Resenha: "Da Poesia" de Hilda Hilst

Da Poesia, Hilda Hilst, São Paulo: Companhia das Letras, 2017, 584 pág.
COMPRAR: Amazon, Saraiva

Saudações Leitores!
Recentemente lançado pela Companhia das Letras, Da Poesia é uma edição completa de todo o acervo poético de Hilda Hilst, além de contar com poemas inéditos e ilustrações da própria poetisa. 

Não tinha lido quase nada da Hilda Hilst antes de ler Da Poesia, somente alguns fragmentos e poesias que via vez ou outra espalhados pela internet, portanto, quando soube dessa publicação fiquei tão empolgada que não perdi a oportunidade de conhecer mais uma poetisa brasileira.

O que mais gostei dos poemas de Hilda Hilst foi a inteligencia com que ela expunha sentimentos ou contava pequenas histórias. Na verdade o que gosto ao ler poesia é que, diferentemente de uma prosa o leitor tem que sentir o que está escrito, pois só assim ele conseguirá entender um texto poético. Resultado: alguns dos poemas de Hilda me comoveram, me emocionaram, me renderam várias emoções, mas outros eu simplesmente não entendi, provavelmente porque não me identifiquei com os sentimentos ali expostos.
Isso é um ponto ruim? De modo algum, penso que, quando for reler a obra novamente, vou ter novas experiências e quem sabe poderei amar e entender estes poemas que não consegui sentir nesta minha primeira leitura?! Definitivamente, amo poesia e sempre que me deparo com livros e coleções assim fico arrependida por não me jogar mais nesse tipo de leitura.
Temas sobre amor, solidão e morte são bastante constantes na lavra poética de Hilda Hilst o que prova que, realmente todos estamos familiarizados com esses sentimentos e temos possibilidade de compreender sua obra. De fato, esses temas caem bem no texto poético pois são experiências coletivas - por mais individualizadas que sejam - o homem é alguém que no passado, no presente ou num futuro vive cercado por esses sentimentos, aspirações e medos.

Da Poesia é um livro único, singular e, definitivamente, perene. Poesia é sempre algo perene, pois independente da evolução tecnológica sempre teremos sentimentos comuns e singulares, poesia é a transcrição desses sentimentos de forma artística (a única forma possível para expressá-los) e que ganha tradução através de pouco seres inspirados: os poetas.

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!