Resenha: “Vango – Entre o Céu e a Terra (vol.1)” de Timothée de Fombelle

Saudações Leitores!
Estava com muita saudade daqui, desculpem-me pelo sumiço, mas estava viajando e não tive acesso algum a um computador e acessar do celular ainda é um problema muito grande para mim. Portanto, depois da minha viagem trago para vocês a resenha de Vango* um livro que foi uma grande surpresa para mim, pois ele tem um pouco de tudo: ação, mistério, personagens cativantes, história... enfim, confiram a resenha e saibam mais...

Vango – Entre o Céu e a Terra, Timothée de Fombelle, São Paulo: Melhoramentos, 2015, 360 pág.
Traduzido por Maria Alice Sampaio Dória

Vango - Entre ciel et terre foi escrito pelo francês Timothée de Fombelle, que escrevia principalmente peças de teatro, mas lançou-se também na literatura. Vango - Entre o Céu e a Terra é a primeira parte do romance, dividido em dois livros, cujo volume dois intitula-se: Vango - Um príncipe sem reino.

"_É porque mudamos de opinião que conquistamos o céu [...]. Um pequeno conselho de homem sábio: nunca irá muito alto se não mudar de opinião." (p.78)

O livro se passa no entre guerras mundiais e, portanto, faz algumas alusões a personalidades histórias, concatenando com fatos fictícios e personagens fictícios. É o retrato da sociedade, ideologias daquela época, e isso é um grande achado cultural, porque nossa história não pode ser esquecida, e sempre acho livros assim extremamente inteligentes.
Durante toda a narrativa acompanhamos as peripécias de Vango, um garoto que cresceu e viveu de forma bem misteriosa, ele foi criado por uma mulher que sempre disse que depois de um acidente perdeu a memória.

"Quando se vive sozinho. os objetos têm uma grande importância. O olho se habitua a eles, pois ficam no lugar em que os pomos, e uma mudança, por menor que seja, é tão espantosa quanto a marca de uma pegada na Lua." (p.255)

Vango está a ponto de tornar-se padre quando a polícia chega para prendê-lo e ele começa a saga de sua fuga. Como na época do entre guerras tudo era incerto e cheio de conspirações há muita aventura, perigo e ficamos angustiados quando lemos. Vango é um cidadão cosmopolita, viajou por vários lugares do mundo em um Zepellin e fala vários idiomas. A narrativa vai acontecendo enquanto Vango está em fuga e passa por vários países e época, pois ela é recortada por flashbacks.

"A língua dos outros é uma canção estranha, cuja música imitamos antes de compreender as palavras." (p.39)

É através dos flashbacks e dos acontecimentos presentes que nós, leitores, vamos destrinchando os mistérios da vinda de Vango, vamos criando nossas teorias, vamos torcendo pelo personagem.
Particularmente, achei a narrativa eletrizante, envolvente e bem diferente, Timothée de Fombelle escreve de uma forma recortada, com suspense, mistério e historicidade dentro da ficção, isso me atrai, não obstante, achei que em alguns pontos a narrativa fica confusa, justamente por conta de tantos detalhes, datas, anos e essas coisas. Vango - Entre o Céu e a Terra, de certa forma, exige uma atenção muito grande do leitor.

"Existem portas tão fechadas que nem as vemos mais, tal é o medo que temos de abri-las. Colocamos móveis na frente delas, tapamos totalmente a fechadura." (p.259)

Para finalizar, vou deixar a indicação, sobretudo, para quem curte livros com muito mistério e aventura; indicado também para quem gosta de livros que utilizam de fatos históricos dentro da ficção.



*Este livro foi cortesia da Editora Melhoramentos, para saber mais sobre ele, clique AQUI.

6 comentários:

  1. Oii Mila, tudo bom?
    Amei sua resenha, já li o livro também, e gostei, não se tornou meu favorito, mas achei uma história bem diferente!
    Um beijo
    Garota do Livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Katrine,

      também gostei muito do livro embora não tenha se tornado um dos meus favoritos, reconheço que é bem escrito e bastante inteligente, valeu a pena ler.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  2. oi flor, o livro tem uma proposta interessante que chamou a atenção desde o começo, é bom saber que ele é tudo isso e um pouco mais
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thaila,

      Fico feliz que a resenha telha lhe deixado curiosa a respeito do livro, ele é realmente bom. Vale a pena a leitura... se você o ler, quero acompanhar sua opinião.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  3. Hey Milla, tudo bem?
    Nunca ouvi falar desse livro antes, mas eu gostei muito da premissa e pela sua empolgação com a história, com certeza deve ser muito bom! Além do mais adoro livros com mistério e aventura. Sua dica está anotada aqui, obrigada (:

    Adorei sua resenha e o layout do seu blog é lindíssimo! Parabéns!
    Gostaria de convidá-la a dá uma passadinha lá meu: www.madrugadadeleitura.blogspot.com.br
    ficaria imensamente feliz com sua visita!
    Abraços e boas leituras!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Franci,
      muito obrigada pelas palavras e elogios, espero que tenha a oportunidade de ler porque é muito bom.
      Claro que vou visitar seu cantinho agora mesmo.

      xoxo
      Mila F

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!