Resenha: "Liberte Meu Coração” de Meg Cabot

Saudações Leitores!
Não tenho muita experiência com Meg Cabot, li apenas um livro dela até agora e Liberte Meu Coração é meu novo contato com a escritora, na verdade esse foi o livro escolhido no Clube do Livro Cookies & Borrões do qual faço parte e quando o conferir fiquei meio frustrada, não sei se com a história ou o fato de não considerar essa uma boa leitura para o CDL, acredito que os livros escolhidos tinham que ser envolventes e questionadores para causar polêmica e discussão, dificilmente este livro vai dar margem para um debate mais prolongado. Enfim...
Liberte Meu Coração, Meg Cabot, Rio de Janeiro: Galera Record, 2014, 404 pág.
Traduzido por Fernanda Martins 

Ransom my Heart escrito pela escritora Best-Seller Meg Cabot é um romance cheio de aventuras, amassos e química entre o casal principal. Trata-se de um romance de época atrevido.
A história se passa por volta do século XIII, na Inglaterra, e o comportamento da personagem principal: Finnula Crais, a mais nova de sete irmãos, é de deixar qualquer um de cabelo em pé. Finn não é uma dama, longe disso: ela gosta de usar calças, de caçar nas terras proibidas do conde.
A questão é que parece que não é só Finn que tem um comportamento bizarro e estranhamente a frente de sua época, mas sua irmã Mellana lhe confessa que está grávida e precisa conseguir dinheiro para um dote e poder se casar antes que todos descubram.
É tentando ajudar a irmã que Finn sequestra um homem na tentativa de pedir resgate e conseguir o dinheiro para sua irmã. Só que o sequestro não sai bem como planejado e Finn acaba se envolvendo com o homem, no entanto só muito depois que ela descobre que o homem nada mais é do que Hugo Fitzstephen, o dono das terras em que ela caçava.
Sem dúvida Meg soube fazer com que o casal soltasse chamas e as cenas são muito picantes, é quase impossível não ficar a suspirar, mas eu, particularmente, me surpreendi por não ter gostado tanto do livro, esperava mais.
Embora a história seja boa, tenha bons personagens e um bom enredo e até surpreenda em alguns pontos, ela é um pouco frívola, isto é, enquanto a partes muito boas há partes maçantes e poderiam ter sido melhores, além do mais Finn apesar de ser uma excelente personagem, tinha momentos que se tornava irritante. Já Lorde Hugo, céus! Que perfeição... Fiquei imaginando-o tal como o Paul Wesley... <3
Enfim, Liberte Meu Coração é um livro indicado para quem ama romances históricos e que ama clichês. É uma leitura fluída porque há muitos diálogos e partes que envolvem o leitor, mas não é um livro marcante e que te deixe a ficar refletindo sobre a história.

2 comentários:

  1. Mila,

    Eu gosto de romances históricos, mas eles precisam ser bem construídos e com uma narrativa envolvente e, sobretudo, ter personagens que cativem. Nunca li Meg Cabot e tenho curiosidade, mas vejo que tem gente que gosta e tem gente que não gosta. Fico receosa, mas um dia eu leio.

    abraços,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ju,

      um romance histórico tem que ter fundamento mesmo. Também gosto, mas Liberte Meu Coração não superou minha expectativas, mesmo sendo uma leitura agradável.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!