SOCIAL MEDIA

Mostrando postagens com marcador Editora Biruta. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Editora Biruta. Mostrar todas as postagens
Saudações Leitores!
Confiram o lançamento fofo da Editora Biruta e se encantem:


Lançamento: O Dia Em Que b Apareceu

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Saudações Leitores!
Faz algum tempo atrás que li um livro do Jorge chamado Na Curva das Emoções e que gostei muito da forma como o autor escreve, daí tive curiosidade em ler Lis no Peito*, não só por Jorge, mas também por Clarice Lispector, a leitura foi muito saborosa.

Lis no Peito: um livro que pede perdão, Jorge Miguel Marinho, São Paulo: Biruta, 2005, 180 pág.

Lis no Peito: um livro que pede perdão foi escrito pelo carioca Jorge Miguel Marinho, mesmo autor de Na Curva das Emoções. Jorge Miguel Marinho é um escritor brasileiro premiadíssimo.
Em uma palavra, Lis no Peito: um livro que pede perdão, pode ser definido como Poético. Não, não é um livro de poesia, trata-se de um livro em prosa e conta a história de Marco César e Clarice, mas a forma de narrar de Jorge Miguel Marinho passeia entre a mais poética prosa e nos enche de encantamentos profundos.
O livro fala muito de Clarice Lispector e é um manancial de delicadezas, acredito que todos os fãs da escritora deveriam ler Lis no Peito, além de tocar muito na escritora brasileira, este livro mostra a descoberta do amor juvenil, a primeira paixão a expectativa do primeiro beijo, os pensamentos e sentimentos conturbados e a flor-da-pele.
Não vou me estender muito nessa resenha, porque no geral o livro tem uma história bem bacana, mas o foco – pelo menos foi o que achei – é o sentimento a transbordar pelas páginas, o fato de ter escolhido Clarice Lispector já dá respaldo a muito sentimento, ela era uma escritora subjetiva e que mexia magicamente com as palavras. Jorge Miguel Marinho tem esse dom: fascina, encanta, envolve o leitor com suas narrativas.
Antes de finalizar gostaria de dizer que o trabalho gráfico da Editora Biruta sempre me surpreende porque é lindo e cuidadoso, percebe-se que a editora se preocupa com a qualidade de seus livro, Enfim, se você é fã de Jorge Miguel Marinho e/ou de Clarice Lispector, Lis no Peito: um livro que pede perdão, é a leitura ideal. Aproveite!

Camila Márcia

*Este livro foi cortesia da Editora Biruta
 

Resenha: Lis no Peito: um livro que pede perdão - Jorge Miguel Marinho

terça-feira, 13 de maio de 2014

Saudações Leitores!
Hoje vim mostrar uma novidade linda da Editora Biruta, o livro Primavera que, ao meu ver, é muito fofo, muito curiosa para ler, vejam que capa fofa e a sinopse super instigante, principalmente porque além desse livro ser considerado um clássico da literatura estoniana ele envolve elementos dessa cultura o que o torna ainda mais fascinante. Confiram:

Oskar Luts
R$ 49,90    432 páginas
ISBN 978-85-7848-138-4
Idade: a partir de 10 anos

Em uma cidade do interior da Estônia, Arno Tali e seus amigos farão incríveis descobertas enquanto aguardam a chegada da estação mais esperada do ano: a Primavera.
Entre aulas de matemática, histórias de terror, festas de batizado e batalhas de bolas de neve, o livro contará o dia a dia desses meninos e meninas que levam um estilo de vida simples (e muito divertido!).
A narrativa, sensível e detalhada, se passa em um colégio paroquial e traz vários aspectos da cultura estoniana e das influências herdadas da cultura russa, como lendas populares, músicas, a língua e o modo de vida no campo, no início do século XX.  A tradução da obra para o português foi feita diretamente do idioma estoniano, o que enriqueceu ainda mais os aspectos culturais de Primavera, bem como as ilustrações, em preto e branco, que caracterizam o estilo rural da época da narrativa.
Apesar de ser uma história temporal, as crianças de hoje em dia conseguem facilmente criar relações com os personagens, mediante o contato entre os jovens, as brincadeiras e travessuras, as relações familiares e as semelhanças das dificuldades em crescer. Por isso, este é considerado um romance universal, abrangendo temas de todas as culturas.
Primavera é um clássico da literatura estoniana e é comparado a Charles Dickens (Oliver Twist) e Mark Twain (As Aventuras de Tom Sayer). 
 

Sobre o autorOskar Luts é o maior nome da literatura infantojuvenil estoniana e é o autor preferido de várias gerações. Seu primeiro e mais famoso livro é Primavera, escrito em 1912-1913. O romance tem desempenhado um papel importante em reavivar o sentimento de identidade nacional nos estonianos. 

Sobre o ilustradorSandra Jávera é artista gráfica, nasceu em 1985 e formou-se em Arquitetura na Universidade de São Paulo, em 2011. Ilustra livros para diferentes editoras e, além disso, já colaborou com jornais como a Folha de S. Paulo e com diversas revistas como Pesquisa FAPESP, Bravo! e TPM.

Sobre o tradutorPaulo Chagas de Souza é professor no Departamento de Linguistica da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, onde fez sua graduação, além do mestrado e doutorado em Linguística. Durante o doutorado, Souza passou um ano estudando na Stanford University, em Palo Alto, na Califórnia, e em 2008 e 2009 fez pós-doutorado na Universiteit Leiden, na Holanda.  

