Sol da Meia-Noite (Saga Crepúsculo) - Stephenie Meyer (resenha)

segunda-feira, novembro 23, 2020

Sol da Meia-Noite. Stephenie Meyer. Rio de Janeiro: Intrínseca. 2020. 736 págs.
Tradução: Carolina Rodrigues [et al.]
COMPRAR: Amazon | Outras Lojas
A espera por Sol da Meia-Noite foi grande, mas posso dizer que valeu a pena.

Saudações Leitores!

Sol da Meia-Noite (Midnight Sun, 2020) escrito pela autora norte-americana best-seller Stephenie Meyer, trata-se de um romance que reconta a história do primeiro volume da Saga Crepúsculo (o livro Crepúsculo) pela perspectiva de Edward Cullen, esse aspecto faz com que vejamos várias situações narradas em Crepúsculo, por Bella Swan sob uma perspectiva completamente diferente, além disso, há uma incrementação de "cenas" vividas apenas por Edward, como pensamentos íntimos do personagem. Tudo isso faz com que o que já sabíamos em Crepúsculo se torne algo mais intenso, mais catártico.

Quando li Crepúsculo era tão nova e apaixonada, então me encantei e me identifiquei muito com Bella, afinal ela era uma adolescente que estava numa cidade nova, numa escola nova, tentando fazer novos amigos e descobrindo seu primeiro amor ao passo que também descobria um mundo desconhecido (e isso também pode ser visto como uma metáfora), então ver o lado de Bella foi bem mais simples.

Em contrapartida, ao ler Sol da Meia-Noite percebi uma maior complexidade em empatizar com o narrador, o Edward, talvez porque eu seja team Jake, mas também porque ele já viveu muitos anos, era um ser sobrenatural e possuía habilidades que nenhum ser humano possuía, no entanto, também estava descobrindo seu primeiro amor e tentando lutar contra seus instintos, de modo que esta leitura foi bem mais intensa por ver esses conflitos internos do personagem, mas também por vê-lo sob outra perspectiva.

Acredito que o que mais me chocou e o que mais gostei nesse livro foi ver Edward de uma forma menos romantizada, porque Bella exagerava demais sobre a "perfeição" dele, aqui ele mostra o lado sombrio, sua luta constante em tentar não se deixar vencer pela sede do sangue, pela obsessão, pelo ciúme e evitar ser um stalker controlador. Ver que em vários momentos ele consegue manter o controle, mas que em outros ele falha miseravelmente.

Ter um livro sob a perspectiva de Edward foi bem genial, pois adorei ver o outro lado da moeda, ver o lado racional e monstruoso de Edward se enfrentando, mostrando que não era só Bella que tinha insegurança por se sentir inferior a Edward, mas que ele se sentia inseguro ao lado dela.

Outro ponto da visão de Edward que engrandeceu a Saga Crepúsculo foi ver como ele enxergava a Bella, sem dúvida ele tornou a mocinha mais interessante e me fez perceber atitudes dela que eu não tinha dado a mínima até ler Sol da Meia-Noite, como por exemplo, o fato de ela tentar ajudar todo mundo, ser gentil, de se colocar em segundo plano e confiar em seus sentimentos, além de lutar por aquilo acreditava. 

Quando Bella narra Crepúsculo a gente fica com a impressão de que é apenas mais uma garota apaixonada, meio boba, e muito fraca, mas em Sol da Meia-Noite conseguimos ver o quanto ela é forte e também decidida. Sinceramente? Consegui gostar muito mais da Bella olhando-a do ponto de vista de Edward. É incrível como Bella via as qualidades de Edward mas não conseguia ver as suas próprias qualidades e a mesma coisa também acontecia com Edward que só via o seu lado de "monstro", mas negligenciava suas qualidades e o quanto estava se esforçando.

Eis aqui que entra esse ponto fenomenal: PONTOS DE VISTA. Temos a mesmíssima história, mas os protagonistas estão interpretando cada situação de uma forma completamente nova, particular e que conversa muito com a personalidade de cada um deles e isso é muito incrível e real, pois é exatamente assim que acontece na nossa vida.

Foi incrível perceber o potencial de risco que Bella correu ao estar perto de Edward e não se deu conta porque estava bem apaixonada e queria estar perto, só que aqui também nos damos bastante conta de como ficar perto de Bella era algo extremamente doloroso para Edward, porém, não estar perto dela era ainda mais angustiante.

Uma coisa que consegui entender muito mais do que entendi em Crepúsculo foi acerca do destino de Bella, em Sol da Meia-Noite finalmente consegui compreender que a personagem não escolheu aquele destino, mas que estava predestinada a ele mesmo antes de nascer, ainda quando Edward tornou-se vampiro, que foi ele que salvou Bella inúmeras vezes, que lutou contra o destino dela, mas ao mesmo tempo ela também salvou a eternidade dele..

Apesar de Sol da Meia-Noite ter me deixado bem empolgada durante a leitura e eu ter realmente amado o volume que acrescentou várias "cenas" que não tem em Crepúsculo, tendo em vista que Edward vivenciou momentos afastados de Bella, o livro peca um pouco no tamanho, pois é extremamente descritivo e os capítulos são enormes e devido as muitas descrições dos pensamentos, emoções e lembranças de Edward, não é difícil ficar um pouco entediada com tantos detalhes.

Para exemplificar, uma das cenas que eu mais gostava em Crepúsculo - a cena da campina - ficou tão extensa, tão descritiva e tão maçante que passei quase uma semana para conseguir finalizar o capítulo que, do meu ponto de vista, é o maior e o pior capitulo do livro. Por outro lado, os detalhes e descrições minuciosas de Edward acrescem e empolgam demais em vários outros capítulos, como por exemplo, o da perseguição. Esse capítulo em  Crepúsculo não chegou nem aos pés do que foi em Sol da Meia-Noite, para mim, acabou se tornando o capítulo mais empolgante, eletrizante e melhor de todo o volume.

Enfim, a experiência lendo Sol da Meia-Noite foi realmente boa e adorei revisitar essa história sob a perspectiva de Edward, mas ler o volume foi uma verdadeira jornada, levei quase um mês para concluí-lo (especificamente 27 dias) e Meyer entregou algo realmente digno para seus fãs, mas também tornou várias partes da história maçante e, definitivamente, em uma releitura que eu possa vir a fazer pularei facilmente uns três capítulos deste livro, porque creio que a versão que encontramos em Crepúsculo é mais do que suficiente.

Acredito que quem é fã da Saga Crepúsculo vai realmente amar o livro e sentir que é um verdadeiro presente da autora.

COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Muito obrigada pelo Comentário!!!!