Resenha: "Um Ano na Vida de um (total e completo) Gênio" de Stacey Matson


Um Ano na Vida de um Gênio, Stacey Matson, São Paulo: Geração Editorial, 2016, 264 pág
Traduzido por Sandra Martha Dolinsky

Saudações Leitores!
Um Ano na Vida de um (total e completo) Gênio me ganhou logo pelo título: amo títulos grandes e curiosos, como este. Posteriormente, fui ler a sinopse e depois a prévia do primeiro capítulo do livro e PRONTO, eu precisava desse livro!


O título original é A Year in Life of Total Complete Genius  e foi publicado em 2014, é o resultado da escrita de Stacey Matson, além disso se trata de um livro que se originou de um trabalho de dissertação da escritora, logo é seu livro de estreia.

Já comecei a leitura de Um Ano na Vida de um (total e completo) Gênio sabendo se tratar de um infantojuvenil, por isso esperava algo leve e com uma mensagem de vida, mas me deparei com um conteúdo que superou minhas expectativas e foi hilário.


O livro todo é contado através de partes do diário de Arthur A. Bean (pré-adolescente de 13 anos,), através de trocas de e-mails entre ele e seus amigos Kennedy (a garota por quem ele é apaixonado) e Robbie (um colega que ele tem que suportar), através de tarefas escolares, relatórios, matérias do jornal da escola, etc. Então a leitura é bastante dinâmica e por isso bem rápida também (em um dia, no máximo, dá para ler todo o livro).

Então, acompanhamos a história de Arthur que quer ser um escritor famoso, mas está passado por uma crise de escrita, um bloqueio (que é bastante comum), mas ele é novo demais para perceber isso e acaba achando que não está acontecendo nada demais. Acredito que o bloqueio se dá porque ee perdeu a mãe recentemente, alguém que apoiava o filho e tornava sua vida mais leve.

Durante o ano escolar, vamos acompanhar Arthur e todas as suas peripécias, ironias, desafetos, sinceridade exacerbadas e seu egoísmo em diversos momentos. Arthur é uma criança solitária, que está sofrendo a falta da mãe e a ausência do pai que está em constante luto, negligenciando o próprio filho, é toda uma relação complexa, mas percebemos pela história o quanto o personagem sofre, mas ao mesmo tempo não se deixa abater.



Arthur é também um daqueles personagens que chegam ao limite para conseguirem o que querem, isso é um ponto bastante positivo se ele soubesse usar esse fato como qualidade, mas ele vai ter que quebrar a cara para aprender e ironicamente é super divertido e também educativo acompanhar isso.

Sem dúvida alguma, Stacey Matson, preencheu seu livro com tiradas incrivelmente engraçadas e despretensiosas, além do mais soube trabalhar seus personagens com características psicológicas bastante complexas, reais e que dariam uma boa análise. São personagens infantis (pré-adolescentes) que mostram como suas personalidades estão sendo moldadas e o quanto ter alguém por perto; família, amigos, vizinho e escola, é extremamente importante para estruturar e pesar as dicotomias entre: Certo X Errado, Justo X Injusto, Ético X Antiético, Mentira X Verdade.


Simplesmente adorei Um Ano na Vida de um (total e completo) Gênio e acho superincrível se você ler esse livro e gostar tanto quanto eu, não tem como não gostar, gente, o livro é bem fechadinho: enredo coerente (sobretudo para a idade dos personagens), personagens, sentimentos envolvidos, atitudes, é tudo bastante convincente. Uma salva de palma para Matson, criou uma história legal, divertida, fácil de ser lida e bastante educativa, isto é, reflexiva.

Outro ponto que merece destaque é a edição: tá linda, tá perfeita, tá favorável! O Conjunto todo está ótimo.

2 comentários:

  1. Que livro lindo: cada, edição, tudo
    E a história promete, isso é tão legal
    Seria um bom presente né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juliane

      e além do livro ser uma lindeza, eu amei a história e a forma como foi contada, SUPER.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!