Lançamento: Primavera

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Saudações Leitores!
Vamos conferir o lançamento da Editora Biruta, livro indicado para crianças a partir de 5 anos, se você tem um filho, irmãozinho, sobrinho ou afilhado segue a dica e sugestão:

ÁGUAS EMENDADAS
Rubens Matuck, R$ 37, 
ISBN 978-85-7848-132-2, a partir de 5 anos

Estamos com mais um livro saindo do forno: Águas Emendadas, do autor e ilustrador Rubens Matuck.

O lançamento apresenta detalhes sobre a Estação Ecológica de Águas Emendadas – um sistema de proteção à natureza da região do Distrito Federal –, além de uma visão particular do autor sobre este belo cenário do Cerrado brasileiro.


O livro remete à um caderno de viagens, onde o autor retrata por meio de suas aquarelas as paisagens que encontrou, com toda a sua fascinante exuberância. Com notas de 1985 até hoje, o Matuck disponibiliza para o leitor conhecimentos das diferentes formas e cores que formam a natureza brasileira.


Águas Emendadas leva o leitor a um passeio entre as palmeiras buritis, a cultura brasileira e a peculiaridade de cada local que Rubens Matuck, com sua paixão e vontade de representar a natureza, expõe em seu lançamento.


Sobre o Autor
Rubens Matuck é artista plástico, escultor, escritor e designer gráfico. É autor de mais de trinta livros infantis, e em quinze deles cuidou não só das ilustrações, mas também do texto. Pela Editora Biruta já publicou diversos livros, pelos quais já recebeu diversos prêmios.

Sobre a Editora Biruta
A Editora Biruta, criada no ano 2000 pelas sócias Eny Maia e Mônica Maluf, tem seu foco na Literatura Infantil e Juvenil. Seus livros já receberam diversos prêmios, como o Altamente Recomendável da FNLIJ (Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil) e o Jabuti, além de terem sido incluídos em catálogos internacionais e selecionados pelo PNBE (Programa Nacional Biblioteca da Escola). A proposta da Editora Biruta é a de oferecer aos seus leitores o melhor texto, ilustrações criativas e projetos gráficos instigantes, por meio de temas que lhes acrescentem novas vivências e se abram a múltiplas interpretações – sempre de maneira lúdica e inventiva.

Lançamento: Águas Emendadas

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Saudações Leitores!
Tem um lançamento super fofo da Editora Biruta que trouxe aqui para vocês conhecerem pois, tenho certeza, que muitos vão gostar, o livro é indicado para crianças a partir de 10 anos, mas isso não impede um adolescente ou adulto gostar e se apaixonar por esse livro.  Ótima dica para presente e uma ótima leitura, mas confira a sinopse e tire suas próprias conclusões!


Sementes de Cabanas Encantadas


Já pensou poder conhecer as maravilhas dos mais diferentes tipos de casas? Sementes de Cabanas Encantadas, de Philippe Lechermeier, transporta o leitor para esse universo de moradas fantasiosas e inusitadas, que com frequência povoam o imaginário infantil.
O personagem Afonso Cagibi, um grande viajante, roda o mundo em busca desses espaços mágicos e nos conta as curiosidades e maluquices com as quais se depara. Em seu caminho descobre uma cabana do fundo do jardim, uma casa quebra-cabeças, uma cabana de papelão e outra para sonhar e encontra torneiras de framboesa e ferramentas inusitadas para a construção das cabanas. Para recordar os lugares por onde passou, o viajante tenta colecionar as sementes de cada um deles; no final, semeia e cultiva sua própria cabana encantada!

O livro mistura fantasia com uma série de referências históricas, como as tendas mongóis e as casas que não existem mais (casas suspensas da babilônia, casas incas e casas-castelo), além de fazer relação com a literatura e a cultura popular, como a casa de guloseimas, do tipo que João e Maria encontraram na floresta, a casa dos três porquinhos e o cavalo de Troia.

Ao abrir as páginas do livro, as belas ilustrações de Éric Puybaret farão o leitor embarcar nesse sonho. São imagens coloridas e delicadas, que transmitem perfeitamente a magia dessa incrível viagem.


Sobre o Autor

Philippe Lechermeier nasceu em 1968, em Estrasburgo, França. Estudou Letras Modernas na Faculdade de Estrasburgo. Começou sua carreira de escritor criando contos infantis para suas filhas. Em 1998, publicou seu primeiro livro, intitulado La valise. Desde então publicou vinte livros, com edições em diversos países.


Sobre o Ilustrador

Éric Puybaret nasceu em 1976, em Allier, França. Formou-se na Escola Nacional de Artes Decorativas de Paris, onde se especializou em ilustração. Em 1999, publicou seu primeiro livro, Au Pays de l´alphabet e, no mesmo ano, foi premiado na Feira Internacional de Livros Infantis de Bolonha.


Sobre a Editora Biruta

A Editora Biruta, criada no ano de 2000 pelas sócias Eny Maia e Mônica Maluf, tem seu foco na Literatura Infantil e Juvenil. Os seus livros já receberam diversos prêmios, como o Altamente Recomendável da FNLIJ (Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil) e o Jabuti, além de terem sido incluídos em catálogos internacionais e selecionados pelo PNBE (Programa Nacional Biblioteca da Escola). A proposta da Editora Biruta é a de oferecer aos seus leitores o melhor texto, ilustrações criativas e projetos gráficos instigantes, por meio de temas que lhes acrescentem novas vivências e se abram a múltiplas interpretações – sempre de maneira lúdica e inventiva.


