Resenha: “Testemunha Ocular do Crime” de Agatha Christie

Saudações Leitores!
Eu já tinha esse livro há um tempinho, na verdade tenho alguns livros que não li por dar preferencia aos livros de parceria, mas agora vou mudar o esquema de leitura, vou entremear a leitura de parcerias e de livros que compro para que assim eu possa ler tudo que tenho para ler. 
Bem, eu sou fã da Agatha Christie há muito tempo, já li vários livros dela e tenho vários para ler (o objetivo é ler todos, algum dia), mas este foi o primeiro livro que li com a personagem Jane Marple e apesar de ela não ser o Poirot, que é meu detetive favorito na literatura, ela é super simpática e muito esperta e isso me deixou encantada. A história fluiu bem e Agatha Christie arrasa na investigação de mais esse assassinato, novamente ela me enganou, pois eu jamais desconfiei que o assassino fosse quem fosse: explêndido!


Testemunha Ocular do Crime, Agatha Christie, Porto Alegre, RS: L&PM Pocket, 2010, 256 pág. (tradução de Henrique Guerra)

Conhecida como Dama do Crime, Agatha Christie, nascida em 1890, tornou-se mundialmente famosa por seus romances policiais, contudo Agatha também é autora de romances não-policiais, peças teatrais e poemas, seus personagens mais famosos são Mr. Poirot e Miss Marple. Em 1957, foi publicado “4.50 from Paddington” no Brasil: Testemunha Ocular do Crime e trata-se de uma história protagonizada pela detetive amadora Miss Jane Marple.
No início do livro somos apresentados a Sra. Elspeth McGillicuddy que após as compras natalinas entra em um trem para visitar sua amiga Miss Marple e quando o trem em que a Sra. McGillicuddy viajava diminui a velocidade e outro trem acelera, de sua janela ela acaba presenciando um homem estrangulando uma mulher. Como uma boa cidadã, a Sra. McGillicuddy informa a policia acerca do que viu, contudo ninguém acredita, pois nenhum corpo foi encontrado. Não obstante, Miss Marple, obstinada, acredita piamente na amiga Elspeth e decide procurar o corpo com a ajuda de Lucy Eyelesharrow.
De fato Lucy consegue encontrar o corpo de uma mulher em um sarcófago na casa da família Crackenthorpe, em Rutherford Hall. A família Crackenthorpe é uma família rica e como todos os ricos têm suas excentricidades. O Sr. Crackenthorpe, um velho ranzinza e avarento, e seus filhos: Emma, Alfred, Cedric e Harold,  apresentam personalidades muito peculiares. De inicio o inspetor Bacon não desconfia que a família tenha algo haver com a morte da mulher desconhecida, mas por se tratar possivelmente de uma estrangeira a Scotland Yard entra em cena com o inspetor Dermot Craddock que, por sinal, é amigo de Miss Marple.
Pistas reais e falsas, omissões em depoimentos, fatos estranhos, investigações abrangendo várias hipóteses são lançadas no livro e o leitor é guiado por um intrincado e misterioso labirinto de pistas. O que de início pareceu uma morte desvinculada da família Crackenthorpe, toma contornos familiares, principalmente quando percebemos a ganancia e o desejo dos filhos de que o velho Sr. Crackenthorpe morresse para que pudessem se apropriar da herança.  E como a própria Miss Marple afirma que uma morte sempre tende a gerar outras, outras mortes surgem dentro da própria família o que torna o quebra-cabeça, para descobrir o assassino, mais intrincado e emocionante.
Novamente A. Christie desenvolve personagens complexos, e trilha diversos caminhos para a investigação, não perde o foco e faz com que o leitor, instigado, dê um de detetive e tente, desesperadamente, descobrir o assassino. A linguagem e a esperteza de Agatha Christie conseguem envolver o leitor do começo ao fim do livro.
Ninguém sabe matar tão bem seus personagens como Agatha Christie e ninguém sabe encontrar um sentido para a morte de forma tão plausível como ela. O livro é envolvente e encantador, acredito que nem todos os leitores conseguem descobrir o assassino, mas em momento algum Miss Marple deixa a desejar, principalmente para aqueles leitores que são fãs de Poirot, não há frustração, apesar de que com Poirot a investigação se torna mais emocionante, pois ele vai atrás das provas, já Miss Marple segue outra linha investigativa.
Testemunha Ocular do Crime, é super indicado para todos que apreciam um romance policial, para os fãs da Dama do Crime, para quem gosta de bancar o detetive e para todos que gostam da personagem Miss Marple. Boa Leitura!

