Resenha: "Homem-Formiga: Inimigo Natural" de Jason Starr

Saudações Leitores!
Às vezes sou meio teimosa e gosto de arriscar por leituras que não são a minha 'praia' e foi por isso que me joguei nas páginas de Homem-Formiga: Inimigo Natural* e pude constatar que, de fato, esse não é um estilo que me agrada de leitura e que provavelmente os HQs de super-heróis podem ser uma opção melhor para mim. Entendam minha afirmação:

Homem-Formiga: Inimigo Natural, Jason Starr, Barueri, SP: Novo Século Editora, 2015, 256 pág.
Traduzido por Caio Pereira

Ant-Man: Natural Enemy, escrito por Jason Starr é a narrativa dos HQs da Marvel e conta a história do Homem-Formiga. O livro (segundo li na internet) tem adaptação cinematográfica.
Não sou a pessoa mais indicada para resenhar esse livro porque não tenho experiência alguma com HQs e nem sou uma conhecedora dos super-heróis da Marvel, mas minha opinião como leiga é que não consegui apreciar o livro, achei uma história fraca e confesso que pode ser que eu tenha escolhido o herói errado para me aventurar ou, realmente, não levo jeito para esse tipo de livro. Acredito que os quadrinhos devem ser bem melhores.
Homem-Formiga: Inimigo Natural, para mim, tem um enredo fraco e uma narrativa simplista, na verdade, eram tantos diálogos que parecia que eu estava lendo um roteiro ou uma peça (pelo que vi na internet o livro é bem semelhante ao filme, então deve ser por isso o excesso de diálogos). Muita coisa também não é explicada: como o Homem-Formiga se tornou o Homem-Formiga, quem é o Dr. Pym e como funciona esse 'lance' da armadura? Sou leiga e fiquei meio 'boiando' em vários momentos.
Contudo uma coisa ficou clara: o Homem-Formiga não era um 'mocinho' no princípio, mas um vilão. Ele era um bandido que por causa desse Dr. Pym resolveu se regenerar. Portanto, ele começa a tentar 'salvar' a cidade dos bandidos usando a identidade secreta de Homem-Formiga. Por trás de o Homem-Formiga se esconde Scott Lang, homem separado que cuida de sua filha adolescente Cassie Lang.
Então o que 'agita' o livro é um bandido ter fugido da cadeia e estar buscando por Scott e sua filha Cassie, que recebem ordem de proteção do FBI. É tudo muito fugaz e rápido, muita coisa acontecendo e poucos esclarecimentos.
Particularmente achei Homem-Formiga: Inimigo Natural bem cansativo, apesar de dinâmico, realmente esperei muito de algo que não conhecia então foi como me jogar de um despenhadeiro. Estou frustrada, porém, acredito que aos fãs de HQs e dos heróis da Marvel certamente esse é um exemplar obrigatório.
Espero que levem em consideração - em minha resenha - o fato de eu ser absolutamente leiga no quesito super-herói, apesar de amar os filmes que já assisti, mas não conhecia nenhuma das produções escritas e a história 'original', sendo assim, não creio que minha resenha deva desmotivar leitor algum de adentrar no livro, pelo contrário, fã que é fã vai rir do que escrevi e perceber o quanto não tenho poder algum de jugar essas histórias.


*Esse livro foi cortesia da Novo Século Editora, para saber mais sobre o mesmo, clique AQUI.

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!