SOCIAL MEDIA

COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

Em É Assim que Se Perde a Guerra do Tempo temos uma ficção científica voltada para um romance epistolar e sem muita descrição do universo criado pelos autores

Saudações Leitores!

É ASSIM QUE SE PERDE A GUERRA DO TEMPO (2019) escrito por Amal El-Mohtar e Max Gladstone, trata-se de uma ficção científica (sci-fi) vencedor dos prêmios Hugo, Nebula e Locus que chegou ao Brasil como uma grande aposta da Editora Suma e, como pouco leio ficção científica, mas com a vontade de ler mais, resolvi desbravar essas páginas.

Devo ressaltar que, mesmo lendo pouca ficção científica, os livros que já tenho lido tem me agradado e sempre fico com vontade de ler outros, então o título É ASSIM QUE SE PERDE A GUERRA DO TEMPO me chamou atenção e fui de peito aberto ler as pouco mais 190 páginas.

Não posso dizer que foi uma leitura fácil e fluída, porque não considerei assim, na verdade passei cerca de duas semanas para conseguir terminar É ASSIM QUE SE PERDE A GUERRA DO TEMPO já que eu tinha muita preguiça de ler o volume e quando o pegava ficava protelando.

Por que isso aconteceu? Tem vários motivos e é importante entender esse contexto para observar que o livro não é ruim, mas pode tocar os leitores de formas completamente diferentes. O primeiro ponto que levo em consideração é que não leio muita ficção científica e isso pesa muito quando você mergulha no gênero, o outro ponto é que esta ficção científica é, provavelmente, uma das mais diferentonas que podemos encontrar na literatura.

Em É ASSIM QUE SE PERDE A GUERRA DO TEMPO vamos acompanhar duas personagens chamadas Blue e Red que, basicamente, são rivais, ou seja, de "facções" inimigas e elas viajam por vários filamentos, que seria uma espécie de mundos e versões do mundo - não temos como ter certeza disse porque Amal El-Mohtar e Max Gladstone não se prenderam em detalhes sobre esse "universo" - e em algumas poucas ocasiões elas se vislumbram.

É em um desses vislumbres que Blue e Red começam a trocar cartas, que de início são sarcásticas e uma ferramenta para se vangloriem de uma ter derrotado os planos da outra, no entanto, em um breve tempo as cartão vão adquirindo um novo tom, um novo significado conforme os pensamentos e sentimentos uma da outra vai mudando no decorrer de suas viagens por infinitos filamentos.

Nesse meio tempo começamos a acompanhar a trajetória de personagens que deveriam se odiar e "matar" uma a outra, mas que recusam esse destino e passam a esconder de suas facções suas cartas trocadas e sentimentos que acabam surgindo, mostrando que mesmo diante da Guerra do Tempo é possível nascer algo bonito.

Confesso que a proposta do livro me chamou atenção, gostei das cartas trocadas por Blue e Red, também gostei dos autores não terem subestimado os leitores com uma enxurrada de explicações; pelo contrário, ter nos dado a possibilidade de criarmos nossas próprias teorias, contudo, achei a narrativa arrastada e não consegui me conectar com a história. Consigo ver vários aspectos estruturais e estratégias narrativas inovadoras para o gênero, de modo que admirei esteticamente o volume, mas, lamentavelmente, não me apeguei a nada do que li.

Não quero desmotivar ninguém a ler É ASSIM QUE SE PERDE A GUERRA DO TEMPO até porque, como já ressaltei, esse volume pode tocar cada leitor de uma maneira diferente e minha opinião a respeito dele é totalmente pessoal e mais: de uma pessoa que não costuma ler tanta ficção científica, então, espero que quem tenha ficado curioso(a) pelo volume vá em frente com a leitura, ok? Até breve!