Sementes de Cabanas Encantadas, a partir de 10 anos, R$ 59,00 (brochura) / R$ 69,00 (capa dura), ISBN 978-85-7848-122-3 (brochura) / 978-85-7848-118-6 (capa dura)

Lançamento: Sementes de Cabanas Encantadas

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Saudações Leitores?!
Umas das editoras que conheço e que tem muita publicação incrível para o público infantil é a Biruta e o melhor, não para de trazer livros cada vez mais legais, então não deixem de conferir mais este lançamento:

Cavalinhos de Madeira

Uma boa leitura já é muito divertida, mas imaginem ver cada página ganhar vida! Em Cavalinhos de Madeira, a autora Kate Westerlund coloca a imaginação como uma grande viagem pelas linhas de um livro.
Em um simples passeio no parque, Ciça encontra Bibluto, dono de um mágico carrossel. Nele a garota é apresentada ao seu mais novo companheiro de viagem, Pégaso, o cavalo alado do brinquedo. Voando com Pégaso, Ciça conhece vilas, casas de dragões e um jardim gigante que a inspiram a transformar um simples passeio em uma incrível viagem! A garota descobre como encontrar um livro dentro de outro usando apenas sua criatividade para reinterpretar as histórias.
As ilustrações de Robert Ingpen, verdadeiras obras de arte, fazem com que esses cenários fantásticos pareçam gigantes e de outro mundo, assim como a imaginação de uma criança em busca de diversão!
De forma singela, a autora consegue unir a infância de Ciça com a de sua mãe e reafirma a leitura prazerosa e criativa dos livros.
Sobre a autora
Kate Westerlund nasceu na Flórida, Estados Unidos, e formou-se em Pedagogia e Sociologia. Vive em Salzburgo, na Áustria, e dedica seu tempo à criação de diversas histórias infantis. Muitos de seus livros já foram traduzidos em vários países, como França e Espanha.
Sobre o ilustrador
Robert Ingpen nasceu em 1936, na Austrália. Ele escreveu e ilustrou mais de cem obras publicadas. Formou-se em artes visuais na RMIT University. Trabalha como designer, ilustrador e autor. Foi o único australiano a receber o prêmio Hans Christian Andersen na categoria de melhor ilustração.

Lançamento: Cavalinhos de Madeira

sábado, 16 de novembro de 2013

Saudações Leitores!
Esse post é especial para quem tem criançada ou quem gosta de literatura infantil [como eu, particularmente gosto] estou divulgando para vocês este lindo e encantador lançamento da Editora Biruta.

Konrad – o menino da lata
Christine Nöstlinger nasceu em Viena, em 1936, e é umas das mais bem-sucedidas autoras contemporâneas infantojuvenis – é ganhadora do Prêmio Hans Christian Andersen, considerado o Nobel da literatura infantojuvenil, além de outros como o Prêmio Memorial Astrid Lindgren , o Prêmio Nacional Austríaco e o Prêmio Alemão de Literatura Juvenil.

Konrad – o menino da lata é considerado sua obra-prima; ele carrega as principais marcas pelas quais Nöstlinger é reconhecida: um humor desrespeitoso, a seriedade perspicaz e uma afetuosidade tranquila. O livro foi publicado recentemente pela Editora Biruta, e é a primeira obra da autora publicada no Brasil.
Dona Bartolotti é uma senhora singular, se veste de maneira extravagante e deixa os seus peixes viverem na banheira. Além disso, tem a mania de encomendar itens estranhos: desde quilos de tachinhas até um moedor de café turco e nove moinhos de oração budista. Certo dia uma grande encomenda chega a sua porta: uma lata gigante de conserva, que contém Konrad, um menino exageradamente educado.

De uma maneira original e divertida, que desconstrói alguns estereótipos sobre a educação infantil, a autora arquiteta uma trama que narra a aproximação e o relacionamento entre a dona Bartolotti, o menino Konrad e a adaptação do menino à sociedade. Com coloridas ilustrações da alemã Annete Swoboda e um belo projeto gráfico, o livro publicado pela Editora Biruta certamente vai divertir não só as crianças, como também adultos.

Konrad – o menino da lata, Christine Nöstlinger, ilustrações Annete Swoboda, R$ 37,50, a partir de 10 anos

Sobre a Editora Biruta
A Editora Biruta, criada no ano de 2000 pelas sócias Eny Maia e Mônica Maluf, tem seu foco na Literatura Infantil e Juvenil. Os seus livros já receberam diversos prêmios, como o Altamente Recomendável da FNLIJ (Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil) e o Jabuti, além de terem sido inseridos em catálogos internacionais e selecionados pelo PNBE (Programa Nacional Biblioteca da Escola). A proposta da Editora Biruta é a de oferecer aos seus leitores o melhor texto, ilustrações criativas e projetos gráficos instigantes, por meio de temas que lhes acrescentem novas vivências e se abram a múltiplas interpretações – sempre de maneira lúdica e inventiva.

Lançamento: Konrad – o menino da lata

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Saudações Leitores!
Confiram os últimos lançamentos da Biruta e parece-me uma ótima escolha para quem tem criança em casa. Incentive a leitura, faça seu filho/neto/afilhado/sobrinho ser um leitor!!!



