Resenha: "A Guerra dos Fae: As Crianças Trocadas" de Elle Casey

Saudações Leitores!
Não acredito que comecei uma das séries que mais tinha curiosidade de ler, estava ansiosa para As Crianças Trocadas*, e a experiência foi tranquila, foi favorável.. Hoje quero dividir um pouco da minha opinião sobre esse livro com todos vocês.


A Guerra dos Fae: As Crianças Trocadas, Elle Casey, São Paulo: Geração Editorial, 2011, 288 pág.
Traduzido por Claudia Dornelles

War of the Fae ou A Guerra dos Fae: As Crianças Trocadas é o primeiro livro da série A Guerra dos Fae, publicado foi escrito pela norte-americana Elle Casey, uma escritora best-seller que costuma publicar seus livros originalmente online.
Assim que li a sinopse de As Crianças Trocadas fiquei bastante curiosa a respeito, sobretudo, da personagem Janye que pareceu ser muito louca. Não me enganei, ao iniciar a leitura (quero deixar claro que me arrependo de ter demorado tanto tempo para ler) fiquei chocada com a Janye, ela é uma garota desbocada, doida, corajosa e morre de preguiça de estudar, ao contrário de seu melhor amigo Tony que é tipo um nerd.
Uma amizade pouco provável, certo? Sim, mas é incrível como os dois se dão bem, então devido a alguns fatos bem bizarros – que não merecem uma explicação aqui na resenha, porque não é o foco do livro – Tony e Janye fogem para Miami e tem alguns agravantes que vão perturbar os planos dos amigos: sem dinheiro, sem comida, sem lugar para ficar, as perspectivas para o futuro não parecem boas até que ao desembarcarem conhecem Jared que os convida para o abrigo onde vive com um grupo de amigos.
No abrigo Janye e o grupo descobrem um anúncio suspeito num jornal, mas que ao mesmo tempo parece ser a solução do problema deles afinal tem a promessa de dinheiro ‘fácil’ basta aceitarem fazer alguns testes. Após alguns questionários iniciais, quase todo o grupo é selecionado para o experimento.


O grupo parte para uma ilha que mascara o que realmente é: o mundo dos Fae, que é um lugar mágico e cheio de coisas e seres sobrenaturais, onde todos estão pondo suas vidas em risco e passiveis a descobertas tão drásticas que será quase improvável terem a vida passada de volta.
Um ponto interessante no livro é que embora mostrem uma vertente do mal, mostra a importância da união do grupo para poderem combater os percalços. É um livro que traz uma mensagem bem bacana também, no entanto ficam muitas coisas sem respostas no final, acredito que os próximos volumes auxiliem no desenrolar e desvendar dos fatos.
O trabalho gráfico da editora também está de parabéns, o livro deixa os olhos brilhando de tão caprichado que está, a editora pensou em todos os detalhes que tem relação com a narrativa.
Para os fãs de fantasia A Guerra dos Fae: As Crianças pode ser uma ótima opção de leitura. Trata-se de um livro bem juvenil, devo admitir, tanto que a linguagem é bem basicona e os diálogos similares ao cotidiano (nada engenhoso), isto é, o livro é muito acessível para vários públicos e vai agradar quem gosta do gênero.


*Esse livro foi cortesia da Geração Editorial, para mais informações sobre o mesmo clique AQUI.

2 comentários:

  1. Mesmo você tendo amando o livro Mila, não fiquei interessada em ler. Não estou muito na vibe de fantasia teen... acho que se fosse ler, minha disposição atual prejudicaria minha apreciação da leitura.

    abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo Ju, mas fica a dica quando tiver interesse e disposição para livros juvenis, essa série me parece uma boa escolha.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!