Resenha: A Voz do Silêncio, vol. 3 - Yoshitoki Oima

segunda-feira, setembro 28, 2020

A Voz do Silêncio (vol. 3), Yoshitoki Oima, São Paulo: New Pop Editora, 2017, 200 págs.
Tradução: Sayuri Tanamate
COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

Saudações Leitores!
Vamos ao meu veredito de A Voz Do Silêncio, vol. 3 (Koe no Katachi - 聲の形, 2014) da mangaka Yoshitoki Oima. A série de mangás A Voz Do Silêncio é composta por 7 volumes. Você pode conferir a resenha dos volumes anteriores aqui no blog (Vol. 1; Vol. 2).

Como desde o primeiro volume fiquei empolgada com a série (e porque amo mangás), resolvi trazer veredito de todos os volumes separadamente, portanto, fiquem atentos porque como falo individualmente de cada volume sempre tem spoilers dos volumes anteriores, ok? A propósito, como gostei tanto dessa série de mangás tem um especial no canal falando sobre os volumes CONFIRA AQUI.

Logo de início preciso dizer que A Voz Do Silêncio, vol. 3 foi bastante insperado para mim, pois vários dos acontecimentos presentes nesse volume não cheguei nem a cogitar, porém deixaram várias reflexões tão importantes quanto os volumes anteriores.


Shouya e Shouko apesar do passado e de alguns imprevistos e empecilhos estão construindo uma amizade, bem bonita e fofa, afinal os dois conseguem conversar através da língua de sinais, porém, mesmo quebrando a barreira linguística, ainda assim ambos não conseguem expressar muito bem seus sentimentos.

O mais legal é que por ter se arrependido, pedido perdão e estar se redimindo com Shouko, Shouya tem passado por uma série de transformações em sua vida, ele já não está deprimido, está mais feliz e construiu uma amizade muito bonita com Tomohiro e Yuzuru também.

Porém, ele ainda sente que não cumpriu seu propósito de redenção com Shouko, pois acredita que por ter praticado bullying com ela, acabou roubando momentos que deveriam ter sido felizes, é quando Shouko pergunta se Shouya tem contato com Miyoko Sahara, que na época do primário estudavam juntas e foi a única colega que tentou se aproximar de Shouko de forma legitima e por amizade, porém como ela acabou sofrendo bullying "sumiu" da escola também.

Shouya decide procurar por Sahara e proporcionar o reencontro entre ela e Shouko. Confesso que fiquei super emocionada de ver Shouya se esforçando tanto por Shouko e, também ver o quanto a jovem estava agradecida pelo esforço do amigo.


Porém, no processo de buscar por Sahara, Shouya pergunta de Shouko não teria vontade de se reencontrar com os outros colegas da época do primário. Apesar de doce e gentil, Shouko diz que a única com quem queria falar era Sahara porque não tinha feito outros amigos na época, pelo contrário, tinha sofrido bastante.

Shouya se sente culpado, por achar que faz parte das memórias ruins de Shouko e por isso duvida ainda mais de que pode ser amigo dela um dia. Esse sentimento fica ainda mais intenso quando ele consegue aproximar Shouko de Sahara, pois as duas conversam intimamente como se nada tivesse acontecido e o mais legal é que Sahara também aprendeu a língua dos sinais para conversar com Shouko, mas com tudo o que aconteceu no primário não puderam manter os laços.

Eis que diante de todos esses novos amigos e mudança de postura de Shouya, ele começa a pensar que talvez ele próprio não devesse buscar reencontrar os antigos colegas e quem sabe tentar uma reaproximação, porém, ele se vê muito distante de quem ele era e imagina que todos também estejam diferentes.


É nesse meio tempo que ele se depara com Ueno, também antiga colega do primário. Ueno era como Shouya antigamente: uma bully. Só que, diferente de Shouya, Ueno continua sendo arrogante e praticando bullying, inclusive destratando Tomohiro (amigo de Shouya).

Ueno gosta de Shouya e fica assustada por ver o quanto ele mudou, de modo que fica questionando se tudo não passa de pena ou fingimento. Ela também trata super mal Shouko e persegue Shouya por todos os lados.

A aproximação de Ueno com Shouya me deixou bastante temerosa, pois ela poderia levá-lo para o caminho das "trevas" novamente, mas estou confiante que se alguém for mudar que seja Ueno, para que ela perceba seus erros também.

Apesar da introdução dessa personagem ter sido um pouco brusca de início, acredito que ela dará mais "pano" para esse mangá, inclusive, já pudemos ver uma transformação na própria Shouko que, deve ter se sentindo "ameaçada" e passou a se esforçar mais para se aproximar de Shouya.


É nesse ponto que entra em "cena" um tema bem interessante na comunidade surda: falar. Muita gente acredita que pessoas surdas são mudas, porém isso não é verdade, alguns surdos conseguem ouvir mais com aparelhos (que Shouko usa), porém, nem todos tentam reproduzir falar, porque como não escutam direito sentem dificuldade de reproduzir as palavras corretamente e é possível que quando o façam as palavras não saiam totalmente corretas.

Tendo em vista que Shouya se esforçou para aprender a língua de sinais, percebemos que Shouko agora está se esforçando para falar com Shouya, embora o jovem não consiga entender o que ela fala e fica em dúvida sobre os motivos dela não querer usar a língua dos sinais.

Achei essa abordagem da Yoshitoki Oima bastante interessante e imprescindível, porque infelizmente ainda há muito preconceito ou ideias erradas sobre pessoas surdas. Tem muita gente que ainda acha que surdos são mudos e uns ainda acreditam que se eles conseguem ouvir um pouco com o auxílio de aparelhos deveriam ser forçados a falar, só que essas pessoas esquecem que essa é uma escolha que apenas a pessoa surda pode fazer e não que terceiros façam.


Ademais nas páginas finais (na parte que tem um texto educativo sobre a surdez), mostra de forma sucinta, que a capacidade de aprender a falar, também está condicionada ao grau de surdez de um indivíduo, a tratamentos fonológicos e também a própria vontade de falar. O que pode ser muito incomodo para vários surdos.

Se formos observar ainda mais profundamente A Voz Do Silêncio, vol. 3 percebemos inúmeros exemplos e indicações da cultura surda, expostos de forma tão sensível e que nos remetem muito a empatia, o respeito e a respeitar as pessoas surdas e  a língua de sinais.

Estou realmente curiosa para ver os desdobramentos dessa série nos próximos volumes, até porque este terminou de um jeito que AI MEU DEUS DO CÉU, foi lindo, mágico, fofo, curioso e intimidante...

Vou ficando por aqui, aguardem as "cenas" do próximo capítulo.... ops, volume!

COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Muito obrigada pelo Comentário!!!!