Resenha: “Estilhaça-me” de Tahereh Mafi

Saudações Leitores!
Como tenho muitos livros para ler e Estilhaça-me foi um dos últimos que recebi, tinha outros na frente de minha lista de espera para leitura, mas estava rolando o maior comentário no twitter, no facebook e nos blogs literários que esse livro era maravilhoso e eu não consegui resistir (a curiosidade matou o gato) e acabei passando ele na frente dos outros livros e... Uauuu, pense numa leitura de tirar o fôlego, adorei!!! Só quero agradecer demasiadamente a Editora Novo Conceito pela oportunidade que me deu de ler Estilhaça-me, como sempre a editora publica livros maravilhosos e com diagramação e acabamentos perfeitos. Além de bom Estilhaça-me é um livro totalmente lindo!


Estilhaça-me, Tahereh Mafi, São Paulo: Novo Conceito, 2012, 304 pág.
Traduzido por Robson Falchetti

O título original de Estilhaça-me é Shatter Me, publicado originalmente em 2011, sendo lançado no Brasil recentemente pela Editora Novo Conceito. Estilhaça-me foi escrito por Tahereh Mafi, uma escritora estadunidense, e trata-se de seu romance de estreia, sendo que este faz parte (inicialmente) de uma trilogia.
O livro é narrado por Juliette, uma garota diferente que está a 264 dias aprisionada em um hospício. Completamente sozinha apenas com a companhia de um caderno e uma caneta quebrada, Juliette não pode tocar em ninguém, pois seu toque pode matar, é por conta disso que seus pais a abandonaram como se ela fosse uma aberração. Posteriormente, ela recebe a noticia de que terá uma companhia na sua “cela” e essa companhia é Adam.
“Às vezes penso que a solidão dentro de mim explodirá pela pele e, às vezes, não tenho certeza se chorar ou gritar ou rir de histeria resolverá alguma coisa. Às vezes estou desesperada por tocar, por ser tocada, por sentir, que tenho quase certeza de que vou cair de um penhasco em um universo alternativo no qual ninguém, nunca, será capa de me encontrar.” (p.12)
Estilhaça-me ainda nos apresenta uma distopia, isto é, a narração se desenvolve num futuro pós-apocalíptico em que os recursos naturais estão escassos, a humanidade aos poucos se desumaniza com tanto sofrimento, o ar é poluído, água é um luxo para poucos e os animais estão praticamente extintos. Eis que surge um órgão chamado O Restabelecimento que se propõe restabelecer a ordem no mundo assim, divide o que restou do mesmo em 3.333 setores. 
“O Restabelecimento nos prometeu esperança de um futuro melhor. Eles disseram que consertariam as coisas, eles disseram que nos ajudariam a voltar ao mundo que conhecíamos, o mundo com encontros nos cinemas e casamentos primaveris e banhos de bebês. Eles disseram que nos devolveriam nossa casa, nossa saúde, nosso futuro sustentável.” (p.59)
Contudo, mesmo em meio ao caos e ao quase “fim dos tempos” a corrupção ainda existe e o egoísmo e anseios por poder ainda é em grande escala, portanto, Warner, um dos comandantes de setor, quer utilizar Juliette como arma para torturar os “rebeldes”.
Tahereh Mafi soube construir uma história que além de entreter o leitor, traz questionamentos fortíssimos a respeito de nossas ações no mundo. Ao ler Estilhaça-me, como muitas pessoas tem associado é quase impossível não perceber algumas semelhanças com os personagens de X-man, mas também (e não sei explicar o porquê) lembrei-me de A Hospedeira pelo caos e haverem grupos resistentes, no caso em Estilhaça-me os grupos resistem ao poder d’O Restabelecimento, e em A Hospedeira à invasão alienígena. Também a localização em que esses grupos se escondem é semelhante. Enfim, vi algo semelhante, mas claro: são duas histórias diferentes, ambas muito boas.
Acerca dos personagens, posso afirmar que Juliette é fabulosa, cativa realmente o leitor e há uma evolução muito grande dela, pois no inicio, após tanto tempo sozinha e vivendo em um ambiente claustrofóbico, vivendo com traumas e num lugar onde se hospeda a loucura (hospício), percebemos que ela tem um pensamento confuso, trágico e tristemente depressivo, o que começa a mudar quando Adam entra em cena. Adam é maravilhoso, bonito, sexy e cavalheiro. Outro personagem que me cativou muito foi o irmão de Adam, James, uma criança com uma maturidade incrível devido a tantos horrores que viu e viveu. Já Warner, apesar de sexy e eu ter sentido que rolou alguma coisa entre ele e Juliette, é demasiadamente mal e egoísta o que me fez não gostar dele embora, eu tenha apreciado todas as suas atuações no livro.
Mafi tem uma linguagem cativante e sua narrativa é bem peculiar, intesa e poética, apesar de no principio causar um pouco de estranhamento, após o desenvolver da história você percebe que, pelo livro ser narrado por Juliette, a autora construiu a narração a partir dos sentimentos confusos da personagem.
Estas palavras são vômito.
Esta caneta trêmula é meu esôfago.
Esta folha de papel é minha tigela de porcelana.” (p.13)
 Creio que pelo livro fazer parte de uma trilogia algumas coisas ficaram sem respostas neste primeiro volume, como o significado dos sonhos de Juliette, eles me deixaram super curiosa, entre outros pontos, claro.
O que posso dizer é que apesar do romance intenso que está presente no livro entre Adam e Juliette, ele não é excessivamente meloso, está tudo na medida certa: romance, suspense, ação e mistérios. É a junção de cada item desses que torna este livro irresistível e envolvente, não posso deixar de recomendá-lo, indica-lo e insistir para que leiam. Espero que fiquem sem fôlego como eu!