FICHA TÉCNICA:
É assim que se perde a guerra do tempo
Autor: Amal El-Mohtar e Max Gladstone
Tradução: Natalia Borges Polesso
Rio de Janeiro: Suma
Ano: 2021 | 192 págs.

COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

É assim que se perde a guerra do tempo - Amal El-Mohtar e Max Gladstone (resenha)

segunda-feira, 26 de julho de 2021

COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

VOCÊ NÃO PRECISA DE NINGUÉM PARA SE SENTIR COMPLETO é um livro com frases e reflexões que atuam como lições para nossa vida.

Saudações Leitores!

VOCÊ NÃO PRECISA DE NINGUÉM PARA SE SENTIR COMPLETO (2021) do escritor nacional - e mineiro - André Ferrari é um estilo de livro que está bem popularizado em nossa contemporaneidade: pequenos textos, poemas, versos e frases com sentimentalismo, falando sobre o dia a dia.

Antes de ver o anúncio de lançamento de VOCÊ NÃO PRECISA DE NINGUÉM PARA SE SENTIR COMPLETO não conhecia o autor e o que mais me chamou atenção para querer lê-lo foi o título que tem um grande impacto e essa capa fofinha - inclusive, enquanto estava lendo e fiz postagens no stories (@delivroemlivro_), muita gente me perguntou se era um livro de autoajuda: NÃO É, mas o volume traz vários ensinamentos que podemos levar para a vida, SIM.

Quando abri o pacotinho com VOCÊ NÃO PRECISA DE NINGUÉM PARA SE SENTIR COMPLETO a curiosidade estava bastante grande e não demorei muito para pegar e ler o volume. Foi nesse momento que tive uma baita surpresa porque a voz que André Ferrari decidiu usar no livro foi uma voz feminina.

Mesmo sabendo que em texto literário é bastante possível haver essa estética artista do "eu" do livro ter uma voz diferente do autor, em textos motivacionais/sentimentais ainda não tinha visto essa estratégia artística e me soou um pouco pretencioso, estranho, pois parecia que o André Ferrari estava tentando ensinar sobre o universo feminino, ditar comportamentos e ensinar as mulheres a serem mulheres mais empoderadas e independentes.

Não estou desvalidando essa mensagem em VOCÊ NÃO PRECISA DE NINGUÉM PARA SE SENTIR COMPLETO, pois acredito que precisamos falar sobre feminismo, sobre empoderamento feminino, sobre amor próprio e se valorizar, mas não gostei que o autor se colocasse no papel de dizer isso pra gente, pois não é seu lugar de fala, mesmo sendo um recurso literário passível de ser utilizado.

Confesso que a percepção dessa estratégia, ou seja, desse recurso atrelado ao fato de não gostar que um homem venha me ensinar a ser mulher e me amar mais, o livro perdeu um pouco seu brilho inicial, mesmo as mensagens sendo lindas, importantes e delicadas.

Óbvio que há textos que o autor destinou tanto para mulheres como para homens e esses foram os que mais me agradaram, mas aqueles que ele se coloca no papel de mulher ensinando e passando uma mensagem para mulheres sobre empoderamento, superação de relacionamento, etc. me incomodaram demais, portanto, para mim, VOCÊ NÃO PRECISA DE NINGUÉM PARA SE SENTIR COMPLETO não foi uma leitura 100%, foi apenas uma leitura na média.

Mesmo diante disso, quero dizer para todos que o livro é legal em vários textos, é fácil se identificar com vários deles (só me incomodei com a voz do "poeta", do eu lírico), ademais o volume é belíssimo: o livro todo tem letras azuis, algumas páginas azuis e várias ilustrações minimalistas fofinhas, uma edição de nos deixar em estado de contemplação do belo.

Espero que vocês deem uma oportunidade para VOCÊ NÃO PRECISA DE NINGUÉM PARA SE SENTIR COMPLETO, pois acredito que pode agradar um grande público, como vocês puderam ver na minha review e, provavelmente, se você leu até aqui estará mais preparado(a) do que eu estava quando começar a lê-lo e não terá a mesma surpresa e talvez incomodo que tive por já saber o que esperar do volume. Boa leitura!