Jerônimo Totes e suas estranhas mascotes
Em Jerônimo Totes e suas estranhas mascotes, livro de M.P. Robertson, o mais novo lançamento da Editora Biruta, conhecemos Jerônimo, um menino comum. A não ser, é claro, pelas estranhíssimas mascotes que ele tem em seu jardim.
Alguém já ouviu falar de Glube, o Babopótamo, uma lesma enorme que baba sem parar? De Chiante, o pássaro gigante, que é o bicho mais barulhento que já se viu? E de Dragonento, o rinocerossapo com dentes de sabre, que é muito, muito guloso?
Com certeza não. Mas Jerônimo não só os conhece e cuida muito bem de todos, como ainda diz conhecer alguém que baba mais que Glube, é mais barulhento que Chiante e mais guloso que Dragonento. Ficaram curiosos para saber quem é?
Essa é uma história que traz misturas bem estranhas de animais, despertando a imaginação dos pequenos leitores. De maneira bem-humorada e com ilustrações coloridas e inventivas, o livro convida as crianças a criarem suas próprias mascotes.
E a Editora Biruta, o Babopótamo, o Chiante e o Droganento convidam o leitor a conhecer esse mundo fantástico do Jerônimo!

Jerônimo Totes e suas estranhas mascotes, M.P. Robertson, R$ 29, a partir de 5 anos

Sobre o autor e ilustrador
M.P. Robertson estudou Design Gráfico na Universidade de Kingston. Desde 1988 trabalha como ilustrador especializado em livros infantis. A Editora Biruta já publicou sua série Aventuras de Dragão, com os livros Meu Filhote de Dragão, O Incrível Resgate do Dragão, Ladrão de Dragões e O Dragão e a Dupla Insuportável.

Formigossauros X Superferas
Um meteoro mudou de vez a vida dos animais do circo. Ninguém sabe como, mas depois da sua queda os animais ganharam superpoderes... O time dessas superferas é composto por Leone, o leão que ganhou superforça; Doçura, a crocodilo que é capaz de ficar invisível e se teletransportar; Ágata, a leopardo que é superveloz; Tonel, o elefante que move objetos com a força da mente; e Hip e Hop, uma dupla de macacos superflexíveis.
Mas a radiação afetou também um formigueiro próximo ao circo, e formigas gigantes saíram de suas crateras! E elas têm um plano para dominar o mundo...
Esse é o enredo de Formigossauros, lançamento da Editora Biruta. Escrito por Joaquin Londáiz e ilustrado por Escletxa, a história traz uma aventura cheia de mistérios e um pouquinho de confusão.
Donos de personalidades marcantes e bem-humoradas, as superferas se unem para deter os formigossauros. Não vai ser nada fácil, mas eles contam com a ajuda de Toni, um menino que trabalha no circo. Uma verdadeira amizade nasce entre todos, à medida que eles aprendem a superar as suas diferenças. Vamos mergulhar nessa aventura e conhecer as superferas?

Formigossauros, Joaquin Londáiz, ilustrações Escletxa, R$ 35, a partir de 9 anos

Sobre o autor
Joaquin Londáiz nasceu em Madri, em 1979. É formado em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Comillas e já publicou mais de 15 livros.

Sobre a Editora Biruta
A Editora Biruta, criada no ano de 2000 pelas sócias Eny Maia e Mônica Maluf, tem seu foco na Literatura Infantil e Juvenil. Os seus livros já receberam diversos prêmios, como o Altamente Recomendável da FNLIJ (Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil) e o Jabuti, além de terem sido incluídos em catálogos internacionais e selecionados pelo PNBE (Programa Nacional de Bibliotecas Escolares). A proposta da Editora Biruta é a de oferecer aos seus leitores o melhor texto, ilustrações criativas e projetos gráficos instigantes, por meio de temas que lhes acrescentem novas vivências e se abram a múltiplas interpretações – sempre de maneira lúdica e inventiva. 

Lançamento: Jerônimo Totes e suas estranhas mascotes

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Saudações Leitores!
Espiem o lançamento da Editora Biruta.

Editora Biruta lança Formigueiro de Myrakãwéra
No mais novo lançamento da Editora Biruta, um local amaldiçoado é explorado por dois jovens índios, que encontrarão algumas criaturas diferentes, como formigas gigantes e mortos-vivos. Trata-se do livro Formigueiro de Myrakãwéra, escrito por Yaguarê Yamã e ilustrado por Uziel Guaynê Oliveira.
O pano de fundo do livro é uma lenda indígena sobre a região que dá nome ao livro. Antes um local sagrado, tornou-se amaldiçoado por um feitiço lançado por um jovem pajé. Myrakãwéra é um local perigoso, e será palco das aventuras dos dois índios. O conhecimento dos mais velhos é uma máxima que dá o tom da narrativa.
A história é instigante e consegue transportar o leitor para uma realidade diferente, em que ele entrará em contato com outros aspectos da cultura brasileira. Tanto o autor quanto o ilustrador descendem de uma das tribos citadas no livro – o povo maraguá - e conseguem reconstruir a lenda de forma envolvente.
As ilustrações criam um diálogo coerente com a história ao fazer referência às cores e formas indígenas. Elas vêm dispostas num projeto gráfico instigante, característico da Editora Biruta. Com o livro, os leitores poderão conhecer essa lenda e, através dos elementos visuais, conhecer um pouco mais da cultura desses povos indígenas.