Camila Márcia

9 comentários:

  1. Oiie,

    Ainda não li nenhum livro da Agatha Christie, mas, tenho muita curiosidade de conhecer as estórias dela.Todos sabemos que ela é uma grande escritora.

    Beijos

    Amigas entre Livros

    ResponderExcluir
  2. Li este livro há tempos (minha mãe tinha um exemplar velhinho, de capa dura, uma belezinha) e achei-o genial. Também sou fã da Agatha Christie e também tenho como meta ler toda a sua obra, um dia!
    Acho que poucos escritores de suspense/policial conseguem o mesmo efeito que a narrativa de Agatha provoca nos leitores. Tudo é muito bem costurado, e as respostas sempre são surpreendentes. Grande escritora!

    bj
    escrevendoloucamente.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. adoro os livros da Agatha, e considero ela a melhor escritora deste genero.

    ResponderExcluir
  4. Dessa vez vou ser do contra, não gsto de romance policial e então Agatha Christie ta fora ad minha leitura, mas olha pra não falarem que eu não conheço a obra dela, li dois livros, um daqueles vira vira que vendia nos catalogos do Avon, sabe? Pois bem li e não gostei, foi uma antipatia na hora, mas tenhoq ue admitir pra quem gosta do genero ela é a autora mais consagrada e mais famosa no meio

    ResponderExcluir
  5. Olá, Mila.
    Ainda não li esse livro - como já disse, estou lendo na ordem cronológica -, mas assistindo ao anime "Agatha Christie no Meitantei Poirot to Marple" pude conhecer essa história e também não imaginava o rumo que ela tomou. Não achei o melhor episódio (ou melhores, já que foi dividido em diversas partes), porém, mais uma vez Christie foi fantástica *-*
    Aliás, também prefiro o Poirot, mas a maneira como a Miss Marple investiga é bem bacana.
    Parabéns pela resenha, Mila.

    Beijos
    Ricardo - www.overshock.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Nossa!!! Eu to entrando agora nesse ramo de "investigação" pois estou lendo o livro "Não Conte a Ninguém..." então estou me fascinando por livros assim *o*

    Espero que esse tbm me de aquele gostinho de "curiosidade".
    Abraços...

    Isabele Alves
    @L_Recomendados
    http://livros-recomendados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Já li um livro de contos da Agatha Christie chamado Assassinato no Beco, achei muito bom e não parei de ler até terminá-lo, já ouvi comentários que apesar dos contos dela serem muito bons os romances são muito mais, são excelentes, ainda não tive a oportunidade de ler, mas imagino que adoraria tendo em vista que amei os contos!
    Sua resenha ficou ótima Mila, o livro que li traz o detetive Poirot, mas pela sua resenha já fiquei interessada em conhecer as histórias com Miss Marple.

    beijos.

    ResponderExcluir
  8. Ótima resenha, já faz algum tempo mas já li esse livro e gostei bastante na época, apesar de Miss Marple ter me encantado, não troco Mr. Poirot por nada. Agatha Christie é realmente uma ótima escritora do gênero, acredito que uma das mais conhecidas e admiradas...

    bjs

    ResponderExcluir
  9. Gosto demais dos livros da Agatha Christie. Ela escreve muito bem e os desfechos dos livros são sempre imprevisíveis.Estou lendo esse livro no momento, ainda estou bem no início, mas espero gostar tanto quanto os outros que li dela, apesar de assim como você esse ser o primeiro que leio com a Miss Marple.

    ResponderExcluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!