Resenha: “Deixe a Neve Cair” de John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle

Saudações Leitores!
Estou até com vergonha de admitir, mas faz muito tempo que comprei Deixe a Neve Cair e somente este ano consegui ler, na verdade, tenho um certo medo de ler John Green pois acho um escritor supervalorizado, então eu sempre adio as leituras dos livros que ele escreve. Nesta resenha quero falar um pouquinho dessa minha experiência.


Deixe a Neve Cair, John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle, Rio de Janeiro: Rocco Jovens Leitores, 2013, 336 pág.
Traduzido por Mariana Kohnert

Let it Snow (2008) no Brasil Deixe a Neve Cair é um livro composto pelos três contos: O Expresso Jubileu, O Milagre da Torcida de Natal e O Santo Padroeiro dos Porcos, escritos por Maureen Johnson, John Green e Lauren Myracle, respectivamente.
Os três contos são independentes, mas são conectados, pois se passam na mesma cidade e os personagens acabam se conhecendo e aparecendo uns nos contos dos outros. Na noite de Natal uma tempestade de neve cai sobre uma cidadezinha chamada Gracetown que acaba se tornando o centro de vários encontros e desencontros amorosos, a descoberta e os recomeços são elaborados em cada conto.
No conto O Expresso Jubileu acompanhamos a história de Jubileu (sim, esse é o nome da garota) que tem o Natal arruinado por seus pais e acaba indo parar em Gracetown onde conhece Stuart e vai viver um monte de emoções e aventuras ao lado dele, além disso vai se descobrir durante esse dia. Em minha opinião, esse foi o meu conto favorito, eu vibrei bastante com ele, tem tudo na medida tão certa que é impossível não suspirar e torcer.
Em O Milagre da Torcida de Natal vamos acompanhar Tobin, JP e Duke (Duke é menina, gente) numa aventura pra lá de bizarra no intuito de chegarem à lanchonete onde o amigo trabalha e que durante a nevasca uma porção de líderes de torcida foram parar lá. Esse conto não é o meu favorito, pelo contrário, acho que se fosse para escolher, esse estaria no último lugar, pois só passei a gostar dele no finalzinho. Foi meio incoerente demais para o meu gosto, então as ações dos personagens não me convenceram e ficaram surreais e sem noção.
Por fim, em O Santo Padroeiro dos Porcos vamos nos infiltrar nos dramas da vida de Addie que está sofrendo e atordoada com o fim de seu relacionamento com Jeb, portanto, acaba ignorando e colocando em segundo plano suas amigas Tegan e Dorrie. Na realidade, é comum Addie ignorar os problemas, sonhos e desejos dos outros, ela está mais preocupada com seu mundo, como se ele girasse em torno dela. Esse é um dos contos que passam uma das mensagens mais lindas não só apenas sobre o perdão e o amor, mas a importância e o valor das amizades.
No geral, Deixe a Neve Cair, é um ótimo e divertido livro e realmente indicado para essa época de Natal, onde queremos histórias que nos toquem, sensibilizem e envolvam. Vale a pena conferir esse livro, leitura leve e descontraída!

“O Natal nunca termina, a não ser que você queira. O Natal é um estado de espírito." (p.286)

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!