Sobre o autor
Ozias Gloria de Oliveira Yaguarê Yamã é escritor, ilustrador, professor e líder indígena. É filho do povo maraguá e descendente do povo sateré-mawé. Formou-se em Geografia pela universidade de Santo Amaro – UNISA, em São Paulo, onde lecionou no ensino público e iniciou a carreira de escritor.

Sobre o ilustrador
Uziel Guaynê Oliveira é artista plástico, escultor e ilustrador indígena nascido no Amazonas e filho do povo maraguá. Faz parte do NEArIn, Núcleo de Escritores e Artistas Indígenas do Brasil. Já ilustrou diversos livros e ministrou aulas de artes no interior do Amazonas.

Sobre a Editora Biruta
A Editora Biruta, criada no ano de 2000 pelas sócias Eny Maia e Mônica Maluf, tem seu foco na Literatura Infantil e Juvenil.  Os seus livros já receberam diversos prêmios, como o Altamente Recomendável da FNLIJ (Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil) e o Jabuti, além de terem sido inseridos em catálogos internacionais e selecionados pelo PNBE (Programa Nacional de Bibliotecas Escolares). A proposta da Editora Biruta é a de oferecer aos seus leitores o melhor texto, ilustrações criativas e projetos gráficos instigantes, por meio de temas que lhes acrescentem novas vivências e se abram a múltiplas interpretações – sempre de maneira lúdica e inventiva.
Formigueiro de Myrakãwéra, Yaguarê Yamã, ilustrações Uziel Guaynê Oliveira, a partir de 11 anos, RS35

Lançamento: Formigueiro de Myrakãwéra

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Saudações Leitores!
E aqui mais um livro que li e fiquei encantada, mesmo sabendo que ele é destinado ao publico juvenil ele cativa até os leitores mais proficientes. Quero agradecer a Editora Biruta pelo exemplar para resenha e parabenizar pelo trabalho gráfico que ficou excelente.


Meu Pai Não Mora Mais Aqui, Caio Riter, São Paulo: Biruta, 2008, 200 pág.
Ilustração: Gustavo Piqueira

Meu Pai Não Mora Mais Aqui de Caio Riter trata-se de um livro encantador cuja história é contada através de dois diários: o diário de Letícia e o diário de Tadeu. Riter já tem vários prêmios em literatura e após essa leitura entendi o porquê.
O livro é destinado ao publico infantojuvenil e traz um enredo com uma linguagem bem simples, moderna e cheia de gírias típica de adolescentes e mais, como o livro é contato através de diários pessoais, a linguagem é típica dos que os escrevem.
A ideia dos diários surgiu através da professora de português que fez a turma escrever diários e através da história ficamos por dentro dos acontecimentos da vida de Tadeu e Letícia além da de seus amigos.
Letícia é uma garota comum, mas que está magoada por seu pai ter arranjado uma namorada e ter se separado de sua mãe. Letícia sofre pela ausência do pai e, à medida que lemos as páginas de seu diário ficamos por dentro dos conflitos que ela passou e as formas de como se adaptar a sua nova vida além das descobertas de sentimentos de raiva e o primeiro amor.
Tadeu também um jovem comum e apaixonado, está descobrindo o amor, mas sempre se apaixona muitas vezes até que algo devastador acontece e, abalado, tenta seguir sua vida. Com a ajuda de seus amigos ele conseguirá superar isso, mas primeiro terá que descobrir o que está sentindo.
É um livro que traz temas contemporâneos como a separação de pais, as intrigas escolares, as amizades, as perdas, conquistas e primeiro amor. A narrativa cativante e rápida nos coloca próximos aos personagens e nos fazem sentir suas alegrias e suas dores.
Se você tiver a oportunidade de ler Meu Pai Não Mora Mais Aqui não deixe passar, pois o livro é belíssimo, além de uma história maravilhosa, contada de maneira encantadora tem uma diagramação linda. Confira!

Camila Márcia

Resenha: Meu Pai Não Mora Mais Aqui - Caio Riter

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Saudações Leitores!
Esse livro recebi de cortesia da Editora Biruta e já aproveito para agradecê-la. Bem, não tinha ouvido falar desse autor, mas quando li a sinopse fiquei bastante curiosa e apesar do livro não ter sido como imaginei, pois não imaginava se tratar de um livro de contos, a leitura me surpreendeu bastante e deixe-me cativar. Espero que gostem da resenha e deixem seus comentários opinando!


Na Curva das Emoções, Jorge Miguel Marinho, São Paulo: Biruta, 2005, 128 pág.

Na Curva das Emoções, livro que recebeu o prêmio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte), foi escrito por Jorge Miguel Marinho, carioca, mas que reside em São Paulo é um escritor muito premiado, já tem entre seus prêmios: Prêmio FNIJL de Melhor Livro para Jovens por A Visitação do Amor, Prêmio Jabuti por Te dou a Lua Amanhã, entre outros prêmios. Também tem contos publicados nos Estados Unidos e na França. [o currículo dele é enorme!!!]
Este livro, Na Curva das Emoções, trata-se de um livro contendo sete contos, são eles: O Umbigo de Isaura, A Libertinagem das Mães, O Seio Tatuado da Minha Avó, As Borboletas Copulam no Voo, Eros de Luto, A Revelação de Clarice Lispector, Aviso Às Borboletas. Em sua essência todo o livro vem a tratar da juventude e suas descobertas, aquela época em que a criança passa para a adolescência e começa a sentir mudanças em si mesmo e nos outros, um estranhamento interno e externo que muitas vezes não são capazes de explicar.