FICHA TÉCNICA
Você não precisa de ninguém para se sentir completo
Autor:  André Ferrari
São Paulo: Planeta. 
Ano: 2021 | 192 págs.

COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

Você não precisa de ninguém para se sentir completo - André Ferrari (resenha)

sábado, 24 de julho de 2021

Saudações Leitores!

Sei que já passamos da metade de Julho, mas queria muito vir mostrar - aqui no blog - alguns dos lançamentos da Arqueiro que mais me chamaram atenção?

Lembrando que, se vocês forem comprar algum dos livros não deixem de utilizar meu link na Amazon ou se quiser dar uma olhada em Outras Lojas e comprar pelos meus links ficaria muito, muito grata, porque isso ajuda muito a essa que vos fala.


O GAMBITO DA RAINHA
Autor: Walter Tevis
Ficção-Psicologia | 304 págs. | Brochura | Arqueiro
COMPRAR: Amazon

Romance que deu origem à aclamada série da Netflix, O Gambito da Rainha é um livro envolvente, com personagens delicados e cenas de tirar o fôlego.

Uma história sobre arte, paixão e determinação que vai encantar leigos e aficionados pelo xadrez.

Depois de perder a mãe aos 8 anos de idade, Elizabeth Harmon é mandada para o orfanato. Calada e retraída, ela lida com a triste realidade tomando os tranquilizantes que a instituição fornece às crianças para mantê-las dóceis.

Até que o carrancudo zelador do lugar começa a lhe dar aulas de xadrez, oferecendo a chance de que ela precisava para sair de seu estado de letargia. Pensando e imaginando as jogadas, Beth sente que finalmente está no controle, e logo fica evidente que tem um talento natural para o jogo.

Depois que ela sai do orfanato, sua mãe adotiva a inscreve em sucessivos campeonatos nos Estados Unidos e Beth alcança uma projeção meteórica. As duas então começam a viajar por outros países em torneios cada vez mais espetaculares, em que o álcool e os tranquilizantes são um oponente tão poderoso quanto os maiores nomes do esporte que Beth precisa enfrentar.

Agora Beth se prepara para encarar o mais importante duelo de sua carreira. Uma jovem solitária no meio masculino do xadrez profissional, ela terá a chance de desafiar a primazia soviética e dar mais um passo em direção ao título mundial.


BRILHANTE
Autor: Julia Quinn
Ficção-Romance | 320 págs. | Brochura | Arqueiro
COMPRAR: Amazon

Quando um pretendente diz a lady Belle que, por conta da beleza e da fortuna dela, está disposto a fazer vista grossa para as suas chocantes tendências intelectuais, ela decide se afastar do mercado casamenteiro e passar uma temporada no campo.

Belle não imaginava que, durante sua estadia, fosse conhecer lorde John Blackwood, um herói de guerra que a deixaria fascinada como nenhum outro homem da alta sociedade londrina fora capaz.

Apesar de já ter vivido coisas terríveis, nada aterroriza mais o coração atormentado de lorde John do que lady Arabella. Ela é inebriante, exasperante e... faz com que ele tenha sede de viver. De repente ele se vê escrevendo poesias ruins e subindo em árvores na calada da noite só para poder dançar com ela quando o relógio bater meia-noite.

Apesar de saber que nunca será o homem que ela merece, John não consegue parar de desejá-la. Será que quando a luz do dia substituir a magia da madrugada, os dois conseguirão deixar as diferenças de lado e se entregar ao amor?


UMA NOITE INESQUECÍVEL
Autor: Lisa Kleypas
Ficção-Romance | 192 págs. | Brochura | Arqueira
COMPRAR: Amazon

O Natal está se aproximando e Rafe Bowman acaba de chegar a Londres para uma união arranjada com Natalie Blandford. Com sua beleza e físico imponentes, ele tem certeza de que a dama logo cairá a seus pés.

