Resenha: “Branca de Neve e o Caçador” de Lily Blake e outros

Saudações Leitores!
Como eu estava muito curiosa para ler Branca de Neve e o Caçador eu furei a fila e o li, mas foi uma leitura que aconteceu tão agradavelmente e o livro por ser breve só me tomou apenas um dia de leitura. Eu começei a ler e não consegui parar porque a história é curiosa e a escrita dos autores é muito agradável. Após a leitura fiquei com mais vontade de assistir ao filme, espero logo ter oportunidade. Confiram a resenha:


Branca de Neve e o Caçador, Lily Blake; Evan Daugherty; John Hancock; Hossein Amini. Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito, 2012, 208 pág. (tradução de Ronaldo Luís da Silva)

Quem ainda não ouviu falar em Branca de Neve? Aposto que todos, entretanto essa releitura da obra é de tirar o fôlego.  Snow White and the Huntsman é um livro baseado no filme com o mesmo nome.
A história traz elementos já conhecidos do conto de fadas original e o diferencial é a ação, aventura e mistério que aparecem durante toda a trama. É como dizem: uma versão mais dark do conto de fadas.
O enredo traz Branca de Neve presa nas torres do castelo por Ravenna, a Rainha má, que após desposar o Rei Magnus, o pai de Branca de Neve, o assassina e passa a imperar um reinado de trevas. Após dez anos Branca de Neve consegue fugir da prisão e uma perseguição começa.
"Mas era a solidão que a matava. Tinha dias em que só queria falar com alguém. Em vez disso, repetia as mesmas memórias em sua mente, acrescentando novos detalhes, mudando alguns, tentando manter unidas as peças do seu passado." (p.27)
Ravenna manda seu irmão Finn juntamente com o caçador, Eric, para arrancar o coração de Branca de Neve, mas a perseguição sai errada quando Eric decide ficar do lado de Branca de Neve e tenta mantê-la viva.
Branca de Neve e o Caçador, é uma história que apesar de todas as aventuras é leve, a linguagem é similar a dos contos de fadas, como se fosse uma narrativa oral e isso é fantástico!
A obra é dividida em duas partes que compõem a maldição que paira sobre Ravenna (1ª. parte: Pelo mais belo sangue está feito e 2ª. parte: E somente pelo mais belo sangue pode ser desfeito) as descrições são muito bem elaboradas, contudo há uma escassez de diálogos grande, mas não chega a incomodar (pelo menos não para mim).
Outro ponto que vale salientar é a diagramação que é muito bonita e cuidada, criativa e vai de encontro com a ideia ‘dark’ que é a proposta desse livro.
Branca de Neve e o Caçador é uma releitura criativa, cativante e como o livro é pequeno em um curto período de tempo pode ser feita. Aos que tem mais tempo para dedicar a leitura, provavelmente em um dia pode ser lido toda a obra.
Indicado para os que gostam de releituras de contos de fadas, quem gosta de contos de fadas, quem curte uma leitura leve e para os curiosos de plantão. Boa Leitura!

Camila Márcia

4 comentários:

  1. Estou louca para ler o livro, ele tem a capa bem bonita né?
    Um beijão.
    http://livrodagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Mila, como já disse no lançamento do livro, gosto das releituras e acredito que nesse caso não será diferente - apesar de que li algumas críticas negativas. Deve ser mesmo muito bacana, e a leitura rápida ajuda.
    Ah, a diagramação é fantástica. Novo Conceito sempre dando um show.

    Beijos
    Ricardo - www.overshock.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Sou fã de contos de fadas acho a cara de minha infância, mas ainda olho torto pra essas releituras... Acho que prefiro ver o filme e depois decido qse leio ou não.

    ResponderExcluir
  4. Eu fiquei muito curiosa pra ler esse livro porque nunca li nada que tenha sido adaptado de filme...por algum motivo, fico me perguntando se o livro é capaz de aperfeicoar a estoria contada no filme (ja que eu sempre prefiro livros a filmes ;) )...
    Boa resenha!;*

    ResponderExcluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!