"Viver era difícil demais - e quanto mais fincava a planta dos pés no chão, e o chão era sempre uma casa, mais se via como um bicho alado voando em espiral." (p.17)

De uma forma encantadora Jorge Miguel Marinho vem, através de seus contos, nos mostrar as diversas formas de estranhamento do jovem ao se introduzir numa nova vida e como muitas vezes é difícil lidar com esses sentimentos/emoções. Um ponto belíssimo é que Jorge Miguel Marinho utiliza-se de uma linguagem poética que enriquece e traz delicadeza aos contos além de utilizar diversas metáforas: constantemente o jovem é chamado de borboleta. Uma borboleta que está saindo do casulo e que se sente ainda incerta com respeito a suas asas.
Todos sabemos que a adolescência é uma das fases mais complicadas da vida: a fase dos erros e dos maiores medos, contudo, o autor soube repassar magnificamente todos os anseios e os medos não só dos jovens se descobrindo, descobrindo as emoções e sentimentos, mas também o medo e a falta de tato que muitos pais e adultos tem em relação a essa fase [como se nunca tivessem passado por ela].

"Acontece que ela não se definia por fora e então passava o tempo todo apertando involuntariamente o umbigo em busca de uma emoção cheia de pele dentro daquele corpo em projeção." (p.15)

E qual o melhor conto do livro? Todos. Mas vou dizer que o livro abriu e fechou com chave de ouro. Entretanto os contos: O Umbigo de Isaura e A Revelação de Clarice Lispector foram os que mais saltaram aos meus olhos. Carregados de uma poesia e sensibilidade que só os grandes mestres conseguem colocar em palavras eles trazem muito além do que entretenimento, mas um ensinamento fantástico. Quem escreve um conto com tanta poesia e entrelinhas possíveis e impossíveis pode, sim, ser admirado e premiado.
Confesso até envergonhada que o conto A Revelação de Clarice Lispector que fala sobre o livro A Paixão Segundo G.H. trouxe-me a recordação de quando li o livro e o detestei [não me matem!]. Ao ler o conto e ver a grande e bela interpretação que o autor salientou me senti mal e percebi que talvez eu o tenha lido de maneira superficial e não tenha conseguido inserir-me em sua essência, afinal quando o li era bem jovem. Mas agora estou convencida de que preciso reler esse livro, vou dar-me a chance de tentar revisitar 'sem estranhamentos' A Paixão Segundo G.H..

"_Preconceitos, eu estava construindo o destino de um livro sem sequer ter aberto a primeira página e ter olhado a palavra inicial." (p.105)

O que posso dizer do conjunto da obra: ela é fabulosa, os contos são ótimos. Por se tratar de um livro pequeno e a leitura ser bem poética em uma hora ou duas horas você consegue lê-lo completamente. Claro, se você for analisar cada conto sugiro dedicar mais tempo para as leituras, mas se o objetivo é se entreter e conhecer o trabalho de Jorge Miguel Marinho, você consegue ler muito rápido e ainda sobra tempo para se apaixonar pela escrita cativante do autor.
Contudo, devo admitir que não gostei muito dessa capa, achei-a séria demais para um livro infantojuvenil, e embora reconheça que repassa a sensação de confusão peculiar da adolescência, não é, em particular, bonita. Mas por dentro o livro é lindo! Mais que indicado!

Camila Márcia

Resenha: Na Curva das Emoções - Jorge Miguel Marinho

sábado, 29 de junho de 2013

Saudações Leitores!
Trago alguns lançamentos para vocês: da Editora Gaivota, da Editora Biruta, da Giz Editorial, da Companhia das Letras e Seguinte, parceiras do blog, espero que gostem, pois os lançamentos são destinados ao público infantil e juvenil, então, aproveitem!!! 

O SEGREDO DO AMOR
Autora: Sarah Emmanuelle Burg
Ilustradora: Sarah Emmanuelle Burg
Nº de páginas: 56
Formato: 17 x 17 cm
ISBN: 978-85-64816-00-8
Idade: a partir de 5 anos
Preço: R$ 35,00

O Segredo do Amor é um livro-imagem que constrói sua narrativa através de ilustrações delicadas e sensíveis, retratando o primeiro amor – e todos os sentimentos que acompanham essa descoberta.
As ilustrações em preto e branco são quebradas por um toque de vermelho, que surge na flor em formato de coração, com a qual os personagens se presenteiam. O livro também mostra as pequenas desavenças do casal e a sua reconciliação: e o vermelho está sempre presente, representando o sentimento do amor.
O livro estimula a interpretação de diferentes linguagens e encanta leitores de todas as idades. É um presente perfeito para o Dia dos Namorados, que vem chegando.

