Resenha: “Um Amor, Um Café & Nova York” de Augusto Alvarenga

Saudações Leitores!
Que livro lindo é Um Amor, Um Café & Nova York*, foi a primeira coisa que pensei ao ver esse livro que foi uma surpresa em TODOS os sentidos e eu senti a grande necessidade de lê-lo logo e compartilhar a leitura com vocês, confiram:


Um Amor, Um Café & Nova York, Augusto Alvarenga, Belo Horizonte: D’Plácido, 2014, 200 pág.

Que difícil começar a escrever sobre Um Amor, Um Café & Nova York! Sempre sinto dificuldade de escrever quando gosto de um livro. Este livro é nacional e o escritor Augusto Alvarenga me surpreendeu bastante.
Este livro já me surpreendeu na hora da chegada dele as minhas mãos: eu não estava esperando, depois tem esse lance da capa [não jugue um livro pela capa, mas isso não me impede de gostar de uma capa à primeira vista, né?], por último eu tinha lido um livro muito, muito forte e intenso – que abalou meus sentimentos e me levou a muitas lágrimas – então eu não estava disposta a ler algo que me machucasse e lendo a sinopse de Um Amor, Um Café & Nova York vi que era o tipo de leitura que eu precisava: um livro viciante e fofo.
O escritor Augusto nos apresenta dois personagens incrivelmente fofos: Camila (minha xará ) e Guilherme (Gui) que são os namorados mais lindos e maduros que já conheci na nossa atual literatura brasileira. Os dois vão completar mais um ano de namoro e o Guilherme ao conhecer o sonho de Camila de um dia ir para Nova York, decide realizá-lo e programa toda a viagem que ocorrerá no período de um mês.
A viagem é linda, maravilhosa e podemos visualizar um pouquinho de Nova York e ver o quão intenso e firme é o relacionamento dos dois, mas algo vai acontecer e abalar as estruturas desse romance. De um lado eu entendo as atitudes tanto de Camila quanto de Guilherme, ambos não querem atrapalhar a vida um do outro, mas também não podem viver longe um do outro, importantes decisões deverão ser tomadas e isso pode quebrar um coração.
Detalhe, Um Amor, Um Café & Nova York tem um final bem aberto no sentido de que se Augusto Alvarenga quiser, algum dia retomar a história de Camila e Guilherme ou só de um dos dois é completamente possível, mas também se o autor não quiser prosseguir o final dá a entender muitas coisas e o leitor fica com a interpretação que lhe agradar mais. Eu tenho o meu final [mental] da história .
Comentei, em minhas redes sociais, enquanto lia Um Amor, Um Café & Nova York que este livro não era “o livro”, mas ele tinha o mérito de ser uma leitura agradável, charmosa, romântica, leve e, sobretudo, fofa. Li ele num período favorável o que me fez amá-lo muito, então recomendo a leitura desse livro após uma leitura pesada, porque ele tem a leveza de uma pluma e sua leitura nos leva a tomar um avião e encarar um voo internacional rumo à Nova York. Se esta Camila que vos escreve não conseguiu ainda conhecer NY, com certeza a Camila do livro realizou uma boa parte do meu sonho e dividiu sua experiência comigo o que foi demasiadamente gratificante.
Para finalizar quero parabenizar o Augusto Alvarenga por ter escrito um livro fofo e profundo que exalta os valores: familiares, a importância das amizades e de se ter alguém para amar. Também tenho que dizer que a capa e as ilustrações no decorrer do livro, bem como as introduções dos capítulos com letras de músicas deixou ainda mais charmoso o conjunto da obra.


*Este livro foi cortesia da Editora D'Plácido, para saberem mais sobre o livro ou adquirirem um exemplar, clique AQUI.


2 comentários:

  1. Gente, eu me apaixonei pelo livro de primeira, por essa capa (sou dessas, me julguem) e pelo começo da sua resenha. A única coisa que me desanimou foi que eu não gosto de jeito nenhum de finais abertos :/

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Betânia,

      O final é sim possível uma continuação, mas quase todos os livros são assim... o que quer dizer que Um Amor, Um Café & Nova York pode ter continuação ou não... não sei lhe dar essa informação, mas se você curtiu acho que vale a pena conferir e se não gosta de ler continuações, não precisa encarar - caso haja - como disse ele tem um final e você pode fazer suas suposições mais românticas e ficar por isso mesmo.... Eu prefiro isso, exercita nossa imaginação e puxa é liiiiindo demais esse livro.

      obrigada pela visita e comentário.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!