Resenha: “O Melhor de Mim” de Nicholas Sparks

Saudações Leitores!
Trago mais uma resenha do Nicholas Sparks, dessa vez é do livro O Melhor de Mim. Livro que além de uma história que sensibiliza todo leitor, apresenta uma mensagem e nos faz refletir com a intensidade das emoções, confiram a resenha...


O Melhor de Mim, Nicholas Sparks, São Paulo: Arqueiro, 2012, 272 pág. (tradução de Fabiano Morais)

Com o título original “The Best Of Me” foi publicado em 2011 e este ano (2012) teve tradução e publicação no Brasil pela Editora Arqueiro. É um livro escrito pelo aclamado escritor best-seller: Nicholas Sparks.
O Melhor de Mim, nos apresenta a história de Amanda Collier e Dawson Cole que há 25 anos atrás tinham sido namorados e o amor dos dois não pode continuar pelo fato das famílias terem muitos problemas. Dawson fazia parte de uma família ‘barra pesada’ na pequena cidade de Oriental, já Amanda era membro da renomada família Collier.
Com a impossibilidade de ver o amor concredtizado ambos seguiram por estradas diferentes, embora ainda se amando. Mas por destino, depois de 25 anos, com a morte de Tuck, um amigo em comum que conhecia o potencial do amor entre Amanda e Dawson, planejou (através do testamento) que em seu velório o casal se reencontrasse.
"De repente, ela teve a estranha sensação de que tudo o que tinham vivido eram apenas os primeiros capítulos de um livro ainda sem conclusão." (p.116)
Contudo, apesar de o amor ter conseguido sobreviver ao tempo, a vida de ambos foi completamente modificada. Amanda é uma mulher casada e com três filhos, embora o casamento esteja fracassado em boa parte porque seu marido, Frank, é alcóolatra. Por outro lado Dawson parou no tempo, fechou-se para os amores e para a vida, ele basicamente vive das lembranças e do amor do passado.
"Mas sabia que o amor era difícil, assim como a vida. Sofria reviravoltas impossíveis de ser previstas ou mesmo entendidas, e deixava um longo rastro de arrependimentos levava a perguntas do tipo "E se..." que nunca poderiam ser respondidas." (p.32)
Já que estamos falando de Sparks, é claro que o casal tem um final de semana perfeito, cheio de emoção e boas recordações, quando o fim de semana acaba temos uma reviravolta, confitos intensos entre o certo e o errado, uma grande reflexão sobre o destino e  amor que, quando verdadeiro, é uma doação da melhor parte do amante.
O livro traz um enredo à moda Sparks (quem já leu algum livro do autor deve imaginar) em que podemos esperar um amor intenso, dramas e tragédias. A linguagem utilizada por Nicholas Sparks segue o padrão de seus livros anteriores: simples e envolvente.
"Sei que, nesta vida, é inevitável magoarmos pessoas inocentes por conta das decisões que tomamos." (p. 199)
Sparks sabe fazer com que o leitor se envolva e reflita com a história dele, ademais, mostra um amor que persiste por longos anos provando que o que é verdadeiro nunca morre. Ao chegar na última página do livro é impossivel não dar aquela respirada após tantas emoções.
Não tem como ler Nicholas Sparks e não indicá-lo a toda a comunidade apaixonada, aos fãs de romances, que apesar de clichês são intensos, sensiveis e emocionantes. Agora se você gosta de ler algo com mais ação e aventura esse livro não traz muito disso é um livro que meche essencialmente com as emoções. Boa Leitura!

Camila Márcia

5 comentários:

  1. estou louca louca louca para ler este livro!
    adoro os livros do Nicholas *-*

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda vou ler todos os livros do Nicholas, só conheço A Ultima Música que meu amigo me emprestou para ler quando comprou. Vejo tantas indicações dos livros dele e nunca consigo ler. Enfim, adorei a resenha do livro *-* Eu tinha amado a sinopse dele, achei super legal a história.

    Beijos,
    Monique <3

    ResponderExcluir
  3. Olá Mila, sumi não é mesmo. Na verdade ando tão ocupada que não tenho tempo nem para computador, mas muito me alegra vir aqui em seu blog e me deparar com a resenha de O MELHOR DE MIM, livro que também li recentemente e me apaixonei pela história, como sempre Nicholas é sucesso.
    Ótima resenha! Parabéns!

    bjs.

    ResponderExcluir
  4. Ok. Eu preciso desse livro, tenho todos os outros dele menos esses ultimos lançados pela Arqueiro. Mas deixa eu ser honesta aqui, eu não tô curtido nadinha dessas capas da Arqueiro para o Nicholas Sparks, quando era da NC eram mais bonitas e coloridas e sedutores... tão linda e de repente a gente vê as capas desses autor fantástico tão apagadinhas... peninha.

    ResponderExcluir
  5. Mila, algum tempo atrás nunca pensei que os livros do gênero do Sparks iria chamar a atenção, mas graças a você - antes da nossa troca - li e se fosse possível já teria todos eles. Ainda mais depois que terminei de ler A Escolha, outro livro fantástico. O Melhor de Mim não deve ser diferente, afinal, segue o mesmo estilo "Sparks de contar uma história".

    Gosto muito da Arqueiro, mas não é a editora ideal para publicar os livros do autor. Acho que me acostumei em vê-los na NC :x

    Beijos
    Ricardo - www.blogovershock.com.br

    ResponderExcluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!