Lançamento: O Limiar... e outros

Saudações Leitores!
A postagem ficou um pouco grande, mas traz muita informação boa sobre alguns dos lançamentos do Grupo Autêntica, espero que gostem da postagem e dos lançamentos de Março das editoras.

O Limiar
De: David Baldacci
Traduzido por: Rogério Bettoni
R$ 37,90
368 Páginas
ISBN 9788582352342
Formato: 16 x 23 cm

Vega Jane nunca saiu do vilarejo de Artemísia. Nem ela e nem ninguém. Isso jamais aconteceu porque ir além dos limites daquele lugar não é algo permitido. Até que um dia Quentin Herms, seu mestre e amigo, ultrapassa o limiar da cidade e desaparece rumo ao desconhecido e escuro Pântano, onde, segundo dizem, só há perigos, abismos e criaturas assustadoras com sede de sangue.
A fuga não é simples. Ele é violentamente caçado, mas deixa para trás uma trilha de pistas para a jovem: um mapa e um anel, que podem levá-la a descobrir o que há além do limiar de Artemísia, mas que ela deverá ocultar, sob pena de ser acusada de cumplicidade. Cada passo seu torna-se arriscado, e aos poucos ela percebe que aquele lugar e a vida que ela conheceu até então foram construídos sobre mentiras, capazes de fazer poderosos matarem para manter seus segredos. Mas Vega Jane se vê disposta a lutar pela liberdade, mesmo que a descoberta da verdade custe sua própria vida.

Sedução Mortal
De: Miikko Oikkonen, Sari Luhtanen
Traduzido por: Pasi Loman & Lilia Loman
R$ 35,90
336 Páginas
ISBN 9788582351833
Formato: 16 x 23 cm

Em uma noite de lua cheia, a jovem Didi faz amor pela primeira vez. Inesperadamente, seu namorado morre em seus braços. Desorientada e inconsolável, ela não consegue entender o motivo da tragédia. Na manhã seguinte, conhece duas mulheres intrigantes, Kate e Nádia, que lhe revelam sua verdadeira natureza: Didi é uma ninfa. Elas lhe ensinam as regras de sobrevivência que as ninfas precisaram seguir através dos séculos, e a lição principal é a de que o sexo é indispensável para mantê-la viva. Entretanto, logo ela descobre que isso tem um preço muito alto. Entre perseguições de um inimigo milenar em nome de uma lenda e a força de uma paixão arrebatadora, Didi precisa decidir se vai pagar o preço de viver esse amor por inteiro ou se vai preservar a vida de seu amado mas abrir mão dele.

Gata Garota
De: Fefê Torquato
R$ 37,90
160 Páginas
ISBN 9788582861356
Formato: 20 x 32 cm

Gigi é uma garota que passa metade do seu tempo dormindo, a outra metade comendo e o dia inteiro entediada. Por que alguém se interessaria pela sua vida? Porque Gigi é metade gato. Ela descende de uma família de gatos-gente, únicos de sua espécie, até onde se sabe… Criaturas fascinantes, que sabem o poder que exercem sobre os humanos e, por isso, dominam o mundo com seu pelo macio, olhar penetrante de desdém e eventual pose controversa. Neste volume, Gigi enfrenta problemas cotidianos, como roubar assentos alheios, torturar insetos por horas, conviver com a líder da família, Fefê – que pode ou não estar enlouquecendo – e com o ciúme de seu namorado, Danilo, que desconfia não ser o único. Pare o que estiver fazendo e leia esta série. Tem gatos.

BEAR
De: Bianca Pinheiro
R$ 37,90
80 Páginas
ISBN 9788582861257
Formato: 20 x 32 cm

A aventura continua enquanto Raven procura seus pais com a ajuda de Dimas, o urso. Seguindo o caminho após a Cidade das Charadas, eles agora chegam à Metódica, uma grande cidade preso sob uma maldição terrível! (Ou não.)

