Resenha: “O Fantasma de Anya” de Vera Brosgol

Saudações Leitores!
Só posso dizer uma coisa: Tô com cara de boba apaixonada por esse livro! Portanto, necessito agradecer a Editora Jangada por ter me enviado o exemplar para realizar essa resenha, conhecer esta obra e poder falar dela para vocês. Se você gosta de HQ você vai amar, mas se você não gosta, vai amar do mesmo jeito. Confesso que não sou muito fã do gênero [isso não quer dizer que não goste e que não leia, pois leio e gosto muito], mas fui laçada-amarrada-aprisonada por O Fantasma de Anya. Confiram a resenha e entendam o porquê:


O Fantasma de Anya, Vera Brosgol, São Paulo: Jangada, 2013, 124 pág.
Traduzido por Humberto Moura Neto, Martha Argel

A russa Vera Brosgol emigrou quando criança para os Estados Unidos, escreveu O Fantasma de Anya (Anya’s Ghost) que foi publicado originalmente em 2011. Este é seu primeiro livro e em 2012 foi a obra Vencedora dos Prêmios Harvey e Eisner na Categoria “Quadrinhos Para Jovens Adultos”. Nas palavras de Neil Gaiman este livro é “Uma obra-prima dos quadrinhos e da nova literatura”.
O Fantasma de Anya é uma história em quadrinhos toda delicada e bem trabalhado nos termos de qualidade e diagramação, as folhas são aquelas típicas de fotografia e os quadrinhos são excepcionais. A editora realmente caprichou.
Mas e o enredo? Bem, temos Anya, uma adolescente russa que se mudou para os Estados Unidos [como a autora!], com seus dramas juvenis: gosta de um garoto popular chamado Sean que nem sabe que ela existe e que namora a garota mais popular e bonita da escola Elizabeth, não tem amigos exceto uma única amiga chamada Siobhan [uma garota bem peculiar], todos a ignoram na escola, tem complexo de inferioridade, um terrível medo de engordar, tem vergonha de sua mãe e seu irmão Sasha [que lhe atormenta bastante].
Certo dia, perdida em seus pensamentos Anya acaba caindo e ficando presa em um buraco, assustada acaba descobrindo o fantasma de Emily Reilly que há 90 anos ‘habita’ naquele buraco. Emily tenta fazer de tudo para ser útil e se tornar amiga de Anya. Anya vê algumas vantagens em ter uma amiga invisível já que conseguiu tirar notas boas, falar com o gatinho do Sean e ir para uma festa de verdade, entretanto, as coisas começam a mudar e Anya vê um lado de Emily que antes não tinha visto. O que parecia ser uma boa ideia, passa a assustar.
Vera Brosgol escreveu uma HQ fantástica para jovens adultos, mostra a fase das explosões e o mundo juvenil todo cheio de clichês: garotos e garotas populares, um paquera platônico, amigos ou falta deles, bullying, etc. Tudo é bem detalhado, apesar da história ser contada em quadrinhos!
O Fantasma de Anya foi uma grande surpresa para mim, eu sabia do que se tratava, mas não esperava que fosse gostar tanto. Até então nunca fui fã de HQ, tanto que não tenho nenhuma HQ na minha estante, obviamente já li várias HQs, mas nenhuma se tornou meu xodó como está sendo agora O Fantasma de Anya.
Após uma leitura tão boa, é impossível não indicar este livro para quem gosta de HQs, Fantasia, Livros Juvenis, que simplesmente querem estrear no universo das HQs ou primam por um excelente passatempo. O livro inteiro pode ser lido/apreciado/degustado em menos de uma hora. Estou tão apaixonada por essa leitura que fico com uma cara de boba quando falo dele [sim, já saí falando dele para as minhas amigas e despertando nelas a necessidade de o lerem]. Confira essa leitura também!

Camila Márcia

12 comentários:

  1. Eu nunca li HQ, mas pela sua resenha deu pra ver que esse é uma fofura, acho que vai valer a pena eu conferir. *-*

    ResponderExcluir
  2. Gente, que lindo esse livro. Tô como você MIla, babando. Mas eu ainda não o vi nas livrarias, vou chegar e perguntar se tem por aqui. Ou então vou procurar na internet. Fiquei com tanta vontade de ler. Faz muiiiiito tempo que não leio HQ, bateu aquela nostalgia.
    JU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju,
      Se tiver oportunidade de ler, leia, sim, ele é muuuuuito bom e caso você não encontre na livraria, tem em sites na web inclusive no site da editora. Ok?
      xoxo

      Excluir
  3. Gosto de HQ's e estou muito curioso Mila, apesar de não ser esse o tipo de HQ que leio, mas você despertou meu interesse e agora quero conhecer. Tem mais conheço uma amiga que iria amar e vou passar o link da sua resenha para ela conferir.
    Bj linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que despertei seu interesse por esse livro Rafa, acho que realmente ele tem o poder de encantar qualquer tipo de leitor, sobretudo aquele que sai da 'zona de conforto'.
      xoxo

      Excluir
  4. Eu gosto muito de livros que trazem esses dilemas juvenis, sei lá, dá uma nostalgia e traz lembranças boas... não que eu tenha encontrado nenhum fantasma, mas já sabendo da experiência da Anya, vou tentar me manter afastada deles.

    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto Emmy e acho que isso me fez gostar mais do livro e a forma como ela foi contada. Ameih essa HQ e como disse queria tanto que todo mundo lesse.
      xoxo

      Excluir
  5. Mila o livro é juvenil pelo que li na resenha, mas as fotos dão impressão de que ele poderia ser lido por crianças e essa capa dele também, você acha que pode?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida, obrigada pelo comentário.
      O livro é juvenil, sim, e creio que ele pode ser lido por jovens e não por crianças tipo 4-10 anos, pois fala-se em assuntos sexuais e da a entender esse momento e, também, há uso de drogas lícitas [cigarro] por parte do personagem que está no ensino médio, mas estuda e fuma na escola isso pode não ser algo que um pai ou mãe gostaria que seu filho [criança] lesse... mas vai pela concepção de cada um, enquanto alguém lê pode ver isso com maus olhos outros deixam passar batido.
      Entretanto nunca sugiro nunca comprar um livro para crianças só pela capa... tem muito livro infantojuvenil e não infantil com capas bem cute-cute e que não devem ser lidos por crianças.
      Sim, eu sou dessas que acreditam que há livros para todas as idades e devem ser lido no tempo certo.

      Excluir
  6. Nossa que lindo o livro, parabéns pela resenha, e as imagens ele é encantador, acho que vou comprar para minha irmã! Vai gostar do estilo!
    Boa semana e aproveite a última semana para participar do sorteio de 2 anos do Metamorfose Paralela!
    Beijos Pri.

    ResponderExcluir
  7. Olá Camila,

    Não conhecia o livro e pela sua resenha e pelas ilustrações vale a leitura, boa dica....abraços.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário Marco, realmente o livro vale a pena é ótimo!!!
      Como disse: ainda estou sofrendo de encantamentos por esse livro, acredita? Muito, muito fofo.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!