Lançamento: Cloro... e outros

Saudações Leitores!
Sei que já estamos no final do mês, mas eu não queria deixar de mostrar mais estes livrinhos que foram lançados em Novembro pela Companhia das Letras, fica a dica, ok?

CLORO
Alexandre Vidal Porto
Companhia das Letras
ISBN: 9788535931846
Formato: 14 x 21 cm
152 pág  |  Brochura
COMPRAR: Amazon | Saraiva

SINOPSE: Em Cloro, Constantino é um defunto autor. No limbo em que se encontra, ele rememora fatos decisivos de sua vida — até a morte inesperada, aos cinquenta anos de idade. Advogado bem estabelecido em São Paulo, aprendeu na infância que “ser bicha não era bom”. Sempre escondeu seu desejo. Desde cedo, incorporou um personagem heterossexual. Casou-se com Débora, sua namorada de adolescência, e foi pai de dois filhos. Um acontecimento trágico rompe o frágil equilíbrio em que se mantinha, e ele é confrontado com sua homossexualidade. Passa a levar uma vida dupla. Encontra-se com homens e apaixona-se por Emílio, diplomata que conhece em Brasília. Pela voz de Constantino e depoimentos de seus familiares e amigos, Alexandre Vidal Porto oferece uma narrativa lúcida e necessária para os tempos atuais — quando ser você mesmo é um ato de coragem. 

UM CRIME DA SOLIDÃO
Andrew Solomon
Companhia das Letras
ISBN: 9788535931839
Formato: 14 x 21 cm
112 pág  |  Brochura
COMPRAR: Amazon | Saraiva
SINOPSE: demônio do meio-dia foi um livro divisor de águas sobre a depressão. Seu autor, Andrew Solomon, tratou de forma singular e inédita sobre esse mal que afeta milhões de pessoas no mundo, mas que, muitas vezes, ainda não é tratado com a seriedade devida. O suicídio é o extremo a que a doença pode levar, e é muito mais comum do que imaginamos: a cada quarenta segundos, alguém tira a própria vida.
Nestes artigos que foram reunidos em livro pela primeira vez, numa edição exclusiva para o Brasil, Solomon reflete sobre casos recentes de suicídio de personalidades, como Anthony Bourdain, Robin Williams e Kate Spade, assim como de literatos, entre eles Sylvia Plath e David Foster Wallace, e ainda Virginia Woolf, que “tentou salvar-se pela arte” mas que sofria de um mal clínico intolerável e escolheu a água como um meio de morrer. Com sua narrativa fluida e seu olhar sempre empático, ele relata e analisa uma série de casos de pessoas que acabaram partindo antes da hora. 
O ELEITO
Thomas Mann
Companhia das Letras
ISBN: 9788535931709
Formato: 16.20 x 23,40 cm
272 pág  |  Capa dura
COMPRAR: Amazon | Saraiva
SINOPSE: Thomas Mann redescobriu a lenda do Papa Gregório, esse “Édipo cristão”, produto de um incesto, que tinha a “força do arrependimento para perdoar todos os pecados”, quando procurava um tema para o seu herói Adrian Leverkühn, protagonista de Doutor Fausto. Tempos depois, o escritor tomou consciência do fascínio da história em si e escreveu O eleito.
Narrado por um monge irlandês, o romance acompanha a vida de Gregor, lançado ao mar num cesto, ainda bebê, por ser o fruto pecaminoso de um casal de irmãos nobres. Ele sobrevive milagrosamente e é criado numa ilha por pescadores e um monge. Já adulto, o destino fará com que ele reencontre a mãe, agora rainha, e repita o pecado do incesto, pois ambos ignoravam seus laços de sangue. Banido de novo, ele buscará o caminho da evolução moral e espiritual, para então encontrar a redenção divina.

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!