Séries Assistidas em Junho 2020

quinta-feira, julho 09, 2020

Saudações Leitores!
Estou impactada porque não havia percebido a quantidade de séries que assisti em Junho, só preparando esse post me dei conta de que arrasei.

Claro que preciso dizer que duas dessas séries eu já tinha começado no mês passado e somente em Junho terminei, mas tá valendo. Venham conferir e, quem sabe, até colocar na sua lista para assistir também.

Love 101 (1ª Temporada)
Título Original: Ask 101 (Season 1)
Gênero: Comédia, Romance
Duração: 324 min (8 episódios)
Ano: 2020
País de Origem: Turquia
Minha avaliação:
Sinopse: Ao tentarem unir uma professora e um treinador de basquete, quatro jovens problemáticos e uma aluna modelo descobrem a amizade, o amor e a coragem de serem eles mesmos.

O QUE ACHEI:

Vi comentários sobre essa série no Twitter e fiquei curiosa, então, resolvi apertar o play na Netflix. Foi um caminho sem volta: acabei maratonando 8 episódios em um único dia, porque eu simplesmente precisava saber o que iria acontecer no episódio seguinte e no seguinte e no seguinte...

Estou amando cada vez mais "desbravar" filmes e séries de outros países porque acabamos conhecendo não só paisagens diferentes e culturas diferentes, mas vivências. Em Love 101 me apeguei com unhas e dentes a todos os personagens que vivem as mais loucas experiências em sua adolescência.

Porém o mais legal é que a série é "narrada" por uma das personagens no futuro que, detalhe, está esperando os outros integrantes do grupo em uma casa em ruínas, porém... a série termina com um mistério louco sobre o que aconteceu depois e quem está na porta da casa. SOCORROOO, preciso da continuação.

O melhor é que a continuação já foi confirmada pela dona Netflix. Fico Grata.

Perfume (1ª Temporada)
Título Original: 퍼퓸
Gênero: Comédia, Fantasia, Romance
Duração: (16 episódios)
Ano: 2019
País de Origem: Coreia do Sul
Minha avaliação:
Sinopse: Min Jae-Hee é uma mulher de meia idade. Ela é uma dona de casa que dedicou sua vida a sua família, mas sua família é destruída. Min Jae-Hee está furiosa com o mundo. Através de um perfume misterioso, a aparência de Min Jae-Hee muda repentinamente para uma bela jovem.
Ela se torna um modelo com sua nova aparência. Min Jae-Hee conhece Seo Yi-Do. Ele é um estilista de sucesso, mas uma pessoa malvada.

O QUE ACHEI:

Preciso dizer que fui assistir esse dorama porque a sinopse me chamou atenção já que não conhecia o trabalho de nenhum dos atores. Minha surpresa foi enorme, porque acabei viciando nesse drama e o "devorei" em poucos dias.

O que eu mais gostei é que o dorama - principalmente para a cultura coreana que é bastante rígida com padrões estéticos - quebra os padrões de beleza, ao passo que também explora o universo da beleza.

E não poderia faltar um romance. O Melhor é que explora um amor que está mais preocupado com a pessoa, com quem ela é, sua essência e não sua aparência. Além de falar e explorar muito bem relacionamentos abusivos, fobias, entre outras coisas.

Perfume tinha o potencial para ser uma das minhas séries favoritas só pecou em um único aspecto, a atuação do Yi-Do com a jovem Jae-Hee era maravilhosa, super com química, mas quando a personagem se transformava nela mesma (a mulher de meia idade) já não havia a mesma química, mesmo com as declarações de amor, dava para "sentir" um certo desconforto por parte do ator que fez o Yi-Do. Acho que bons atores deveriam "superar" isso, certo?

Revolutionary Love (1ª Temporada)
Título Original: Byunhyuku Sarang
Gênero: Comédia, Romance
Duração: (16 espisódios)
Ano: 2017
País de Origem: Coreia do Sul
Minha avaliação:

Sinopse: Byun Hyuk é filho de uma família rica que é dona de uma grande empresa. Ele vive uma vida feliz sem objetivos específicos. Ele é confiante com as mulheres mas também é ingênuo, com um coração caloroso. Um dia, Byun Hyuk começa a viver em um estúdio em uma área pobre enquanto esconde sua verdadeira identidade.
Baek Joon mora na mesma área. Ela trabalha em vários empregos a tempo parcial para pagar as contas. Ela se formou em uma boa universidade, mas foi incapaz de conseguir trabalhar em uma empresa. Ela é positiva e cheia de justiça, mas sua vida muda quando ela conhece Byun Hyuk.

O QUE ACHEI:

O que me chamou atenção nesse dorama foi a participação do Siwon que já acompanho de alguns trabalhos. Desse modo, eu já esperava que Revolutionary Love tivesse uma pegada mais cômica, já que essa é a marca do ator.

