Resenha: "Serafina e a Capa Preta" de Robert Beatty

Serafina e a Capa Preta, Robert Beatty, Rio de Janeiro: Valentina, 2018, 240 pág.
Tradução: Maria Carmelita Dias
COMPRAR: Amazon

Saudações Leitores!
Serafina e a Capa Preta (Serafina and the Black Cloak, 2015) escrito pelo autor best-seller Robert Beatty, trata-se do primeiro volume de uma trilogia que é extremamente envolvente, meio gótica e um thriller de mistério destinada ao público infantojuvenil.

Nas redes sociais já tinha visto muito comentário a respeito do livro e sabia se tratar de uma fantasia. No entanto, mesmo preparada para o que poderia encontrar me surpreendi muito mais pelo tom misterioso usado pelo autor, pela atmosfera gótica, pelo mistério em si envolvendo a vida de Serafina.
"Nosso caráter não é definido pelas batalhas que vencemos ou perdemos, mas sim pelas batalhas que ousamos lutar."
Antes de falar mais sobre o que achei do livro vou comentar um pouco sobre o que se trata esta estória: Em Serafina e a Capa Preta, vamos acompanhar uma jovem menina de 12 anos chamada Serafina que é uma garota muito ativa, inteligente, perspicaz e tem habilidades incríveis (como andar pela mansão sem ser vista, se camuflar, enxergar à noite, etc), além de ser bastante corajosa e destemida.

Mesmo tendo todas essas características fabulosas, Serafina tem uma vida solitária e escondida, pois mora clandestinamente com o pai no porão da mansão Biltmore e ninguém sabe da existência dessa pré-adolescente. Seu pai deseja que isto continue assim! É por  conta disso que o pai sempre a alerta para que seja discreta e, sobretudo, se mantenha afastada da floresta, pois esta esconde criaturas perigosas e mistérios assustadores. Serafina sempre obedeceu ao pai, só que coisas bem ruins começam a acontecer e isso irá mudar TUDO.
"_Nunca entre na floresta _ele tinha avisado uma porção de vezes_ Lá dentro tem cada força sombria que ninguém entende, umas coisas sobrenaturais que podem te fazer um mal danado"
Nesse meio tempo em uma de suas perambulações à noite - caçando ratos - Serafina, se depara com uma perseguição: uma menina foge loucamente de um homem com vestido com uma Capa Preta. Serafina vai atrás tentando socorrer a menina, mas não consegue e passa também a fugir do Homem da Capa Preta que misteriosamente fez a menina desaparecer.
"Serafina, em estado de choque, soltou uma exclamação. Em um instante, a menina lutava para se libertar, e no outro havia desaparecido como que por encanto. A capa a havia engolido. Arrebatada pela confusão, a aflição e o medo, Serafina simplesmente permaneceu no mesmo lugar, espantada e atordoada."
Vamos nos deparar com todo esse mistério sobre o que aconteceu com a menina e com todas as outras pessoas que estão desaparecendo além de termos sempre o maior questionamento da estória: quem de fato é o Homem da Capa Preta?!

Como já disse que Serafina é destemida, é óbvio que não ficaria de braços cruzados e, mesmo contrariando as ordens do pai, vai tentar solucionar o mistério, até porque, aparentemente, é a única que sabe o que de fato está acontecendo. Para piorar, se ela contasse para alguém o que viu, jamais acreditariam nela.

Com essa determinação em mente, Serafina acaba se revelando para Braeden, um menino solitário que passou a morar com os tios (os donos da mansão Biltmore) após a morte de seus pais. O que parecia incomum acontece: duas crianças solitárias acabam se entendendo muito bem e nascendo uma grande amizade. Os dois vão tentar solucionar o mistério e durante este processo vão correr muitos perigos e participarem de várias aventuras.
É nessa jornada que acompanhamos também várias descobertas sobre a vida de Serafina e, claro, descobrimos o que aconteceu com os desaparecidos e acompanharmos a resolução do mistério sobre  o Homem da Capa Preta.

Tentar descrever Serafina e a Capa Preta é algo que só conseguiria usando palavras como: eletrizante, aventura, ação, mistério, amizade, magia. É um livro que tem elementos incríveis e personagens absolutamente fabulosos, estou impressionada com Serafina e gostaria que ela fosse um exemplo para muitas pessoas. Adorei a personalidade dela.

Gostaria que muitas pessoas tivessem acesso a esse livro e pudessem viajar nessas páginas. É tremendamente incrível.
"Observou e escutou a floresta anormalmente silenciosa, estendendo seus sentidos para o vazio. Não conseguia escutar nem um único passarinho ou sapo. Mas parecia que havia alguma coisa lá, alguma coisa grande, porém extremamente silenciosa."

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!