No entanto, seus modos americanos e sua péssima reputação deixam Hannah, a prima da moça, chocada. Determinada a proteger Natalie, ela vai tornar a tarefa de cortejar a jovem muito mais difícil do que Rafe esperava.

Hannah, porém, logo começa a se importar mais do que gostaria com Rafe, que por sua vez, passa a apreciar um pouco demais a companhia de Hannah. E quando Daisy, Lillian, Annabelle e Evie decidem agir como cupidos, quem sabe o que pode acontecer?

Uma noite inesquecível é marcado pelos diálogos espirituosos e personagens memoráveis que consagraram Lisa Kleypas como uma das autoras de romances de época mais aclamadas pelo público.


UM AMOR E NADA MAIS
Autor: Mary Balogh
Ficção-Romance | 272 págs. | Brochura | Arqueiro
COMPRAR: Amazon

Pela primeira vez desde a morte da esposa, George Crabbe, o duque de Stanbrook, está cogitando se casar de novo. Quando pensa no assunto, tudo que lhe vem à mente é uma mulher que conheceu um ano antes e nunca mais viu. 

Dora Debbins perdeu toda a esperança de se casar quando um escândalo na família a afastou dos salões da sociedade e a obrigou a se dedicar à irmã mais nova. Aos 39 anos, está resignada à rotina de professora de música em um vilarejo até que o inesperado pedido de casamento do duque vem mudar tudo o que planejou para seu futuro.

O que Dora não sabe é que aquele conto de fadas oculta um segredo terrível. Será que esse amor recém-descoberto sobreviverá aos erros do passado?


BOX OS ROKESBYS
Autor: Julia Quinn
Ficção-Romance | 1136 págs. | Box Brochura | Arqueiro
COMPRAR:  Amazon

Antes dos oito irmãos nomeados em ordem alfabética, já havia outros Bridgertons protagonizando grandes histórias de amor. Com os Rokesbys, voltamos para onde tudo começou.

Consagrada autora da série Os Bridgertons, que se tornou um verdadeiro fenômeno de audiência na Netflix, Julia Quinn já vendeu mais de 2 milhões de livros no Brasil e 15 milhões no mundo.



BOX A REVOLTA DE ATLAS
Autor: Ayn Rand
Ficção-Clássicos | 1504 págs. | Box | Arqueiro
COMPRAR: Amazon

A história se passa numa época imprecisa, quando as forças políticas de esquerda estão no poder. Último baluarte do que ainda resta do capitalismo num mundo infestado de repúblicas populares, os Estados Unidos estão em decadência e sua economia caminha para o colapso.

Nesse cenário desolador em que a intervenção estatal se sobrepõe a qualquer iniciativa privada de reerguer a economia, os principais líderes da indústria, do empresariado, das ciências e das artes começam a sumir sem deixar pistas. Com medidas arbitrárias e leis manipuladas, o Estado logo se apossa de suas propriedades e invenções, mas não é capaz de manter a lucratividade de seus negócios.

Ayn Rand traça um panorama estarrecedor de uma realidade em que o desaparecimento das mentes criativas põe em xeque toda a existência. Com personagens fascinantes, a autora apresenta os princípios de sua filosofia: a defesa da razão, do individualismo, do livre mercado e da liberdade de expressão, bem como os valores segundo os quais o homem deve viver – a racionalidade, a honestidade, a justiça, a independência, a integridade, a produtividade e o orgulho.

Lançamento: O Gambito da Rainha [e outros]

quinta-feira, 22 de julho de 2021

COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

Pecados no Inverno é sensual, inesperado,. a propósito, essa série As Quatro Estações do Amor só tem crescido a cada livro!

Saudações Leitores!

