Resenha: "A Última Música" de Nicholas Sparks

A Última Música, Nicholas Sparks, Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito, 2010, 400 pág.
Tradução: Marsely de Marco Marins Dantas

The Last Song (2009), ou melhor, A Última Música, no Brasil foi escrito pelo autor best-seller Nicholas Sparks e o livro se tornou ainda mais conhecido após o filme de mesmo nome estrelado por Miley Cyrus.

Acredito que muita gente já tenha lido esse livro, pois apenas eu venho adiando a leitura, simplesmente por já ter assistido ao filme e poder achar "estranha" a leitura, já que toda adaptação não é 100% fiel ao livro. Enfim, quero contar mais sobre minha experiência de leitura. Vamos lá!
A Última Música é uma estória de perdão e encontrar seu verdadeiro eu. Acompanhei durante a leitura a estória de Ronnie que, aos 17 anos, está bastante afastada dos pais, desde a separação dos dois, desse modo, adquiriu uma outra personalidade, mais rebelde, mais independente.

Nesse ínterim, sua mãe decide que o melhor para Ronnie e seu irmão, é ir passar as férias de verão com o pai (um ex-pianista) na praia de Wrightsville, na Carolina do Norte. A contragosto Ronnie vai, mas todos os dias tenta dificultar as coisas para seu pai. 

Lá na praia ela começa a ver as coisas e a própria vida e decisões do pai com outros olhos, além do mais ela acaba por conhecer Will, o garoto mais popular da cidade. Ronnie baixa a guarda e acaba entregando seu coração e se abrindo aos mais diversos sentimentos: amor, esperança, dor. Tudo vivido com muito mais intensidade do que ela pensou ser possível.
Particularmente, achei bem estranho ler um livro do Nicholas Sparks com personagens tão jovens e se passando num tempo presente, pois me acostumei a ler este autor trazendo personagens mais velhos contando suas estórias e, consequentemente, personagens mais maduros. Foi estranho, mas de uma maneira positiva. Uma boa surpresa, sabe?

Realmente não tenho o que me queixar a respeito de A Última Música, na verdade eu me apaixonei por ele, li tão rápido e me envolvi tanto com o que estava lendo que sofri com os personagens quando descobriam segredos e/ou superavam fatos tão tristes.

Para quem ainda não leu A Última Música, deixo minha indicação de leitura, é bem fluída e tem um romance açucarado para os leitores mais apaixonados.

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!