Resenha: “Ela quer te Encontrar e te Fazer Feliz” de Ed Fischer

Saudações Leitores!
Quando Ed Fischer, o autor de Ela Quer Te Encontrar e Te Fazer Feliz*, entrou em contato comigo para firmar parceria fiquei muito feliz e assim que ele me enviou seu livro [e ele chegou em minhas mãos, claro] eu o devorei em poucas horas! Apesar de demorar postar a resenha, enfim hoje trago para vocês e espero que gostem.

Ela quer te Encontrar e te Fazer Feliz, Ed Fischer, Barueri, SP: Novo Século (Talentos da Literatura Brasileira), 2014, 176 pág.

Ela quer te Encontrar e te Fazer Feliz foi escrito pelo brasileiro Ed Fischer, pseudônimo de Edvander Araújo Nepomuceno, trata-se, também de seu livro de estreia.
O livro nos apresenta o personagem principal, Gustavo, que é um homem ambicioso e que carrega dentro de si vários comportamentos que são considerados reprováveis socialmente: egoísmo, impaciência, intolerância, falta de caridade, soberba e te atitudes inescrupulosas. Contudo, Gustavo é um homem bem sucedido e por conta de seu bom desempenho profissional é transferido para um cargo melhor em outra cidade.
Nesse ínterim, Gustavo tem encontros sucessivos com uma mulher muito bonita e misteriosa, ambos falam sobre muitos temas da vida, do cotidiano e espiritualidade, as conversas entre eles são bem filosóficas. Quando ele se muda, a mulher misteriosa também aparece na nova cidade de Gustavo, ele pergunta quem ela é, como se chama, mas a mulher mantem segredo e afirma que ele saberá no tempo certo, o mais interessante é que a mulher aparece exatamente no momento em que ele mais precisa desabafar. Gustavo também esconde um segredo grave e esconde isso até de sua namorada, Laura, por achar que ela não irá perdoá-lo e entende-lo.
Sem dúvida nenhuma, o ponto alto do livro é todo o mistério da mulher e do segredo de Gustavo, não é a toa que o leitor fica ansioso por desvendar, mas confesso que desvendar esses mistérios não é tão fácil assim, Ed Fischer, soube escrever uma trama linear e que não dá muitas dicas sobre o mistério. O que deixa o leitor ainda mais envolvido.
No entanto, para mim, mesmo tendo um enredo interessante e todo esse mistério envolvente, a narrativa não foi bem o que eu esperava, de fato, me surpreendeu o desfecho, mas durante a leitura achei o livro muito filosófico, sobretudo as partes das conversas de Gustavo com a mulher misteriosa, em alguns momentos era exposições de filosofia e religiosidade puras, ao longo de páginas desse diálogo! Ficava meio cansativo, devo admitir.
Além do mais, apesar de ter gostado do livro, não consegui me envolver muito, nem com a trama e nem com os personagens, por conta dessa exposição exaustiva e filosófica e também porque durante a leitura me senti lendo um livro de autoajuda, cheio de dicas de como ser melhor, agir, pensar e esse tipo de conceitos morais.
Fui ler uma ficção e me deparei com um estilo de autoajuda, quase como aqueles livros da série O Vendedor de Sonhos do Augusto Cury, não, eu não estou dizendo que é ruim, estou dizendo que não era o que eu esperava, mas a leitura foi tranquila e bem rápida, até porque o livro não é volumoso, então em algumas horas dá para ler.

   * Esse livro foi cortesia do próprio autor: Ed Fischer, para saber mais sobre ele, clique AQUI.

2 comentários:

  1. Ola, tudo bem?
    Nunca tinha ouvido falar do livro mais gostei inmenso e ganhei uma certa curiosidade para o ler. Vou ler quando puder.
    Voce fez uma resenha muita boa.
    Beijos de Espanha.
    http://abracalibro.blogspot.com.es

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Obrigada pela visita e comentário. Bem vindo!

      Espero que leia em breve, é uma boa pedida. Leitura que dá para ser feita em poucas horas...

      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!