.
    Mas, a Luna Lovegood tem um coelho. *--*

    ResponderExcluir
  4. O diferencial do filme e do livro é que na cena onde a Armada de Dumbledore está reunida, treinando o patrono, eles mostram os patronos de cada um. No livro, não diz quais são os animais de cada um, essa informação só é adquirida em outras fontes.
    Mas, a Luna Lovegood tem um coelho. *--*

    ResponderExcluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!