Resenha: "De Repente" de Nichole Chase

Saudações Leitores!
A Editora Pandorga enviou-me o livro De Repente que li e hoje trago a resenha para vocês, mas adianto: esperei mais, no entanto o que encontrei não foi ruim... vou explicar!
>> Para saber mais sobre o exemplar clique AQUI.


De Repente (Série Royal), Nichole Chase, São Paulo: Pandorga, 2015, 452 pág.
Traduzido por Paula Rezende

Suddenly Royal no Brasil publicado com o título De Repente, foi escrito por Nichole Chase, tratando-se do primeiro livro da Série Royal que conta com os livros: Suddenly Royal (De Repente), Recklessly Royal (já publicado no Brasil com o título Imprudente) e Reluctantly Royal.

Confesso que uma das coisas que me chamou atenção para De Repente foi a capa do livro: que capa mais linda! Após ler a sinopse fiquei curiosa, apesar de já ter logo comparado com o filme Diários de Uma Princesa baseado no livro de Meg Cabot, isto é, o enredo já beirava ao clichê, no entanto, não me importo com clichês, acho bem bacana, mas acredito que o autor ter uma responsabilidade enorme, pois quando o leitor pega um livro com o enredo clichê espera que, no mínimo, ele seja bem desenvolvido e traga alguns pontos que o diferencie.


Samantha Rousseau mora em Nova York e é uma garota normal e independente, tudo o que conquistou – diga-se de passagem – foi por esforço próprio. No entanto, a realeza de Lilaria pousa em NY em busca de uma condessa cujos antepassados deixaram Lilaria por conta do perigo iminente de serem mortos (ou algo do tipo), então a atual rainha quer restabelecer a fortuna e terras aos herdeiros.


Bem, daí já dá para perceber o óbvio: Samantha é a condessa herdeira de todo um patrimônio e compete a ela decidir abnegar tudo o que conquistou e partir para Lilaria, digamos que aqui, entra o príncipe sedutor e lindo, Alex D'Lynsal, que a incentiva a voltar para Lilaria e de maneira bem particular torna-se um incentivo para ela, afinal o cara é gato, rico, príncipe e está dando o maior “mole” para ela.


Meus caros, a história não tem nada de novo, embora a narrativa seja bem fluída, é frustrante ver algo que não se desenvolve e beira ao supérfluo, há diálogos intermináveis e sem sentido de valor para o decorrer da narrativa. Confesso que senti que Nichole Chanse, tentou enrolar para terminar o livro.


Não encontrei o clímax desse livro, porque quando Samantha e Alex ficam juntos não foi algo fofo, histórico, além do mais em De Repente também não temos um personagem antagônico para por um conflito na narrativa, nem triangulo amoroso tem!

Resumindo: foi tudo tão fácil e previsível que até mesmo os contos de fadas têm mais suspense. Pode parecer que não gostei do livro, mas não é que eu não tenha gostado, simplesmente não me marcou, não me empolgou e, se não fosse o fato de terem algumas cenas bem hot e eróticas, diria que o livro era bem juvenil, porque a história é bobinha e o desenvolvimento fraco.


Um ponto que achei bacana foi o fato de cada capítulo começar com uma frase que remete a uma manchete de jornal/revista (de fofocas), é legal para podermos nos orientar e já sabermos o que esperar em cada capítulo.

Em relação a edição e trabalho gráfico, achei uma lindeza, realmente as páginas são muito bonitas e os detalhes tem tudo a ver com a história.


4 comentários:

  1. oi Camila, que o enredo é clichê ta na cara e eu adoro um clichê, mas que pena que tem esses momentos baixos na trama, realmente parece mais simplória
    gostei do fato de como se iniciam os capitulos
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaila,

      é super clichê, mas também amo clichês então isso não me incomodou de fato, mas achei que faltou algo para o livro ser realmente bom.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  2. Romance juvenil, mal escrito? To fora.

    Mas tipo, tava na cara que era uma tentativa de escrever algo como Diário de Uma Princesa, só que mais hot, pelo que deu para entender por sua resenha.

    abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (o.O) oi Ju...

      tem várias pessoas que gostaram, não foi o meu caso, mas o livro não é todo ruim, dá para ler se quiser apenas passar o tempo e não tiver pretensão alguma.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!