Resenha: “@mor” de Daniel Glattauer

Saudações Leitores!
Se você gosta de se intrometer na vida dos outros e ler escondido a correspondência alheia, vá em frente: @mor é uma ótima pedida: Livro com humor, linguagem fácil, história incrível e final surpreendente. Entenda o porquê dessa minha afirmação lendo a resenha:
 

@mor. Daniel Glattauer. Rio de Janeiro: Suma de Letras/Objetiva, 2012, 188 pág.
 Tradução: Eduardo Simões.

O enredo criado por Daniel Glattauer é contemporâneo e extremamente excitante! Em um mundo cada vez mais curvado aos recursos virtuais e aos acessos constantes a internet o autor soube muito bem expressar o novo laço formado pela rede e o quanto os sentimento envolvem palavras.
Daniel traz em seu livro um assunto delicado e de certa forma – ainda – considerado tabu. Em @mor temos a história de Emmi Rothner e Leo Leike, que por ironia da tecnologia começam a trocar e-mails.
Emmi envia um e-mail equivocado a Leo Leike que ao respondê-lo passam a trocar mais e mais e-mails. Os e-mails passam a se tornar mais pessoais e ambos veem esse tipo de comunicação como fuga de suas vidas reais.
"Nós produzimos formas imaginárias virtuais, quadros fantasmagóricos acabados um do outro. Fazemos perguntas cujo encato consiste no fato de não serem respondidas. Pois é, a gente faz disso um esporte: despertar a curiosidade do outro e continuar a atiçar de modo repetido. E ao fazer isso não satisfazemos de jeito nenhum tal curiosidade. Tentamos ler nas entrelinhas, entre as palavras, e logo tentaremos também entre as letras." (p.19)

Ademais os e-mails servem como desabafos: Leo acabou de sair de um relacionamento conturbado e Emmi aparentemente tem um casamento perfeito e feliz. Contudo, durante as trocas de e-mails os leitores podem se questionar o que leva uma mulher feliz em seu casamento manter contato com um completo desconhecido.
E-mails chegam e vão e o sentimento entre os dois crescem, a vontade de se conhecerem começa a transpirar por cada um de seus poros, não obstante, o receio de não corresponderem as expectativas um do outro também se elevam.
"Não se pode repetir os velhos tempos. Como o nome já diz, esses tempos são velhos. Novos tempos não podem nunca ser como os velhos tempos. Quando se tenta, eles parecem tão somente antigos e gastos, como aqueles pelos quais se suspira. Não se deve nunca lamentar o tempo que passou. Quem lamenta pelo tempo que passou está velho e de luto." (p.147)

@mor tem uma linguagem fácil e fluída, moderna e contemporânea. O livro é muito fácil de ser lido, pois se trata tão somente de correspondências virtuais e facilita toda a leitura. Confesso que ao ler a correspondência me sentia invadindo a privacidade alheia, apesar de não ser real, mas é impossível não se identificar com algumas das correspondências. Creio que, em algum momento, quem convive com e-mails e redes sociais já deve ter passado por algo parecido com o que Emmi e Leo passaram.
"Acredite em mim, foi o uísque! O uísque e eu. Eu e o que está dentro de mim. O uísque e o que ele tirou lá de dentro." (p.159)

O livro é em uma palavra: Fantástico! Tem ironia, humor e sedução. O que me deixou imensamente tensa foi o final, no ápice da história o livro termina. Jogo de mestre do autor Daniel Glattauer que dará continuidade a história em um próximo volume. Sacanagem isso: estou completamente pirando pela continuação. Indicado para quem vive ou já viveu amores virtuais. Se identificar é só uma questão de começar a leitura!

Camila Márcia

9 comentários:

  1. Vou esperar lançar a continuação ante de iniciar a leitura de @mor, pois é dificil quando acabamos um livro e aquela ansiedade bate, rsrs.

    Bjs

    daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  2. O livro parece ser muito legal, já entrou pra lista de leituras de 2013.
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi flor,
    Tenho esse livro aqui e pretendo ler em breve,mas é por isso que estou demorando pra ler, porque quero ler a continuação logo em seguida rs.
    Beijos
    http://marifriend.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Concordo com você sobre se identificar com as situações vividas pelos personagens de @mor, por isso tenho grande interesse em conhecer essa obra. Por isso, e também por querer conhecer um livro com esse estilo de narrativa, já que ainda não tive essa oportunidade.

    Beijos
    Ricardo - www.blogovershock.com.br

    ResponderExcluir
  5. desde que este livro lançou eu quero ler ele
    só vejo resenhas positivas, é incrível!
    adorei os quotes.

    ResponderExcluir
  6. Eu li e fui descobrir que ele tinha continuação somente depois ¬¬
    Agora estou esperando o lançamento da continuação!
    Muito boa a resenha e a escolha do quotes!

    postitandscrapbook.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Todos só sabem chamar esse livro de fantástico e perfeito, mas nem o título ultra original para a versão nacional vai me fazer lê-lo! rs.
    O gênero e-mail só não é pra mim!
    Beijos,
    Vinícius - Livros & Rabiscos

    ResponderExcluir
  8. Esse é um livro que tenho muita vontade de ler. Nunca li algo com essa narrativa e não sei se vou gostar, mas como muitas pessoas gostaram vou dar uma chance.

    Bjo

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li e se o final é tão "preciso da continuação Agora" acho que o melhor para mim é adiar a leitura, sou muito ansiosa com séries apesar de amar ler séries.

    Quero muito ler e tenho certeza que irei me identificar pois já tive um namoradinho virtual.. rsrsrsrs

    bjão.

    ResponderExcluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!