Camila Márcia

Ps.: Há boatos rolando na internet que os direitos para a adaptação cinematográfica foram comprados pela 20th Century Fox, contudo não sei se essa informação é verídica, mas já expressando minha opinião acho que um filme do livro seria bem legal.

29 comentários:

  1. Oi flor achei seu blog aqui e fiquei encantada, muito lindo! Já estou seguindo, viu?!

    Ameih sua resenha, totalmente perfeita e já fiquei louuuuuca pra ler esse livro, adoro livros com personagens fantásticos!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. esse livro é outro misterio pra mim: tem resenhas que elogiam, tem outras que detonam :(, não sei o que dizer eu amei a sua resenha, mais ainda tenho um pe atras com o livro

    ResponderExcluir
  3. Olaa Camila!!!
    Como você, eu ouvi milhares de pessoas e blogs comentando como era magnifico esse livro porem ainda não tive a oportunidade de lê-lo.
    Eu percebi que você não falou hoje muito sobre a estória (provavelmente pra não estragar a surpresa) mas se colocou muito bem sobre os personagens e o lado sofrido de Juliette no hospício. Estou ansiosa pra lê-lo.
    Abraços..

    Isabele Alves
    @L_Recomendados
    www.livros-recomendados.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá, Mila. Parabéns pela resenha \o/ Como sempre bem escrita e instigando o leitor :x
    Até agora não vi uma única crítica negativa de Estilhaça-me e isso também aumenta a vontade de ler. Vai demorar um pouco pra mim ler, mas sem dúvidas a expectativa já é grande. Espero que seja como imagino rs

    Beijos
    Ricardo - www.overshock.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Uiah...Mais uma super resenha sobre estilhaça-me com aprovação garantida! Ai...como você estou louca para ler esse livro. Ele está na minha estante como próxima leitura obrigatória! kkk Vou passar na frente de alguns também ,as sem peso na consciência! Amiga, como você colocou esse compartilhar no fim do post? Pode me passar o código? É tãoo fofinho!
    Beijocas!
    http://palomaviricio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ótima resenha Mila, você me deixou realmente curiosa acerca desse livro. Assim que eu tiver a oportunidade de lê-lo, não vou pensar duas vez para não desperdiçar tempo!!! hihihi

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá Mila, como já lhe disse uma vez esse livros com personagens fantásticos não me chamam muita atenção não, gosto mais de livros que tratam de histórias que podem parecer reais, como Nicholas Sparcks, etc... Mas de tanto ver comentários aqui sobre livros cujos personagens tem poderes, magia e etc, começo a pensar em ler algum... Quem sabe Estilhaça-me e Harry Potter, porque pelo visto te encantaram...

    Abraços, querida!
    Uma resenha Maravilhosa essa sua!!!

    ResponderExcluir
  8. Eu quero muiiiiiiiiiiiiiiiito ler, qndo li a sinopse desse livro já fiquei super na espectativa e a cada resenha que leio fico mais e mais... Todo mundo falando bem desse livro hein.... A NC fez uma ótima escolha de publicação, ainda não li uma resenha negativa... nem umazinha....Certamente que lerei.

    bjim.

    ResponderExcluir
  9. Mais uma resenha maravilhosa querida, sempre gosto de ler suas resenhas pela confiabilidade e sua maneira de escrever tão bem.
    Adorei a resenha, e o livro parece ótimo e fiquei curioso para ler, mas vai demorar um pouco.

