Resenha: " Um Útero é do Tamanho de um Punho" de Angélica Freitas

Um Útero é do Tamanho de um Punho, Angélica Freitas, São Paulo: Cosac Naify, 2013, 96 pág
COMPRAR: Amazon

Saudações Leitores!
Recentemente o livro Um Útero é do Tamanho de um Punho escrito pela Gaucha Angélica Freitas ganhou uma nova edição pela Companhia das Letras, mas a edição que li foi a digital publicada pela Cosac Naify, e não se trata de um livro inédito, tendo em vista que sua primeira edição data de 2013.

Admito que só vim conhecer o livro após as divulgações da Companhia das Letras para a nova edição, e como gosto de ler obras escritas por mulheres que falam sobre mulheres e ainda mais com um título tão interessante como Um Útero é do Tamanho de um Punho fiquei bastante empolgada.

Soube que era um livro de poesias e por ter pouca quantidade de páginas encaixei a leitura do e-book no meio de outras leituras que estava fazendo

Gostei do título e da própria intertextualidade que ele apresenta, e já deixa também a impressão de que o livro vem a tratar de algo interior, subjetivo das mulheres, em outras palavras, as poesias giram em torno do universo feminino, sobre temas do cotidiano, temas tabus e polêmicos, mas confesso que mesmo falando de um universo do qual faço parte não consegui me identificar tanto assim com o que estava lendo.
Fica claro que Angélica Freitas é uma feminista, mas Um Útero é do Tamanho de um Punho, não tem como objetivo levantar bandeira ou mesmo clamar e expor uma emancipação sexuais ou busca de direitos igualitários, mas objetiva falar de mulher para mulher, não sobre as lutas, mas sobre o dia a dia, suas lutas pessoais e individuais consigo mesma e não engajadas na sociedade. É como dizem: mulheres são difíceis de decifrar, até porque lutamos em nosso interior e também temos que lutar contra o mundo machista e cheio de limitações para com as mulheres. Queremos cruzar todas as barreiras: psicologicamente, de pensamento e físicas. Tarefa árdua, mas que deveria ter como primeiro passo o autoconhecimento: o que você acredita?

Muitas vezes levantamos bandeiras do feminismo e esquecemos de refletir o que acreditamos ser o movimentos, pois mesmo autoproclamado-nos feministas temos e agimos com alguns pensamentos machistas já tão arraigados em nossa educação. 
Enfim, mesmo não sendo um dos melhores livros de poesia que já li sobre o universo feminino, Um Útero é do Tamanho de um Punho serviu-me como um norte para levantar várias reflexões pessoais e algo assim não tem preço, não é mesmo?

Então, indico o livro? Sim. Apesar de não ter me identificado tanto, houve algumas poesias que realmente apreciei e as reflexões que fiz durante a leitura vou carregar durante a vida. Acho válido também a leitura por ser de uma escritora nacional que conhece a realidade feminina brasileira, mesmo que essa realidade seja a também de muitas outras nações. 

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!