Lançamento: Minha Semana com Marilyn

Saudações Leitores!
A Editora Seoman, publica este mês o livro de Colin Clark em que o escritor britânico relata, em livro de memórias, detalhes sobre a breve e intensa aventura amorosa, os encantos e as agonias que viveu ao lado da maior estrela do cinema mundial. 
Um detalhe importantissímo é que foi exatamente este livro que deu origem ao longametragem: 7 dias com Marylin. Ficaram curiosos? Então, confiram a sinopse:



Minha Semana Com Marilyn - Colin Clark
Tradução: Carmen Fischer
159 páginas;
Preço: R$ 24,90
www.editoraseoman.com.br 


Sinopse: Minha Semana com Marilyn, livro que deu origem ao longa 7 dias com Marilyn, com estreia no Brasil prevista para a segunda quinzena de março, chega às livrarias pela Editora Seoman. Dirigido por Simon Curtis, o filme traz a americana Michelle Williams no papel principal, perfomance que deu à ela o Globo de Ouro como atriz em comédia ou musical. Por sua atuação, Michelle concorre também ao Oscar 2012 de melhor atriz, ao lado de veteranas como Meryl Streep e Glenn Close.
No livro, Colin Clark narra os bastidores do set de filmagens de O Príncipe Encantado, produzido no verão de 1956 e dirigido pelo britânico Laurence Olivier, considerado o mais famoso ator clássico de sua geração e protagonizado pela estrela do cinema de Hollywood, Marilyn Monroe. Em uma narrativa ágil e fluente que prende o leitor, o autor revela, com riqueza de detalhes, a história dos nove dias ao lado da atriz e o breve, mas não menos excitante, romance que viveu com a estrela.
A obra descreve brevemente detalhes da trajetória da Clark, jovem inglês, que com apenas 23 anos conquista um emprego como terceiro assistente de direção no set de O Príncipe Encantado. O inocente rapaz começa uma intensa aventura amorosa com Marilyn depois que seu marido deixa o país e, mesmo alertado pelos companheiros de gravação sobre os inconvenientes da experiência, permite-se vivenciar as delícias que o cercam esses dias.
Mas nem tudo é encanto. Colin descobre naquela que todos consideram um verdadeiro exemplo de mulher - que aparenta força e ânimo, coroados por uma beleza estonteante, sempre cercada por inúmeros fotógrafos e assistentes - uma mulher frágil, confusa, assustada e totalmente carente de autoconfiança. Segundo o autor, Marilyn não tinha o senso de identidade própria, que garante uma vida estável e se sentia incapaz de lidar com as demandas que lhe eram impostas. Este perfil é pano de fundo para uma história contagiante com desfecho inesperado.
Imagens da estrela e uma carta direcionada a Peter Pitt-Millward, amigo pessoal de Colin, cujo texto é reproduzido em forma de apêndice no final do livro, enriquecem a obra. Trata-se de um relato franco, doce e engraçado de como a maior estrela do cinema do planeta buscou conforto nos braços de um jovem empregado do set de filmagens.

Sobre o autor
Nascido em 1932, Colin Clark foi um escritor britânico e cineasta que se especializou em filmes sobre artes para cinema e TV.  Nascido em Londres, foi educado em Eton College. Entre 1951 e 1953 fez Serviço Nacional como oficial piloto na Força Aérea Real.  Além de O Príncipe Ecantado, trabalhou com Laurence  Olivier em The Entertainer, Titus Andronicus e outras produções teatrais britânicas. Colin Clark faleceu em Londres, em 2002, aos 70 anos de idade.

Ps.:  Nunca fui muito fã da Marilyn, mas sempre a adimirei e fiquei curiosa a respeito desse livro, enfim: claro que se eu tiver oportunidade de lê-lo iria adorar. E vocês?

3 comentários:

  1. Vi o trailer do filme e confesso que fiquei bastante interessada em saber um pouco mais sobre a vida da Marylin, nossa eterna Norma Jean. Agora que sei que há o livro, fiquei mais interessada ainda. Ela é uma dessas mulheres que marcaram a história ou pela sua força, ou fraqueza, ou ambas, mas que não passaram desapercebidas pois eram mulheres nos sentido real que esta palavra tem. Bjos!

    Ilmara

    ResponderExcluir
  2. Oi,

    Também não sou muito fã da Marlyn, não me interesso pela história.

    Beijos,
    Patty - Cartas para Ficção

    ResponderExcluir
  3. Um símbolo sexual, Marilyn Monroe sempre foi. Conhecer sua história desde os primórdios, deve ser algo muito interessante de se fazer.
    Esse tá na lista. :)

    ResponderExcluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!