Filme: A Culpa é das Estrelas

Saudações Leitores!
Depois de ter lido e visto muitas pessoas dando surtos psicóticos por conta do filme A Culpa é das Estrelas, enfim assisti ao filme no cinema!!! \õ/ [histerismo sai de mim!]. Quando viajei para Fortaleza não perdi a oportunidade de conferir. Claro que o filme destruiu meu coração e me rendeu baldes de lágrimas acompanhados de uma crise de risos bem no meio do cinema: eu não imaginava que ia chorar e de repente chorei, não aguentei; chorei e de repente comecei a rir porque estava chorando feito louca e todo mundo ficou olhando para mim com aquela cara de WTF?
Tudo bem, tudo bem, muita gente saí com olhos inchados e a maquiagem borrada do cinema após assistir esse filme: normal. Eu não fugi a normalidade embora jurasse que eu era anormal, assistir ACEDE provou o contrário! \õ/

Título Original: The Fault in Our Stars
Gênero: Drama, Romance, Comédia

Direção: Josh Boone

Roteiro: John Green, Michael H. Weber, Scott Neustadter

Produtores: Marty Bowen, Wyck Godfrey

Duração: 125 minutos
Ano: 2014

Sinopse: Diagnosticada com câncer, Hazel Grace Lancaster (Shailene Woodley) se mantém viva graças a uma droga experimental. Após passar anos lutando com a doença, a jovem é forçada pelos pais a participar de um grupo de apoio e logo conhece Augustus Waters (Ansel Elgort), um rapaz que vai mudar completamente a sua vida. (Fonte: Filmow)



Minha Opinião:

Quando li A Culpa é das Estrelas (resenha Aqui) gostei do livro, mas não consegui me envolver em nenhum momento com a história e nem me emocionar de maneira nenhuma, então, por mais que eu não quisesse, depositei esperanças no filme, mas sempre fiquei com o pé atrás e quando vi muita gente comentando que tinham a-m-a-d-o o filme eu fiquei temerosa, porque foi uma reação similar ao que aconteceu com o livro, daí comecei a pensar que não ia gostar do filme. Ledo engano.
O filme superou minha expectativas, não porque é diferente do livro, porque não é: basicamente o filme é a cópia do livro, não houve cortes drásticos e nem mudanças tão aterrorizadoras, foi igualzinho o livro, mas a questão é que os atores foram fabulosos e conseguiram colocar sentimento nos personagens Hazel e Augustus, coisas que me deixou muito perturbada ao ler o livro: Hazel e Augustos pareciam não existir de verdade e nem sentir e nem sofrer, John Green não conseguiu colocar sentimento nas palavras. Eu não senti nada ao ler ACEDE.
Os atores Ansel Elgort (Augustus Waters) e Shailene Woodley (Hazel Grace) conseguiram me emocionar e eles simplesmente tiveram uma ótima química durante todo o filme, teve partes dramáticas e muito engraçadas e os atores conseguiram captar a essência. Nem preciso dizer que já virei fã... [Hey seus lindos: já podem engatar um romance na vida real porque vocês são tãoooooooo lindos juntos]
Eu sei que muita gente vai me odiar pelo que vou dizer agora: mas eu realmente não gostei muito do livro A Culpa é das Estrelas, já li livro com o tema que foram muito melhores e eu reconheço que o que não gostei foi da forma como foi contada e dos personagens tão apáticos, mas o filme UAU... UAU, foi muito emocionante, e só posso dizer uma coisa: os atores são salvadores da pátria. Em raríssimos casos eu gosto mais do filme que do livro e ACEDE está incluído nesse hall de raridades.
Agora não me matem pelos meus comentário, aceito o que vocês tiverem que dizer e a opinião de quem amou livro e filme, espero que saibam aceitar a minha... ah, claro, também estou disposta a ler comentários com argumentos pertinentes sobre o que acharam... Fico só pensando que eu teria gostado mais do livro se eu tivesse assistido ao filme primeiro... 

Camila Márcia 

6 comentários:

  1. O livro é bom e o filme é ótimo, chorei bastante, haha :))

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Betânia,
      Acho que superestimaram o livro, ele não é tão bem escrito assim e os personagens nem chegam a ser tão cativantes, mas os atores do filme obraram milagre e conseguiram fazer a historia ter um sentido maior e melhor... Não estou dizendo que o enredo é ruim, não, mas era vazio... John Green não é lá essas coisas como escritor, mas os atores salvaram o filme que tem potencialidade para emocionar qualquer pessoa.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  2. Preciso urgentemente ler o livro e assistir ao filme...hahaha
    Bem, apesar que estou fugindo de livros que me fazem chorar...

    Beijokas,
    http://minhacontracapa.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaisa,
      ACEDE não me fez chorar em nenhum momento, na verdade foi uma leitura bem mais ou menos, o que me surpreendeu porque sou uma pessoa demasiadamente sensível, mas enfim... o filme, O FILME faz chorar litros... ele é lindo e os atores arrasaram em suas interpretações, se entregaram e ambos tiveram uma química surpreendente.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  3. Comigo foi o contrário, o livro foi perfeito e o filme muito bom... fizemos um caminho inverso ^^'
    Mas, pontos para o filme que foi muito bem adaptado ^^"

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pollyanna!
      Hummmm, duas de minhas melhores amigas também amaram o livro e amaram a adaptação cinematográfica, acho que só eu tive um probleminha com a escrita apática do John Green, mas aprovei sua história, e por isso amei o filme. O filme se tornou um de meus favoritos.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!