Resenha: "O Castelo de Vidro" de Jeannette Walls

O Castelo de Vidro: Memórias, Jeannette Wall, São Paulo: Globo, 2014, 344 pág.
Traduzido por Alexandre Martins

Saudações Leitores!
O Castelo de Vidro: Memórias cujo título original é The Glass Castle (2005) é uma autobiografia da jornalista e escritora Jeannette Wall, inclusive, este livro ganhou vários prêmios, entre eles o Elle Readers de 2005 e o Alex 2006 da American Library Association. Jeannette já escreveu outros dois livros publicados no Brasil: Cavalos Partidos e A Estrela de Prata.

Não costumo ler muito biografias ou autobiografias, mas vez por outro me jogo numa leitura do tipo, é sempre uma surpresa, apesar de não ser meu tipo de leitura favorito. Em particular, O Castelo de Vidro, é uma autobiografia romanceada que conta a infância e adolescência de Jeannette com pais irresponsáveis e ao mesmo tempo peculiares.

A história é triste em diversas partes porque a família de Jeannette não tinha muita estrutura financeira e responsabilidade, além do mais seu pai era alcoólatra e sua mãe acreditava que o sofrimento ensinava muito mais a viver do que qualquer escola ou proteção materna.
O Castelo de Vidro não foi um livro que me deixou emocionada - como vi muita gente comentando que era emocionante - e não me chamou atenção particular, mas confesso que achei bastante interessante a história de vida da autora e como ela conseguiu se criar numa família tão complexa, além do mais a vida dela prova o quanto é guerreira e batalhadora, mas não é um livro que eu tenha considerado realmente bom. 

O livro é Ok, mas achei um pouco cansativo e confesso que enrolei duas semanas para terminar de ler... simplesmente não tinha paciência para esse livro e estava lendo outros tão mais interessantes. Espero não desmotivar a leitura de ninguém, pois como eu disse o livro é legal e interessante, mas não me identifiquei com o estilo de narrativa, com a "voz" de Jeannette, mas quero tirar a prova disso lendo outro livro dela.

Acredito que O Castelo de Vidro possa a vir interessar mais a leitores de biografias ou para quem quer se arriscar num estilo diferente do que está acostumado, fica a dica!

2 comentários:

  1. OI Mila

    acho que eu gostaria desse livro, achei o título bem interessante e gosto de ler autobiografias...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juliane, vá em frente, a leitura é interessante, principalmente se você gosta de autobiografias.

      xoxo
      mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!