VAGALUMICE
Autor: Laurent Cardon
Ilustrador:
Laurent Cardon
Nº de páginas:
48
Formato:
26 x 17 cm
ISBN:
978-85-7848-106-3
Idade:
a partir de 6 anos
Preço:
R$ 35,00

Vagalumice é o terceiro livro da coleção Que Bicho Sou Eu?, lançada pela Editora Biruta. Assim como nos outros títulos da série, Aranha por um fio e Sapo a passo, o autor Laurent Cardon se utiliza de um conteúdo totalmente imagético, para contar a história de bichinhos que terão que descobrir – ou reinventar – uma forma de crescer e interagir com o seu grupo.
Neste lançamento, papai e mamãe vaga-lume levam seu filhote para a escola, onde o professor tem uma missão: ensinar os pequenos a utilizarem a sua famosa luz como meio de comunicação. Mas quem disse que o filhote vaga-lume quer brilhar igual aos outros de seu grupo? Ele pisca mais forte que os demais, o que lhe causa alguns probleminhas – até que o médico vaga-lume dá um jeito para que o pequeno vaga-lume possa brilhar à vontade.
Com ilustrações muito coloridas, que ganham força com a ausência de palavras, o autor proporciona uma leitura que exige concentração e uma boa dose de criatividade, já que a história dá margem à uma infinidade de possibilidades de diálogos.

AMOR LOBO
Organização: Giulia Moon
Autores: André Bozzetto Jr., Eric Novello, Helena Gomes, Georgette Silen, Giulia Moon, Walter Tierno, Nilza Amaral, Rosana Rios, Mario Carneiro Jr.
Editora: Giz Editorial
Páginas: 184
Tamanho: 16 cm x 23 cm
Capa e ilustrações: Rafael Victor
Preço: R$ 29,90 

Em Amor Lobo, a tônica é a diversidade. São nove contos de lobisomens que nos mostram o quanto essas criaturas podem ser tão diferentes – e tão únicos – quando se trata de amor. O time de autores conta com nomes de peso como Rosana Rios e Helena Gomes, autoras premiadas de literatura juvenil que deixaram de lado as convenções do gênero e mergulharam de cabeça em histórias sensuais e ousadas; a conhecida escritora Nilza Amaral, autora do romance O Dia das Lobas; o gaúcho André Bozzetto Jr., especialista em narrativas de terror lupino; além de bons autores de fantasia nacional, expoentes de um gênero que vem ganhando leitores a cada dia, como Eric Novello, Giulia Moon, Walter Tierno, Georgette Silen e Mario Carneiro
Depois do sucesso permanente da coletânea Amor Vampiro, a Giz Editorial aposta as fichas na força do amor violento e feroz dos lobisomens. Amor Lobo, para quem pouco conhece a literatura brasileira de Fantasia, é uma ótima amostra do que se faz de melhor por aqui. E, para quem já se familiarizou com o gênero, é uma experiência instigante, onde o leitor poderá ler o seu autor preferido, lado a lado com outros escritores de reconhecida competência.

RAGNARÖK - O fim dos deuses
Autora: A. S. Byatt
ISBN: 9788535922684
Páginas: 144
Formato: 14.00 x 21.00 cm
Editora: Companhia das Letras
Preço: R$ 34,00

Durante a Segunda Guerra Mundial, refugiada com a família numa pequena cidade do norte da Inglaterra, uma garotinha inteligente e perspicaz descobre as prodigiosas histórias da mitologia nórdica num livro presenteado por sua mãe. Passionais, vingativas e suscetíveis a fraquezas tipicamente humanas, as divindades que governavam o mundo sob a direção do implacável Odin — o fugidio Loki, a orgulhosa Frigg, o violento deus-trovão Thor — cativam os sonhos e as fantasias da menina em meio a um cotidiano pacato mas sombrio. Contudo, ela não tarda a compreender que o colapso final dos deuses — Ragnarök, em islandês antigo — se anuncia a cada passo nas histórias maravilhosas reunidas em seu livro, assim como no plano da realidade as catástrofes da guerra ameaçam exterminar os homens e a natureza. Décadas mais tarde, ela reconstitui com uma prosa poderosa algumas das principais aventuras dos deuses do Valhall, desde a gênese do universo até seu inexorável crepúsculo.

ALBERIC O SÁBIO
Autor: Norton Juster
ISBN: 9788565765091
Páginas: 104
Formato: 13.70 x 19.00 cm
Editora: Seguinte
Preço: R$ 28,00 

Alberic era um homem simples e sem ambições. Após conhecer um viajante, decidiu partir em busca do que o mundo tinha para lhe oferecer. Claude era um jovem que não acreditava em nada. Numa de suas visitas ao museu, ficou intrigado com o quadro de uma jovem triste e, ao se aproximar, foi parar dentro da pintura. Dois reis - o mais rico e próspero do mundo e o mais pobre e miserável de todos - decidem viajar em busca de reconforto e acabam chegando um ao reino do outro.
Os três contos deste livro têm como centro o tema da viagem - e todas as transformações que dela decorrem. Em narrativas cheias de detalhes e ricas na linguagem, Norton Juster nos leva a refletir sobre a nossa própria vida e as escolhas que fazemos, em uma verdadeira jornada pelo mundo da imaginação. 

Lançamento: O Segredo do Amor... e outros

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Saudações Leitores!
Trago informações sobre um evento literário que inicia hoje (05 de junho) e vai até o dia 16 de junho o qual a Editora Biruta e Gaivota - parceiras do DLL - irão participar, portanto, fica aqui o convite e  abaixo mais informações do evento para quem puder participar...


Saudações Leitores!
A divulgação de lançamento de hoje é da Editora Biruta, que está lançando um livro de literatura infantil bem interessante para as crianças, porque além de ser divertido é educativo, #FicaDica, vejam:


Até a próxima gente!

