Resenha: "Pó de Lua nas Noites em Claro" de Clarice Freire

Pó de Lua nas Noites em Claro, Clarice Freire, Rio de Janeiro: Intrínseca, 2016, 208 pág.
Comprar: Amazon, Saraiva, Submarino, Americanas

Saudações Leitores!
Pó de Lua nas Noites em Claro é o segundo livro da pernambucana Clarice Freire, cujo primeiro livro foi Pó de Lua. Neste segundo livro encontramos um projeto gráfico que segue o padrão do primeiro volume e que enche os olhos de tanta beleza.

Neste segundo livro temos um pequeno diferencial: aqui encontramos pequenos versos/textos poéticos. Além disso aqui vemos poesias ilustradas e criativas que acontecem durante toda a noite, passando pela madrugada e terminando ao raiar dos primeiros raios de sol, é um livro que considero para se sentir.
No entanto, apesar de reconhecer que Pó de Lua nas Noites em Claro é um livro rico em detalhes, cores e sensações, não consegui perceber um crescimento/evolução do trabalho de Clarice Freire, pelo contrário, chego até a considerar o primeiro livro melhor do que este. 
Não estou buscando ser A Crítica Literária, mas acredito que todo trabalho artístico deve apresentar uma evolução em relação ao trabalho anterior e eu simplesmente não consegui ver isto aqui. É claro que gostei de Pó de Lua nas Noites em Claro, mas esperei mais, alguma novidade, algo diferente de seu projeto inicial, frases ou textos com mais profundidade. Não encontrei isso. Na verdade aqui encontramos mais do mesmo.
O projeto é lindo, fofo até. É uma leitura fácil e muito rápida, mas não é transcendente. Sabe aquele livro presente? Do tipo que é fofo para presentear uma amiga ou um affairPó de Lua nas Noites em Claro é esse tipo de livro, ou seja, não faz muito sentido você comprar para si mesmo, porque vai carecer de significado e você encontra coisa melhor no mercado editorial, mas é uma boa opção de presente porque aí carregaria um significado fofo de carinho e são frases e pequenos textos que agradam independente do gênero ou tipo de livro que qualquer pessoa curta. É uma ótima opção de presente.

No mais, quero dizer que sempre vou estar perdidamente apaixonada pelas edições dos dois livros da Clarice Freire, sobretudo com a lateral das folhas coloridas (azul e amarelo) e o próprio formato (tipo moleskine) e as folhas grossinhas e mimosas. A edição, sem dúvida alguma é primorosa! Um livro bonito para ter na estante.

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!