Apesar de ter gostado muito do dorama, fiquei frustrada pelo personagem do Siwon ser tão estúpido e bobão, eu sei que ele amadureceu bastante no decorrer da série, mas mesmo assim não foi grande coisa.

Sendo bem honesta, adorei a protagonista feminina e os personagens coadjuvantes, eles deram show!

Outro detalhe que merece ser destacado é o fato de que essa série foge um pouco do que estamos acostumados a ver: aqui o personagem que come o "pão que o diabo amassou" é o protagonista masculino e não a mocinha. SIM, houve uma inversão de papéis que gostei muito, só acho que não precisava o protagonista ser tão bobão.

Little Fires Everywhere (1ª Temporada)
Título Original: Little Fires Everywhere (Season 1)
Gênero: Comédia, Fantasia, Romance
Duração: 465 min (8 episódios)
Ano: 2020
País de Origem: Estados Unidos
Minha avaliação:

Sinopse: Um encontro entre duas famílias completamente diferentes vai afetar a vida de todos. A dona de casa perfeita Elena Richardson (Reese Witherspoon) aluga a casa de hóspedes à Mia Warren (Kerry Washington), uma artista solteira e enigmática que se muda para Shaker Heights com sua filha adolescente. Em pouco tempo, as duas se tornam mais do que meras inquilinas: todos os quatro filhos da família Richardson se encantam com as novas moradoras de Shaker. Porém, Mia carrega um passado misterioso e um desprezo pelo status quo que ameaça desestruturar uma comunidade tão cuidadosamente ordenada.

O QUE ACHEI:

Já falei dessa adaptação em um post específico AQUI no blog, então acho que vocês podem conferir mais minunciosamente alguns detalhes que elenquei na minha crítica amadora, ok?

Mas, de modo geral, foi uma adaptação extremamente fiel ao livro, porém com um incremento a mais, pois foi trabalhado questões raciais, algo que merece ser debatido bastante em qualquer momento.

O mais legal é que a adaptação me fez sentir algo muito parecido com o que senti lendo o livro (Resenha no Blog, Resenha no Canal) então, a experiência foi muito boa. Foi uma das melhores adaptações de livros que já assisti na vida.

O Rei Eterno (1ª Temporada)
Título Original:  더킹: 영원의 군주 ; Also Known As: Deoking: Yeongwonui Gunju
Gênero:Fantasia, Romance, História
Duração: (16 episódios)
Ano: 2020
País de Origem: Coreia do Sul
Minha avaliação:
Sinopse: O drama é um romance de fantasia sobre dois universos paralelos. Um universo se parece com a Coréia moderna como a conhecemos, enquanto o outro é um universo alternativo no qual a Coréia é um império governado por um único monarca. A fim de combater o mal e fechar a porta entre seus dois mundos, o governante do Império Coreano acaba unindo forças com uma detetive que reside na Coreia moderna.

O QUE ACHEI:

Eis aqui um dorama de fantasia-histórica que entrou para o hall dos meus favoritos, óbvio que sou suspeita para falar já que sou fã de Lee Min-ho há longa data e sempre aplaudo de pé as produções que ele participa, pois acho-o bastante seletivo com seus trabalhos.

Porém, mesmo tendo adorado toda a questão de viagem no tempo-entre mundos bastante intrigante, satisfatória, coerente e ligadinha - o que é muito difícil de se encontrar - devo dizer que o final pode não agradar a todo mundo porque vai contra aquele "sonho de princesa", mas ao mesmo tempo, PARA MIM, foi bastante satisfatório, não vejo como poderia ser diferente, afinal, fazer uma escolha ali seria muito injusto para ambos.

As atuações e a química do casal protagonista dispensa comentários. Lee Min-ho é fantástico e eu já admiro a Kim Go Eun desde quando assisti Cheese in the Trap, simplesmente fabulosa e está absolutamente empoderada nesta série. Fofos, fofos! 

Os atores coadjuvantes também, nem se falam. A escolha de todo o elenco tá de parabéns! 👏👏 Já conhecia vários atores e admirava e vê-los todos reunidos aqui foi uma satisfação ainda maior.


Agora é a vez de vocês me contarem quais séries assistiram ou estão assistindo e também me contem se conhecem ou ficaram interessados para conhecer alguma das que mencionei. See you! 

  • Share:

You Might Also Like

2 comentários

  1. Tô curiosa para assistir Love 101! Parece o tipo de série para maratonar mesmo, em um dia de preguiça.
    eu assisti a Valéria esses dias, e uns documentários. :)
    beijos
    renatavarelaescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super recomendo Love 101, viciante, divertida, reflexiva e foge dos padrões de cinema/série norte-americano.

      Obrigada por vir conferir o post e comentar!
      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!