Resenha: "Gordelícias" de Simone Gutierrez, Cacau Protasio, Mariana Xavier e Fabiana Karla

Gordelícias, Simone Gutierrez, Cacau Protasio, Mariana Xavier e Fabiana Karla, São Paulo: Planeta / Academia, 2017, 192 pág.
COMPRAR: Amazon, Saraiva

Saudações Leitores!
Gordelícias, como o próprio subtítulo diz, é um livro de: "crônicas de quatro mulheres felizes com seu próprio corpo" escritas pelas atrizes e cantoras brasileiras: Simone Gutierrez, Cacau Protasio, Mariana Xavier e Fabiana Karla. 

O livro é dividido em algumas partes com temas em que as atrizes/escritoras vão escrever uma crônica e expor o que passaram relacionado com o tema. Entre os temas temos: bullying, sexo, amor, trabalho... coisas corriqueiras que muitas vezes, se você é magro-alto-bonito passa desapercebido, mas quando você é gorda (porque ser gorda pesa mais quando é a gordice feminina) acaba sofrendo e é complicado manter a autoestima, a alegria e aprender a lidar com essas situações.

Gordelícias é um livro que me abriu os olhos, não poque eu não soubesse o que as mulheres que estão "acima" do peso - deixo claro que essa posição é em relação ao padrão de beleza atual - passam, mas porque mesmo sabendo é difícil se colocar na posição, ou seja, mesmo sabendo às vezes não entendemos a gravidade de tanto preconceito. Ler estas crônicas me abriu os olhos, me fez sentir na pele o que estas quatro mulheres sentiram e o que muitas mulheres espalhadas pelo mundo sentem.

Simone Gutierrez, Cacau Protasio, Mariana Xavier e Fabiana Karla passaram por muita coisa desagradável e tiveram bom senso e jogo de cintura para superarem esses problemas e o principal: se amaram do jeito que são, mas e quanto a outras mulheres? Com certeza, existem muitas que estão passando ainda por esse processo de aceitação, de se amar e lutar para serem melhores, superar o preconceito. Gordelícias é um livro inspirador! Mais que indicado.
Essas atrizes/escritoras escrevem de uma forma encantadora - para o público mesmo, e é impressionante o trabalho das quatro, pois abriram suas vidas e falaram de vários aspectos pessoais e até mesmo dramáticos ou vergonhosos que já passaram em busca de se encaixaram nesse padrão torturante de beleza.

Independente de você ser magro ou gordo o importante é se amar do jeito que é, pois nem sempre estaremos felizes com nossos próprio corpo ou com quem somos, mas isso não significa que não possamos mudar. Esse livro deixa isso bem claro, desde que você esteja feliz padrões e comentários ruins não devem lhe abater.

Adorei poder conhecer esse livro, Gordelícias, e certamente é uma fonte de inspiração e é capaz de levantar a autoestima, o importante nessa vida não é padrões de beleza e ou comportamento, mas sim: amor próprio, família, saúde e fazer aquilo que se ama.

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!