Entrevista 2#: Mauricio Gomyde

Saudações Leitores!
É com grande alegria que disponibilizo a segunda entrevista feita pelo De Livro em Livro (DLL). Desde já gostaria de agradecer ao autor entrevistado, Mauricio Gomyde (M.G.), que é um dos autores parceiros do DLL, pela disponibilidade e atenção em responder às perguntas feitas. 
Espero que gostem da entrevista e não deixem de comentar!!!!


Olá Mauricio Gomyde?! Gostaria de parabenizá-lo pelas suas publicações O Mundo de Vidro e Ainda Não Te Disse Nada (resenha AQUI). É um prazer poder realizar esta entrevista com você.
Eu que só tenho a te agradecer, Camila. É uma honra fazer parte do universo literário do "De Livro em Livro". Espero que seus leitores curtam a entrevista.

DLL: Todo mundo tem uma curiosidade enorme a respeito do autor, principalmente após a leitura de seu livro. Conte-nos um pouco quem é Mauricio Gomyde quando não está escrevendo?
M.G. É sempre complicado a gente se definir, mas vamos tentar...rs. Bom, eu sou um cara super normal e quieto. Não tenho nenhum tipo de vício, a não ser escrever. Cada vez mais tenho gostado de ficar em casa, curtir a família. Como sou músico, escuto bastante, componho, toco violão. Tenho feito poucos shows, porque tive uma tendinite no cotovelo (pra quem não sabe, sou baterista). Então, tenho aproveitado para ler bastante, para escrever, para cuidar da divulgação dos livros. Pouca gente sabe também, mas eu sou auditor do Tribunal de Contas da União, algo que consome bastante tempo...rsrs.

DLL: Ainda Não Te Disse Nada é seu segundo livro publicado, você sempre gostou de escrever? Sempre quis ser escritor?
M.G. Eu sempre gostei muito de escrever. Contos, poesias, redações, textos em geral. Mas nunca tinha pensado em atuar mais profissionalmente. Hoje já faz tanto parte de mim que não consigo mais me imaginar sem escrever todos os dias. Na verdade, a questão "profissional" ainda está no começo e não sei até onde irá (lembrando que ela não é condição para que eu me defina como um escritor).

DLL: Que tipos de Livros você costuma ler? Tem algum autor preferido? Se você pudesse conhecer ou ter conhecido algum autor quem seria? O que você diria a ele?
M.G. Já li muitos clássicos, livros antigos. Atualmente, tenho lido os romances atuais, especialmente os românticos mesmo. Tenho feito isso como uma forma de entender como as pessoas se expressam hoje, como se conectam com os leitores. Isso, na minha opinião, é muito importante. Você entender quem é seu público, onde ele está e o que ele espera de você. Não tenho um autor preferido, daquele que eu diga que sou super fã. Gosto de livros, não de autores...rs. Há muitos autores ótimos que escrevem livros não tão bons, e outros que não gosto tanto e que de repente surpreendem. Mas um cara que eu teria vontade de passar uma tarde conversando é o Luis Fernando Veríssimo. Deve ser divertido demais...rs. E acho que não perguntaria nada especificamente. Só de ouvi-lo contar as coisas já seria uma aula.

DLL: Todo escritor busca uma fonte de inspiração, o que te inspirou a escreverAinda Não Te Disse Nada?
M.G. Eu queria contar uma história atual, moderna, com referências a coisas que meus leitores conhecem bem. E misturar com algo que não é mais tão atual, que é a opção por se corresponder por cartas. Impus a mim mesmo que tentasse escrever como mulher, o que foi um desafio muito legal de tentar. Acho que ficou bem interessante e muita gente vai curtir.

DLL: Sobre os personagens do livro: Marina Albertini foi inspirada em alguma pessoa em particular, ou é uma mistura de pessoas?
M.G. A Marina é uma construção mesmo. Tem um pouco de várias mulheres que conheço. Assim fica legal, porque você pode inventar características que dificilmente estariam todas numa pessoa real. O nome dela é o nome da minha filha. Ela tem 7 anos, e eu queria fazer uma homenagem. Quem sabe um dia ela leia o livro e curta a outra Marina...rs.