O mundo de Aisha
De: Ugo Bertotti
R$ 39,90
144 Páginas
ISBN 9788582861660
Formato: 17 x 24 cm

Obrigadas a se casarem ainda meninas. Escravizadas, violentadas, por vezes assassinadas. Cobertas com o véu negro – o niqab – as mulheres do Iêmen parecem fantasmas. Contudo, pouco a pouco, com delicadeza, coragem e determinação, elas travam uma batalha corajosa por sua emancipação. Uma revolução silenciosa está em marcha para fazer valer seus direitos e sua liberdade. Aisha, Sabiha, Hamedda, Houssen e tantas outras: aqui estão algumas de suas histórias. Uma extraordinária reportagem em quadrinhos de Ugo Bertotti inspirada pelas imagens e pelas entrevistas da fotojornalista Agnes Montanari.
Recursos desumanos
De: Pierre Lemaitre
Traduzido por: Zéfere
R$ 44,90
368 Páginas
ISBN 9788582861813
Formato: 14 x 21 cm

lain Delambre é um homem de 57 anos completamente desgastado e ressentido pelos quatro anos de desemprego que vem amargando. Ex-diretor de RH, ele encontra apenas subempregos, o que o desmoraliza cada vez mais.
Quando um empregador finalmente resolve considerar sua candidatura para um cargo em uma grande empresa e na área em que é especialista, Alain Delambre se vê disposto a qualquer coisa – a pedir um empréstimo emergencial ao genro que detesta, a se desqualificar aos olhos de sua esposa e de suas filhas e até mesmo a participar do teste final de recrutamento: a simulação de uma tomada de reféns.
Neste alucinante jogo em busca da cobiçada posição e do resgate de sua dignidade, Delambre percorre caminhos inesperados, que poderão levá-lo longe demais…
Do mesmo autor de Vestido de noivo.

Dar nome ao novo
De: Eduardo França Paiva
R$ 47,00
304 Páginas
ISBN 9788582175354
Formato: 16 x 23 cm

Qual é a relevância para os dias atuais do estudo de antigos conceitos, categorias e termos relativos às mestiçagens biológicas e culturais associadas à escravidão? As respostas a essa pergunta são apresentadas ao longo deste livro, direta e indiretamente. O passado mestiço e escravista ibero-americano, entre o fim do século XV e o início do século XIX, é estudado a partir das formas como foi nomeado, compreendido, explicado e organizado pelos agentes históricos que o constituíram e de um grande conjunto de documentos que eles produziram e legaram ao futuro. Grandes categorias sociais, como “qualidade”, “condição”, “cor”, “nação”, “raça” e “casta”, assim como as designações “índio”, “branco”, “negro”, “preto”, “crioulo”, “mestiço”, “mameluco”, “caboclo”, “mulato”, “pardo”, “zambo”, “cabra”, entre outras, são analisadas a partir dos significados a elas atribuídos no passado. Surge daí uma história americana conectada, pensada em perspectiva comparada, que expõe matrizes do que somos e de como nos identificamos hoje, indicando, também, alterações e rupturas importantes ocorridas, sobretudo, na segunda metade do século XIX e início do século XX, que muito nos diferenciam de nossos antepassados.

O diário de Drácula
De: Marin Mincu
Traduzido por: Talita Tibola
R$ 36,90
208 Páginas
ISBN 9788565381406
Formato: 15,5 x 22,5 cm

O príncipe Vlad III da Valáquia, o empalador, herdara de seu pai, Vlad II o apelido dracul, que significa “o diabo”, em romeno. Não à toa. Drácula foi um personagem histórico, guerreiro na luta contra o Império Otomano e a expansão islâmica na Europa. Mas sua crueldade e seu sadismo o caracterizaram como dracul, pelo modo como matava seus inimigos e os empalava, e inspirou Bram Stoker em sua obra mais célebre.
Baseada na vida de Vlad III, esta obra não se vale nem da lendária crueldade do príncipe nem do gosto gótico ou das histórias de vampiros comuns na literatura atual. Mincu ressuscita o personagem histórico, o guerreiro que o papa Pio II apoiou e admirou na esperança de torná-lo o principal comandante da luta contra os turcos e contra o islamismo. De maneira original, este romance é apresentado em primeira pessoa pelo próprio Drácula durante sua prisão no castelo de Visegrád, um homem consciente da própria lenda negra, a par dos documentos históricos que essa lenda alimentou. Isso só é possível porque o Drácula de Mincu é, como foi o príncipe Vlad, um homem culto, poliglota, um humanista levado a agir por um destino mais sofrido do que desejado.

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!