Camila Márcia

Lançamento: Bojabi, A Árvore Mágica

domingo, 19 de maio de 2013

Saudações Leitores!
Primeiramente quero agradecer a Editora Biruta por ter enviado o exemplar para que fosse resenhado e parabenizá-la pela diagramação e cuidado com esta edição. Gosto bastante de literatura infantojuvenil, acho que estes livros sempre passam ensinamentos e valores que estão escassos hoje em dia e é muito bom poder vê-los nas páginas de um livro que passará por milhares de leitores que, com certeza, tirarão conhecimentos dele. Também quero salientar que, pelo que me lembro, este é o primeiro livro infantojuvenil espanhol que leio, geralmente leio muito livros ingleses e norte americanos, portanto, As Lágrimas de Shiva foi um presente maravilhoso para mim, confiram a resenha:


As Lágrimas de Shiva, César Mallorquí, São Paulo: Biruta, 2009, 200 pág.
Traduzido por Socorro Acioli

Las Lágrimas de Shiva foi escrito por César Mallorquí que nasceu em Barcelona. Mallorquí já recebeu vários prêmios literários inclusive o Prêmio Edebé de Literatura Infantojuvenil 2002 pelo livro As Lágrimas de Shiva.
A história traz como personagem principal um adolescente de 15 anos chamado Javier que, por conta de seu pai estar doente, acaba sendo mandado para ficar uns tempos na casa de seus tios Adela e Luís, em Santander o que o deixa muito chateado, pois preferia ficar com seu tio Esteban em Madri, lugar para qual seu irmão Alberto, 17 anos, estava sendo mandado.
Mesmo revoltado por estar sendo mandado para um interior e, principalmente, para uma casa onde só tem suas primas: Rosa (18), Margarida (16), Violeta (15) e Açucena (12) como companhia. Javier prepara sua bagagem cheia de livros de ficção científica – todos os seus favoritos – e parte para Villa Candelaria.

"Às vezes, sem saber muito bem como nem por que, acontecem coisas que nos modificam por dentro e nos fazem ver o mundo de outra forma. Muitas vezes são acontecimentos banais, daqueles que na hora em que vivemos não tem a menor importância, mas que com o tempo adquire uma inesperada transcendência." (p.11)

No princípio tudo é novo e ao mesmo tempo muito chato para Javier, afinal viver numa casa cheia de mulheres é complicado e principalmente quando todas as mulheres são lindíssimas, mas nem por isso suas primas são todas receptivas: Violeta e Açucena são as que recepcionam mal Javier. Violeta se acha altamente inteligente e cultural, considerando o gosto por livros de ficção cientifica do primo como baixo. Açucena recusa-se a falar com Javier.
Mas o tempo vai passando e de repente surge um grande mistério que envolve um fantasma, um colar muito caro que sumiu há mais de 70 anos, As Lágrimas de Shiva, e toda uma história de brigas entre as duas famílias mais ricas da região: os Obregón [família dos tios de Javier] e os Mendonza, tudo por causa de um casamento arranjado não realizado e o sumiço desse colar.
No período que Javier permanece em Villa Candelaria  o fantasma começa a aparecer e deixar pistas para desvendar o mistério que vem atormentando as duas famílias por muitos anos. As descobertas e as amizades que vão se formando no decorrer desse tempo vão tornar a estadia de Javier mais emocionante. Um tempo que deixará saudades no futuro.
Sem dúvida Mallorquí, escreveu um livro maravilhoso em que faz alusão a fatos históricos, mesclando ficção com realidade, ademais, por ter Violeta e Javier – dois leitores ávidos – acaba por citar muitos clássicos da literatura mundial que são dignos de leitura como: O Velho e o Mar (Hemingway), Crônicas Marcianas (Bradbury), Metamorfose (Kafka), O Apanhador no Campo de Centeio (Salinger), Um Mundo Feliz (Huxley), O Frankstein (Mary Shelley) além de citar autores como Jane Austen, as irmãs Brontë entre outros. Tais alusões a livros e escritores nos motivam a conhecer as obras.

"De certo modo aquele livro era dois romances de uma vez: um que era possível ler e outro que se intuía, além das letra impressa. E isso creio eu, era o que concedia tanta autenticidade ao relato, pois a vida, como eu descobri com o passar dos anos, sempre esconde algo diferente do que se percebe à primeira vista." (p.59-60)

Em As Lágrimas de Shiva também há alusões a músicas clássicas e cantores e bandas que fizeram e que ainda fazem muito sucesso. Sem dúvida, um livro destinado ao público infantojuvenil, mas que qualquer leitor mais proficiente poderá amar. Cheio de ensinamentos e mistérios que atiçam nossa curiosidade.

"Descobri muitas coisas naquele verão e não somente um colar perdido. Descobri que o Paraíso está no toque de uma pele macia, que as carícias são mais fortes que o golpes e que os beijos tem o poder de fazer voar. Descobri que havia sentimentos insuspeitados no meu interior, que é possível rir e chorar ao mesmo tempo, que é tão bom querer como ser querido. Descobri, enfim, algo tão simples e tão complexo, tão vulgar e extraordinário, tão doce e amargo como o amor." (p.197)

Não posso deixar de indicar As Lágrimas de Shiva, consciente de que o autor mereceu ganhar todos os prêmios que já ganhou, além de escrever muito bem ele sabe prender a atenção do leitor.

Camila Márcia

Resenha: As Lágrimas de Shiva - César Mallorquí

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Instagram