PECADOS NO INVERNO (Devil in Winter, 2006) é o terceiro volume da série As Quatro Estações do Amor, escrito pela bestseller Lisa Kleypas, este volume é precedido por Segredos de Uma Noite de Verão e Era Uma Vez no Outono.

Em PECADOS NO INVERNO, dessa vez a nossa protagonista (do grupo de quatro amigas) é Evangeline Jenner, mais conhecida com Evie, essa personagem, até o momento, era uma verdadeira incógnita, pois suas características não foram muito ressaltadas nos livros anteriores, exceto que tinha cabelos ruivos, era a mais tímida das amigas e a que tinha gagueira, ademais, vez por outra "sumia" durante a temporada por conta dos parentes abusivos com quem vivia desde a morte de sua mãe.

Esse volume seria uma experiência extremamente marcante para mim, pois no epílogo do volume anterior tivemos o vislumbre de uma atitude completamente inesperada por parte de Evie que sai em busca do devasso lorde St. Vincent para lhe propor um acordo que lhe dará o dinheiro que ele tanto deseja e que a tornará livre de seus tios controladores.

Como todo clichê de romance de época, PECADOS NO INVERNO, não ficará para trás e já sabemos qual é a proposta de Evie para St. Vincent: casamento, porém além disso Evie pede que ele a deixe livre após o casamento para que cuide de seu pai que está a beira da morte em sua casa de jogos (muito popular em Lodres), mas um local completamente impróprio para um moça da sociedade viver e/ou frequentar, St. Vincent, concorda com o acordo, pois jamais pensaria em se apaixonar por Evie em tão pouco tempo de convívio.

Uma mulher solteira tem poucos recursos, social ou legalmente. Isso não é justo... mas não posso lutar em vão. Preciso de um marido e o senhor precisa de uma esposa rica. Ambos estamos igualmente desesperados, o que me leva a acreditar que o senhor aceitará minha proposta.

Evie e lorde St. Vincent saem em fuga para a Escócia, numa viagem extremamente enfadonha e congelante em pleno o inverno para se casarem as escondidas antes que os parentes de Evie a encontrem e queiram levá-la embora.

Toda a viagem de Evie e St. Vincent é um momento incrível tanto para o casal se conhecer e conversarem, como também para nós leitores vermos quem são os personagens realmente, é uma redenção para o devasso St. Vincent, mas também é uma forma de mostrar o quanto Evie tem sido forte e determinada todo esse tempo, mostrando também que ela criou uma carapaça ao seu redor para evitar sofrer e com isso acabou afastando qualquer pretendente que pudesse ter.

St. Vincent seria um péssimo marido, é claro. Mas como Evie não tinha nenhuma ilusão sobre ele, ficaria bem. Uma vez que não se importava nenhum pouco com ele, poderia se fazer de caga às suas leviandades e surda aos seus insultos.

Após o casamento Evie vai para a casa de jogos, mesmo que seu marido não aceite essa atitude, pois mesmo sendo um libertino, St. Vincent, ainda é da sociedade londrina e preza por alguns costumes, ou seja, ter sua mulher em um local completamente inapropriado vai contra qualquer coisa que ele possa considerar como aceitável.

O casal começa a se desentender, mas ambos tem opiniões fortes e são determinados, ademais a química entre eles, a tensão e o desejo se torna palpável, mesmo que ambos tentem lutar contra o sentimento que se aproxima. 

O fato é que PECADOS NO INVERNO irá focar muito no relacionamento do casal, é claro, afinal estamos em um romance de época, mas nesse meio tempo também abordará sobre família, relacionamento paternal fragilizado, relacionamentos tóxicos, amizade, luto e desvio de dinheiro. O livro aborda tudo isso, sem deixar o romance, o sentimentalismo e também ação de lado, SIM, teremos partes de ação, luta e tiroteio nesse livro que são plots muito interessantes!

