Filme: O Doador de Memórias

Saudações Leitores!
Já faz um tempão que li O Doador de Memórias, mas apenas recentemente assisti ao filme e venho compartilhar minha opinião de telespectadora e amadora... minha análise é algo bem particular, não tenho objetivo algum de analisar profissionalmente os filmes que assisto, até porque não tenho autoridade para fazer isso, portanto, lá vai minha opinião sentimental.

Título: The Giver (Original)
Ano: 2014
Direção: Phillip Noyce
Gênero: Drama, Fantasia, Ficção Científica
Países de Origem: Estados Unidos da América

Sinopse:  Na trama, o jovem Jonas vive em uma sociedade futurista e distópica que apagou as memórias de seus cidadãos, transferindo a responsabilidade de manter a lembrança do passado a uma única pessoa, o Receptor. jones é selecionado para esse serviço, mas depara com o difícil treinamento dado pelo Doador do Título.

Minha Opinião:
Quando li O Doador de Memórias (resenha do livro AQUI) eu achei um pouco chatinho, devo confessar, por outro lado, também o considerei bem interessante, portanto, decidi que precisava conferir o filme.
Demorou bastante para eu assistir, não estava assim tão ansiosa, mas consegui gostar bastante do filme, que no meu entender sofreu sutis alterações em relação ao livro, mas que foram ótimas para dar uma maior agilidade e compreensão da história.
Toda a fotografia correspondendo ao  enredo e ao livro me surpreenderam bastante foi uma das coisas mais incríveis no filme, a qualidade da adaptação superou, realmente, minhas expectativas até porque eu não esperava algo tão surpreendente, mas foi ótimo.
O elenco também estava bom, pois contou com Katie Holmes, Meryl Streep, Taylor Swift. O ator que interpretou Jonas: Brenton Thwaites, me surpreendeu, ele conseguiu passar exatamente os sentimentos do personagem.
Após assistir ao filme, fiquei com vontade de ler a continuação de O Doador de Memórias, pois eu tinha desistido, mas o filme conseguiu me cativas, provavelmente eu conseguiria ler o livro através de outra perspectiva e iria gostar mais.
Acredito que o filme foi um aposta do cinema, mas apesar de bem estruturado e ter uma magnifica produção, ele não chega a ser algo viciante e a ideia do enredo poderia ser um pouco mais clara. Desde o livro, tinha a impressão de que a própria história carecia de algo, havia algo que faltava e eu não consegui desvendar o que era, mas no filme, posso assegurar que senti falta de um romance, sei lá, nas telonas a gente sempre quer ver algo intenso como o amor, embora tenha vários tipos, queremos um romance entre casal.
Acredito que, para quem leu o livro, assistir ao filme é uma boa pedida, para quem ainda não leu e quer assistir ao filme, poderá apreciar e compreender bem, mas, sem dúvida, haverá um estranhamento inicial com a perspectiva preto e branca se desenvolvendo para as cores, sobretudo o vermelho. É uma excelente metáfora. Acredito que filme e livro são um ótimo complemento um do outro.

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!