Resenha: "A Poeta X" de Elizabeth Acevedo

A Poeta X, Elizabeth Acevedo, Rio de Janeiro: Galera Record, 2018, 322 pág
Tradução: Giu Alonso
COMPRAR: Amazon / Saraiva

Saudações Leitores!
A Poeta X (The Poet X) é uma narrativa contada através de poesias; foi escrito pela dominicana-americana Elizabeth Acevedo, trata-se também do livro de estreia da mesma. Além disso este volume figura na lista de best-seller do New York Times e é finalista do National Book Award.

Confesso que desde que vi a capa desse livro e li a sinopse sabia que iria me apaixonar por ele, mas nunca pensei que ficaria tão impactada com essa leitura e que me emocionaria tanto. Já até fiz um vídeo falando desse livro e da minha experiência de leitura (AQUI), mas senti a necessidade de escrever sobre ele também. Apontar motivos e tentar convencê-los a ler o volume.

Listei 5 Motivos para você ler A Poeta X:

1º É bem mais que um livro de poesia

Apesar de ter sido escrito nesse formato, a cada poema vamos acompanhando a vida da poeta X ou Xiomara. Essa forma de contar a história de Xiomara foi totalmente encantadora, para mim, os poemas geralmente são considerados a expressão da alma, então todo o volume é arrebatador e um verdadeiro tapa na cara ao se deparar com todos os sentimentos de Xiomara, todas as suas revelações.

Há muito tempo não li nenhum livro que contasse uma história através de poemas, os que geralmente li nesse formato foram os clássicos: Ilíada, Odisseia, Os Lusíadas, entre outros. Obviamente A Poeta X traz um tema mais atual, e uma leitura mais contemporânea que prende o leitor.

2º  É empoderador

Em suas poesias Xiomara nos fala sobre o corpo feminino, sobre a relação com o corpo, sobre aceitação, e aborda temas sobre representatividade negra. Para completar o pack, ainda vai falar sobre sua batalha mais cruel: contra relacionamentos abusivos praticados não só pela sociedade, mas por quem está próxima à ela.

3º Tem relacionamentos familiares conflituosos

Um dos assuntos mais abordados em A Poeta X  é sobre a relação que Xiomara tem com sua família e através dos poemas ficamos a par das nuances de como era realmente essas relações: Com sua mãe absolutamente religiosa tentando fazer com que Xiomara seguisse à rica tudo o que acreditava ser o correto em relação a religião, de forma a tornar a vida de Xiomara sufocante e fazê-la questionar o "Deus" de sua mãe que parecia não estar interessado em escutar a voz de uma menina como ela; Com seu pai que só estava de corpo presente, mas que na realidade era como se nem existisse na sua família; Como era a relação com o irmão gêmeo que parecia ter todos os privilégios só por ser homem, mas que também tinha seus medos e suas próprias questões pessoais.

4º Traz questionamentos sobre religião

Xiomara é uma adolescente e tenta ao máximo entender o mundo a sua volta e através de seus poemas ela solta sua voz e seus pensamentos sobre questionamentos religiosos, pois não consegue entender Deus da forma como sua mãe tão extremista o apresentou a ela. Por conta disso ela vive se questionando se é ou não uma boa pessoa, vive esses conflitos tão fortes dentro de si e só tem suas poesias para poder desabafar.

5º É um grito de liberdade

É evidente que a escritora, na voz de sua personagem Xiomara fala sobre todos os tipos de liberdade para todas as mulheres: sejam crianças, jovens ou adultas que já se sentiram amordaçadas, sem a possibilidade de falar o que queriam, que foram injustiçadas, e as que se tornaram apenas uma sombra do que deveriam ser porque tinham que seguir regras e convenções sociais, ela fala para as pessoas que deixaram de ser o que queriam ser para seguir o plano que outras pessoas traçaram para suas vidas.

Bônus

Não tem como não se emocionar durante a leitura, na medida em que A Poeta X  traz temas tão fortes e pesados, na medida em que expõem questionamentos, dúvidas, sonhos que muitas mulheres já tiveram. É obvio que em vários momentos haverá identificação com o que está sendo contado e mesmo que não haja, haverá a emoção que os poemas trazem e a certeza de que essa é ainda a realidade muitas meninas.

Não consigo nem me expressar direito quando se trata desse livro, só sei sentir. Eu recomendo esta leitura para todas as mulheres que já se sentiram sem voz, que já tiveram relacionamentos abusivos, que já sofreram assédio, preconceito, falta de liberdade e que lutam diariamente para se aceitarem e terem sua voz ouvida.

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!