Contra todas as probabilidades, St. Vincent aprendera a se importar mais com outra pessoa do que com ele mesmo.

O que mais falar de PECADOS NO INVERNO? Como vocês puderam ver eu me apaixonei pelo volume, pelo romance que foi sendo construído, pelos personagens que foram apresentando suas camadas, pela ambientação e sobretudo, por ter conhecido melhor Evie Jenner e ter percebido que ela é uma mulher tão incrível quanto as amigas e que passou por muita coisa antes de tomar a decisão que mudaria toda a sua vida.

A cada livro da série As Quatro Estações do Amor me apaixono cada vez mais e já estou encantada por Lisa Kleypas e determinada a ler outros livros da escritora, principalmente porque são romances de época que já acontecem em um tempo mais "moderno" no século XIX, onde a revolução industrial se materializa. Estou encantada e espero que vocês fiquem empolgados para conhecer essa série também!

A propósito, você já leu da série As Quatro Estações do Amor? Conte-me o que achou, fico curiosa para compartilhar experiências de leitura. 

FICHA TÉCNICA
Pecados no Inverno
Autor: Lisa Kleypas
Tradução: Maria Clara Biase
São Paulo: Editora Arqueiro
2021 | 334 págs

COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

Pecados no Inverno (As Quatro Estações do Amor, vol. 3) - Lisa Kleypas (resenha)

domingo, 18 de julho de 2021


Saudações Leitores!
Depois de ter passado uma semana sem postar vídeo, apareci para a tradicional TAG dos 50%, onde faço um balanço do primeiro semestre de 2021, espero que vocês gostem das dicas e peguem as principais indicações.

COMPRAR: AMAZON / OUTRAS LOJAS

COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

Floresta Encantada é uma jornada muito intensa na composição de cores e na criatividade para se reinventar em cada desenho tornando a experiência de colorir algo artístico!

Saudações Leitores!

FLORESTA ENCANTADA: livro de colorir e caça ao tesouro antiestresse (Enchanted Forest: An Inky Quest and Colouring Book, 2015) de Johanna Basford, é como o livro já diz: um livro de colorir que teve uma grande repercussão nos anos de 2014-2015, mas que até hoje fazem muito sucesso (digo isso porque sempre compro alguns).

Esse livro, que adquiri em 2015, tem 88 páginas, porém, apenas neste ano de 2021 finalizei todas as pinturas, pois parei um tempo de pintar, mas agora retomei e estou amando. Foi o livro mais curto que mais demorei a concluir! (kkkk)

FLORESTA ENCANTADA é um livro belíssimo e entre suas páginas tem vários itens escondidos e na medida em que pintamos vamos descobrindo borboletas, guaxinins, esquilos, unicórnios, corujas, minhocas, etc.

De todos os livros de colorir que tenho, FLORESTA ENCANTADA foi o primeiro que consegui pintar completamente, porque peguei apenas esse volume com a determinação de terminá-lo, já que muitas vezes sempre ficava oscilando entre os livros de colorir e obviamente isso fez com que eu não tivesse terminado nenhum.

Mas falando sobre minha experiência com esse livro, preciso dizer que os livros de Johanna Basford são os meus favoritos, pois gosto demais das ilustrações dela, da delicadeza de suas composições e de seu traçado, amo também a criatividade dela pensar em cada página trazendo algo diferente.

Falando em páginas, vem em xeque a qualidade do papel de FLORESTA ENCANTADA que é muito boa, sua cor é amarelada e porosa, o que é bom, mas que também influencia na cor dos lápis de cores e também na forma como as pontas deslizam no papel, já que ele não é liso então não vai deslizar com suavidade. Quanto a gramatura da folha achei boa, exceto para uso de canetas hidrográficas, pois algumas das vezes que utilizei elas vazaram para o verso.

