Resenha: "É o primeiro dia de aula... Sempre!” de R.L. Stine

Saudações Leitores!
Apresento à vocês a resenha de um livro super divertido e que amei ler. Fico com um peso na consciência ao ter pensado que este seria apenas um livrinho engraçado e ao mesmo tempo bobo, pois na verdade não é. Pelo contrário, o livro é muito inteligente, a narrativa envolvente e é realmente engraçado.

 

É o primeiro dia de aula... Sempre! R.L. Stine, São Paulo: Seguinte, 2012, 168 pág. (traduzido por André Czarnobai) 

       Sabe aquele livro que quando você lê a sinopse acha que a leitura será engraçada? Então, aconteceu isso comigo quando li a sinopse de  It’s the first day of school… forever! (título original) escrito por Robert Lawrence Stine (R.L.Stine). Stine é um escritor americano de centenas de romances de ficção de terror, incluindo as séries Rua do Medo, Hora do Arrepio e Goosebumps que se tornou série de TV. O autor ainda é conhecido como Stephen King da literatura infantil.  
A narrativa acontece em primeira pessoa e logo no primeiro capítulo o nosso protagonista se apresenta:
"Meu nome é Artie Howard e, bom, lá vai: este é o pior dia da minha vida" (p.8)

Artie vai nos contar o que acontece no seu primeiro dia de aula e, pode ter certeza, acontecem coisas bem estranhas. Seu primeiro dia de aula pode ser tudo menos normal.
"Esse é o pior dia da minha vida, eu repetia para mim mesmo. É o primeiro dia de aula e todos os alunos já me odeiam. Não é fácil conseguir isso em apenas um dia." (p.65)

O mais bizarro não chega a ser o primeiro dia de aula em si, pois todos temos ou já tivemos um primeiro dia de aula. O bizarro na história de Artie é que, no dia seguinte ainda é o primeiro dia de aula e parece que todos a sua volta não percebem isso, apenas ele, pois ele consegue lembrar exatamente e com precisão tudo o que ele passou no primeiro dia de aula e ao perceber que terá um segundo primeiro dia de aula não o deixa nada animado.
"O primeiro dia de aula numa escola nova já é bem complicado, mas fica ainda pior se você estiver sendo assombrado pela lembrança de um pesadelo que insiste em se tornar realidade." (p.93)

Como o livro é curto (eu, por exemplo, o li em um dia), se eu for dar mais detalhes eu vou acabar contando toda a estória, mas o que posso dizer, com certeza, é que Stine escreveu uma obra muito engraçada, é impossível não dar boas risadas com a leitura (É eu ficava rindo enquanto lia e as pessoas que passavam por mim deviam estar pensando que eu era doida). 
A narrativa não é nada cansativa e quando começa a cansar ficar vendo Artie sofrer em todos os seus primeiros dias de aula o autor concede-nos um desfecho sensacional e, claro, que eu não esperava por esse final, mas me deixou muito pensativa, pois foi completamente diferente de todas as teorias que eu havia pensado, mas apesar de não ser o que eu esperava foi bastante satisfatório e instigante.
Observem: mesmo que É o primeiro dia de aula... Sempre! seja um livro destinado a um publico infantil posso afirmar, categoricamente, que irá agradar a todo tipo de leitor. É um livro divertido, engraçado e assustador também: já pensou em passar diversos dias vivendo o dia anterior? Assustador? Pode crer...



Camila Márcia 

6 comentários:

  1. Esse livro parece ser bem legal, me lembrou um filme bem antigo chamado O feitiço do tempo, em que o cara acorda todo dia no mesmo dia e só ele percebe isso e que fica se repetindo até ele arrumar um jeito de mudar o que fez de errado e ir em frente. Adoro quando eu não consigo adivinhar o final e sou surpreendida de verdade.

    ResponderExcluir
  2. Já li diversas críticas positivas em relação a esse livro e acredito que vai me agradar, principalmente por ter um humor inteligente. Isso sempre me atrai.
    Quero muito saber o que realmente nesse "primeiro dia de aula".

    Beijos
    Ricardo - www.blogovershock.com.br

    ResponderExcluir
  3. Milaaaaaaaaaa, eu já quero ler esse livro. Eu adoro livro assim, é tão bom pegar um livro engraçado e poder dar gargalhadas com ele. Além disso, caramba, o autor deve ser foda pra ser comparado com Stephen King.
    Sem mais, eu também confesso que gosto de literatura infantil. Acho que são bem criativas e divertidas.
    Tá na minha lista de futuras compras e voc~e é a culpada por isso. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. parece ser um livro bem legal, apesar da capa e do titulo parecer meio infantil
    parece ser bem legal mesmo, e como é curtinho... não custa nada das uma chance né :P

    ResponderExcluir
  5. Eu não gostei dessa capa, ela é muito feia. Mas tenho vontade de ler, pois creio que se encaixa num estilo que eu gosto hehehe E já vi várias pontos sobre esse livro e não sei o que esperar. Espero gostar ^^

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Vou concordar com a moça aí de cima (Colina do Tordo) a capa não é bonita, mas sem dúvida deve ser u livro divertido, eu aparentemente gosto do genero.

    Quero!

    ResponderExcluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!