Resenha: “Diário de Um Adolescente Apaixonado” de Rafael Moreira

Saudações Leitores!
O que falar sobre Diário de um Adolescente Apaixonado*? Minha resenha não foi algo tão positiva, porque não gostei do livro, pela minha experiência, minha bagagem literária essa leitura foi muito frustrante e não me envolveu, espero que não me interpretem mal, mas não sou obrigada a gostar de um livro só porque o autor é nacional, tem muito material intragável e outros maravilhosos que mereciam ser descobertos, então não é preconceito é minha opinião sincera sobre o livro (até porque apoio literatura nacional, e já li muito livro estrangeiro que era uma porcaria e alguns nacionais maravilhosos).



Diário de Um Adolescente Apaixonado, Rafael Moreira, Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito, 2015, 128 pág.

Diário de um Adolescente Apaixonado foi escrito pelo paulista Rafael Moreira que ficou conhecido pelas suas redes sociais onde fala sobre diversos assuntos que estão presentes na vida dos adolescentes.
Esse livro traz vários textos do Rafael sobre diversos assuntos: primeiro amor, paixão, bullying, escola, família, sonhos, anseios. É quase um livro de autoajuda, que não é autoajuda, porque não tem como um adolescente ter experiência o suficiente para poder ser expert em todos os assuntos, até porque viver é muito complicado e não existem regras.
Muitos dos textos são interessantes, mas não é algo exatamente bem escrito, no entanto ele escreve para um público adolescente, então está valendo. Fico pensando na minha adolescência e acho que teria gostado desse livro, mas hoje – atualmente – com minha experiência de vida e minhas formações pessoais e profissionais, achei tudo muito vago e bobinho, de certa forma, fútil.
Não obstante, eu sei, tenho consciência que quando eu era adolescente eu meio que pensava e agia como o Rafael Moreira, só que de forma mais feminina e nem sempre tão fofa.
O que quero dizer é que Diário de um Adolescente Apaixonado não foi uma leitura muito gratificante para mim, isto é, esse tipo de livro não me envolve, é ultrapassado para mim. Atrevo-me a dizer que se o leitor não quiser morrer de tédio ao ler esse livro deve fazê-lo no meio de outras leituras bem mais interessantes e intensas.
Na verdade, acredito que esse é o tipo de livro para adolescentes, ou seja, exclusivamente para esse público. Desse modo se você não é adolescente, já passou dessa fase, melhor não arriscar ZZZZZzzzzz ler. Caso você seja adolescente, mas se considera maduro e já leu algo grandioso como Dostoiévski ou um desses clássicos mundiais e entendeu/gostou melhor passar longe de Diário de um Adolescente Apaixonado porque não será uma boa leitura, sabe?
É um livro fofinho, nada demais e dá para perceber como o Rafael se sente orgulhoso por ter escrito um livro: ele tem que sentir isso mesmo, é importante para a vida dele, mas é melhor não ficar com o rei na barriga, porque tem muito que melhorar.


*Esse livro foi cortesia da Novo Conceito. Para saber mais sobre o mesmo, clique AQUI.

4 comentários:

  1. Oi,Mila!
    Eu também não achei o livro essas coisas, até porque não tem mais o meu perfil. Nem sei se quando eu era adolescente eu gostava dessas porcarias. Acho que não. No fundo, no fundo é mais um livro comercial unicamente direcionado para adolescentes em estado de inércia.
    Bjs!
    Zilda Peixoto
    http://www.cacholaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Zilda,

      Também não gostei do livro, achei bobinho e foi com muito custo que consegui terminá-lo.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  2. Oi, Mila
    OBRIGADA POR ESSA RESENHA. Só vejo gente se desmanchando por esse livro, mas desde a primeira vez que eu vi, não botei fé. Meu santo não bateu muito com o do Rafael, e o que vi por ai dele não me agradou. Não achei que tivesse qualidade para um livro, mesmo que seja para adolescentes. Não gosto da desculpa de "é mal escrito, mas é pra adolescente então ok" acho que todo livro deve ser bem escrito e pensado, independente do público.
    Não sei, esse livro não me desce. Mas a NC fez o maior circo em volta dele porque vendeu taaaanto. Mas me desgostou, não lerei mesmo.

    bjs

    www.blogsomaisum.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bibs,

      O livro realmente não é bom.
      Concordo com você quando diz que todos os livros tem que ser bem escritos, sobre tudo os que são para os adolescentes, até porque os adolescentes tem esse caso de amor e ódio, se gostar de lê, torna-se um leitor, se não, desiste. Então é importante bons livros.
      Muitas vezes acho que esse grande markenting acaba é prejudicando os livros, pois os leitores vão gerando altas expectativas que muitas vezes despencam de um despenhadeiro fenomenal.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!