Resenha: "Pretty Guardian Sailor Moon – Vol. 4" de Naoko Takeuchi

Saudações Leitores!
Eis a resenha de Pretty Guardian Sailor Moon - Vol. 4 que demorei vir postar, mas o importante é que está resenha saiu. De antemão já saliento que o mangá teve uma melhora significativa, estou empolgada novamente, espero que confiram e gostem!


Pretty Guardian Sailor Moon – vol. 4, Naoko Takeuchi, São Paulo: JBC, 2014, 248 pág.
Traduzido por Arnaldo Massato Oka

Pretty Guardian Sailor Moon – vol. 4 começa onde o vol. 3 terminou, e como já havia comentado, não gostei muito do volume anterior, mas este último superou minhas expectativas e consegui apreciar e aproveitar bastante da leitura.


Desta vez vamos acompanhar do Ato 17 ao 21 e será muita emoção, revelação e descobertas. Após a sucessão de fatos catastróficos em que Sailor Mars, Sailor Júpiter e Sailor Mercury são levadas para a Black Moon, restando apenas Sailor Moon e Sailor Vênus além de Tuxedo Mask para tomarem providências e salvarem as amigas e o mundo. 


As coisas parecem ir de mal a pior, no entanto, no Ato 17 Segredo – Sailor Jupiter alguns segredos são revelados e Chibiusa  tem tudo a ver com a revelação, desde então uma incrível agilidade toma conta do mangá e, a mangaka Naoko Takeuchi, foi genial nesse ponto, pois além de todo a revelação há outras histórias no meio e quando parece não haver mais saída aparece uma luz, sem contar que há muita ação no Ato 18 Invasão – Sailor Venus.


É também em Pretty Guardian Sailor Moon – vol. 4 que nos deparamos uma outra Sailor no Ato 19 Salto Temporal – Sailor Pluto, que é responsável por guardar a porta do tempo e isso acontece quando Sailor Moon, Sailor Venus, Tuxedo Mask, Chibiusa, Luna e Artemis vão para o futuro, na Tóquio Cristal, pois é no futuro que pode haver a solução para combater a Black Moon.


No futuro há novas descobertas, isso acontece lá no Ato 20 Tóquio Cristal – Rei Endymion, e muita coisa desestrutura o leitor, algumas informações importantes para saber como destruir a Black Moon que faz parte do futuro, mas também atravessou o tempo para o passado justamente para destruir o mundo.

Por fim, no Ato 21 Labirinto - Nêmesis, e a vez de Sailor Moon ser "raptada" para a Black Moon e muitas coisas ficam um tanto quanto obscuras: por que raptar as Sailors? Qual o objetivo real do inimigo? Até aqui está meio confuso, mas confesso que desde o começo da série de mangás esse é o melhor vilão que já apareceu em Sailor Moon - pelo menos até agora.


Amei esse vol. 4 dos Mangás, realmente teve pontos bem essenciais. Já estou empolgada para a leitura do próximo volume. Aliás o mangá não tem só pontos positivos, aqui e acolá tem uns fios soltos e umas contagens de tempo que não me parecem coerentes (certas), mas isso não atrapalha em nada a trama central.

Esses são os primeiros mangás que leio (tem resenha dos volumes anteriores AQUI) e tenho cultivado um carinho todo especial e realmente nostálgico do tempo que eu assistia o animê na TV.  


0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!