Como já mencionei amei FLORESTA ENCANTADA e os livros de Johanna Basford são os meus favoritos! Super recomendo, e colorir é algo extremamente relaxante e aos poucos vamos aprendendo mais e mais sobre nuances e efeitos das cores. E aí, vocês curtem colorir?


FICHA TÉCNICA
Floresta Encantada
Autor: Johanna Basford
Tradução: Renata Dib
Rio de Janeiro: Sextante
2015 | 88 págs.

COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

Floresta Encantada - Johanna Basford (resenha)

sexta-feira, 9 de julho de 2021

COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

Tudo nela é de se Amar é um livro que levanta várias pautas importantes sobre racismo, além disso tem uma estrutura diferenciada

Saudações Leitores!

TUDO NELA É DE SE AMAR (2021) é o livro de estreia da escritora nacional Luciene Nascimento, que visa abordar sobre a experiência de vida da autora e suas descobertas e jornadas como mulher negra, tanto é que o subtítulo da obra é "A pele que habito e outros poemas sobre a jornada da mulher negra".

Prefaciado pelo ator e escritor Lázaro Ramos, TUDO NELA É DE SE AMAR, é dividido em duas partes: "De dentro" e "Para fora". O volume possui uma dinâmica interessante porque não é composto apenas de poemas, mas também de textos relacionados ao poema e até mesmo explicações de como Luciene Nascimento teve inspiração de escrever sobre determinado tema.

Sem sombra de dúvida TUDO NELA É DE SE AMAR aborda as emoções e vivências de uma mulher negra e todo o racismo e preconceitos que sofre dia-a-dia e como isso tem sido desconstruído a passos lentos devido o racismo estrutural em nosso país ainda ser algo visível, constante e velado. Como já dizia Djamila Ribeiro "temos que ser antirracistas" e isso ainda está longe de ser realidade.

De qualquer maneira eu gostei bastante do que encontrei em TUDO NELA É DE SE AMAR, mesmo que o que encontrei no volume não tenha correspondido minhas expectativas, eu pensei que Luciene Nascimento me tocaria mais profundo, usaria da poesia para emocionar e conversar não só com mulheres pretas (ou pessoas pretas), mas com todas as pessoas que querem aprender mais e se tornarem antirracistas, mas a verdade é que a escritora para mim foi mais metódica do que poeta, ela foi mais tecnicista do que emocional.

Aqui quero fazer um adendo de que TUDO NELA É DE SE AMAR emociona SIM, mas não da forma arrebatadora que imaginei ser emocionada tal como aconteceu quando li Djamila Ribeiro em: Quem tem medo do feminismo negro? e Pequeno Manual Antirracista; ou Carlos Assumpção me tocou com seu livro de poemas Não Pararei de Gritar. Esse tipo de emoção arrebatadora não aconteceu nessa leitura, mas eu entendo que a autora tem um estilo diferenciado, tem um vocabulário arrojado e que é possível que agrade a muitos leitores, porque o que ela fala é a realidade e quando lemos temos TOTAL consciência disso.

Por isso e por conta da pauta discutida ser tão demasiadamente importante TUDO NELA É DE SE AMAR é um livro que merece ser lido, refletido e cuidadosamente estudado para que possamos ter mais empatia com todas as pessoas e vejamos que TODOS temos sentimentos e que podemos estar magoando de forma irreparável uma pessoa por conta do nosso racismo estrutural. Portanto, é um livro que vale a pena se debruçar e conhecer: BOA LEITURA!

O caminho da consciência é lugar de desassossego, e hoje a mais banal notícia já me tira do lugar e a mente perturbada busca o aconchego...

FICHA TÉCNICA
Tudo Nela é de se Amar
Autor: Luciene Nascimento
Rio de Janeiro: Sextante / Estação Brasil
Ano: 2021 | 144 págs.

COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

Tudo Nela é de se Amar - Luciene Nascimento (resenha)

segunda-feira, 5 de julho de 2021

Instagram