    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  10. Amigaaaaaaaaaaaaaa eu preciso desse livro, sério! Já tava doido por ele só por causa da capa e sabendo que todo mundo tá amando a história então... não é só mais querer o livro eu sinto que realmente Precisoooo dele.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Bem,muitos andam falando desse livro mas realmente possuo muitos livros na espera de leitura. Espero ficar tão empolgada com o livro quanto você.Porque o livro parece ser muito bom.Pelo menos o enredo chama a atenção.
    Ótima resenha!
    Bjs!
    Zilda Mara
    Cachola Literária

    ResponderExcluir
  12. Parece ser legal, todo mundo comentando. Será que vai rolar o filme mesmo?

    bj sua linda

    ResponderExcluir
  13. Eu simplesmente NECESSITO desse livro o mais rápido possível que eu conseguir. Fui na Saraiva na semana passada e quase morri quando peguei ele nas minhas mãos. Esse livro tem uma das capas mais lindas que eu já vi, além de uma sinopse que faz qualquer um querer ler. Já vi algumas resenhas sobre ele e mal vejo a hora de ler *-*

    Beijos,
    Monique <3

    ResponderExcluir
  14. Minha nossa! Com tantos outros livros pra ler, eu me pego querendo ler este, que ei ainda nem comprei. O dia poderia ter 48hs, né? Quem abe assim daria tempo de ler todos... kkkkk

    ResponderExcluir
  15. Eu acho o kit desse livro lindo; e acho a capa maravilhosa *-* Mas esse livro não me interessa tanto. Tenho vontade de lê-lo para tirar minhas próprias conclusões, pois deve ser um livro muito bom. Mas não é o tema de um livro que me faça pensar: "Meu Deus, preciso desse livro! Deve ser bom demais!" Parece um pouco x-men, haha. Mas enfim, ótima resenha Camila :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Nossa, eu ganhei esse livro semana passada, e to doida pra ler, toda hora pego ele em minhas mão e fico admirando rsrrs...doidinha, mas tenho tantos outros na fila, vou ter que aguardar ainda. Excelente resenha a sua, focando no essencial, sem tirar o prazer da surpresa que nos espera. Beijos.

    http://leiturasdepaty.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Adorei a resenha!
    Achei linda essa capa e estou muito curiosa para ler!

    ResponderExcluir
  18. Gostei da resenha,deu para conhecer mais o livro,mais da Juliette,pela capa achava que a história era totalmente outra.
    A distopia está na moda agora,ainda não li muitos livros desse tipo.

    ResponderExcluir
  19. Essa é uma das trilogias distópicas que está na minha lista de desejados, mas não sei quando poderei ler, afinal é apenas o primeiro volume, então vai ter que esperar até estar completa. Bom saber que você gostou tanto do livro, eu achei bem interessante o recurso que a autora usou de riscar as frases e reescrevê-las.

    ResponderExcluir
  20. Nossa, eu tô muito a fim de ler esse livro. Amo distopias! E que bom que o romance é na medida, isso valoriza muito a história. ;)

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderExcluir
  21. Ando perseguindo esse livro em tudo quanto é sorteio pelos blogs! A estória parece ter um enredo bem fabricado.

    ResponderExcluir
  22. Eu estou atrás de sorteios desse livro e espero ter sorte no De livro e livro rs. Agora vamos ao que interessa, antes eu achava que a Juliette era parecida com a Vampira - pelo poder - mas já li resenhas que me fizeram mudar de ideia. Esse recurso que a Tahereh usa de riscar as palavras está presente também no livro Garotas de vidro da mesma editora, no começo eu estranhei, mas com a leitura você começa a acostumar.
    Fiquei feliz com esse rumor de que seria adaptado para as telinhas, agora só nos resta esperar a confirmação.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  23. Esse livro é bem legal. Só não vou cara a cara desses rabiscos nele. Sei lá, parece meio...bobo. Não sei. A história é bem bacana, e se virasse filme iria ser legal, mas iria lembrar meio que X-men não?

    ResponderExcluir
  24. A primeira coisa que eu penso quando leio a sipnose de Startes é: "Nossa, escreveram um livro sobre a Vampira(x-men)" kkkkk Eu to achando a Vampira foi plageada, com todo o lance da pele e as crises existenciais.

    ResponderExcluir
  25. AAAAA a resenha me deixou mais ansiosa do que eu já estava. Espero que Juliette fique com Adam no final, gostei de saber que o livro vai ter traços de X-Men, que eu também gosto muito : )

    ResponderExcluir
  26. Eu estou lendo Estilhaça-me também e realmente não da vontade de parar de ler *-*
    É muitoo bom mesmo *-* Como você disse: De tirar o fôlego!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  27. Uau ! Uma versão cinematográfica de Estilhaça-me, aparentemente é bastante intrigante, adorei a premissa.
    Bom, estou com muita vontade de ler esta obra que aparentemente é uma distopia e certamente tem muito a nos oferecer ainda.
    Resenha crítica fabulosa, adorei Camila !
    Afetuosamente,
    Gabriel Araújo.

    ResponderExcluir
  28. Eu já pensei em comprar o livro, fiquei muito tentado esses dias... sempre eu vi resenhas positivas sobre o livro e siceramente eu pretendo ler. Eu tenho uma lista com os livros que eu pretendo ler ele esta entre os 30 primeiros ... Espero que ele tbm me vicie igual aos livros que eu sempre escolho o/

    ResponderExcluir
  29. Quero mt ler! Parece ser daqueles que prende!

    ResponderExcluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!