DLL: Marina é uma mulher sonhadora e em seus sonhos não tinha espaço para ser dona da padaria da família. Então, ela foi contra o esperado e se lançou em busca de realizar seu sonho. Marina pode ser considerada seu alter-ego, Mauricio (M e M)? Marina vai em busca de seu sonho. Mauricio também, como exemplo temos sua publicação independente de editoras...
M.G. Engraçado que ninguém nunca me perguntou isso, e foi exatamente o que quis colocar. Que quando a gente deseja alguma coisa, por mais difícil que pareça, ela pode acontecer. Basta ter persistência, ter coragem de meter as caras, não ter medo de se expor. Quando opto por escrever e divulgar os livros, estou sujeito ao crivo das pessoas, e preciso "aguentar"as críticas negativas também. Sobre tentar fazer de forma independente das editoras, é uma opção que tomei até ter um bom nome divulgado e entrar num esquema que realmente valha a pena. Entrar por entrar não acho legal. Gosto de ter o controle sobre a divulgação, de ter liberdade de fazer uma promoção como a que está no ar atualmente. Mas... quem sabe um dia, né?

DLL: Conte-nos seus projetos para o futuro: já tem algum outro livro para ser publicado ou já está escrevendo outra história?
M.G. Sim, estou escrevendo o próximo. Pretendo lançar um livro por ano, na mesma época em que lancei o "Ainda não te disse nada" (novembro). Já tem até título, mas vou esperar amadurecer mais a história para começar a divulgar o que virá. Só adianto que será um livro com música... :)

DLL: Mauricio Gomyde, muito obrigada pela entrevista, foi realmente um prazer saber um pouco mais de você, de seu trabalho e do processo de criação. Espero que tenha gostado e para finalizar gostaria que você deixasse um recado para os leitores do De Livro em Livro...
M.G. É sempre um prazer enorme contar um pouco sobre mim e meu trabalho. Agradeço a você, Camila, e a todos os blogueiros que abrem este espaço tão caro e inestimável para que os autores nacionais contem um pouco de suas histórias. Aos leitores do De Livro em Livro eu desejo um ótimo 2012, com muitas leituras gostosas, divertidas, instigantes. Não deixem de ler, porque ler é bom demais! Ah, e pra quem quiser saber mais um pouco, inclusive escutar minhas canções, tenho um blog, que é o www.mauriciogomyde.com. Paz e sucesso a todos! :)


Mais uma vez Mauricio, muito obrigada pela entrevista adorei fazê-la!
Gostaram da Entrevista? Então não deixem de comentar!


Como o Mauricio já divulgou ali em cima, não deixem de acessar o blog pessoal do autor: http://www.mauriciogomyde.com/. Você tem twitter? Então siga @mauriciogomyde.

4 comentários:

  1. Pra mim o Maurício Gomyde é um dos melhores autores brasileiros da atualidade. Me surpreendi com o livro Ainda não te disse nada e foi muito bom conhecer um pouco mais desse autor por essa entrevista que ficou muito boa. Parabéns!

    http://entrepaginasdelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Nossa Mila .. descobri tanta coisa do Maurício agora e posso dizer que a entrevista está completa *-* Não imaginava que ele tinha uma filha e estava torcendo pra saber que um novo livro estava sendo escrito e saber que em breve teremos um novo livro, e o melhor, sobre música *-----*

    Parabéns pela entrevista Mila *----*
    Beijoos

    ResponderExcluir
  3. Mila, você arrasou na entrevista, muito boa as perguntos e as respostas nem se falam!!!

    O Mauricio tá certo quando diz que

    "[...] quando a gente deseja alguma coisa, por mais difícil que pareça, ela pode acontecer. Basta ter persistência, ter coragem de meter as caras, não ter medo de se expor."

    Todos os dias somos abençoados com 24hrs de luta para a concretização de nossos objetivos, então devemos meter as caras e aproveitar cada hora, cada dia...

    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Eita adorei a entrevista, achei as perguntas muito criativas.

    Bjos Mila.
    Te adoro amiga.

    ResponderExcluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!