Resenha: "Ruído Branco" de Ana Carolina

Ruído Branco, Ana Carolina, São Paulo: Planeta, 2016, 144 pág.

Saudações Leitores!
Já sabemos quem é Ana Carolina cantora, compositora e agora, através de seu livro de estreia: Ruido Branco, conhecemos outras facetas da artista: poeta, prosista, pintora.
O livro faz um passeio através de poesias e prosas sobre sentimentos, relacionamentos, passado, futuro e decisões, é um livro que arrepia. Fiquei bastante impressionada com o que encontrei em Ruído Branco, um conteúdo que, em momento algum, deixou transparecer ser de estreia, pareceu-me profissional, uma poesia madura, experiente e sensitiva.
É impressionante ver essa nova faceta de Ana Carolina, além do mais, Ruído Branco, traz vários quadros pitados pela artista, que são bastante impressionante, até mesmo para mim que não entendo muito de pintura. 

O que mais gostei em Ruído Branco, foi o fato de a poesia se igualar a uma produção clássica que aborda temas e sentidos perenes e não superficiais e rasos como muitas vezes vemos em produções atuais. 
Para finalizar quero salientar a edição de capa dura da Editora Planeta, cheia de capricho com as bordas das páginas pretas o que "casa" ainda mais com o título da obra, o livro tem várias fotos em preto e branco da cantora-escritora. Não poderia haver uma edição mais linda!

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!