Resenha: "O Clube do Biscoito" de Ann Pearlman

O Clube do Biscoito, Ann Pearlman, Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2011, 294 pág.
Tradução: Sibele Menegazzi
COMPRAR: Amazon

Saudações Leitores!
The Christmas Cookie Club no Brasil traduzido como O Clube do Biscoito foi escrito pela norte-americana Ann Pearlman e é um livro muito intenso sobre amizade e amor, temas que são absolutamente pertinentes para o fim do ano e as festividades de Natal.
"É como se as minhas amigas fossem provas da minha história. Testemunhas, quando estamos todas juntas, de toda a minha existência. Eu as amo como amo a mim mesma, em todas as minhas variedades e aspectos. E as amo pelas mulheres espetaculares que são, cada uma a sua maneira."
Um ponto super interessante nesse livro é que toda a estória se passa em um dia. Como assim? Mais de 200 páginas acontecem em um dia?! Calma, explico:

O Clube do Biscoito é um livro que vai contar a história de 12 mulheres que ao longo dos anos (já há 16 anos, pelo menos) se reúnem na primeira segunda-feira de dezembro na casa da "biscoiteira chefe" Marnie com 13 dúzias de biscoitos, enquanto uma dessas dúzias vai para a caridade, as outras 12 são divididas entre as integrantes do clube.
"O clube do biscoito tem a ver com a doação, não se refere apenas a guloseimas deliciosas que compartilhamos com as amigas e com nossos famílias, mas também com as pessoas que não conhecemos, que estão passando por uma fase difícil e a quem um docinho viria bem a calhar."
Durante a noite mais esperada do ano, elas se reúnem e comemoram, conversam e confraternizam a amizade, a esperança e o amor. É muito lindo. Mas não pensem que O Clube do Biscoito não tem regras, pois tem! Fazer parte desse clube exige algumas regras a serem cumpridas e que dão autenticidades e responsabilidade ao trabalho das integrantes.
Ao longo do livro em cada capítulo vamos conhecendo um pouco mais sobre cada uma das 12 integrantes do clube, suas fragilidades, seus medos, suas conquistas, desafios e desânimos tanto pessoais quanto familiares, além de também vermos as rachaduras entre algumas das amizades dentro do clube e os esforços para se reconciliarem.
"Tá aí uma coisa que eu questiono: quando vejo uma amiga se direcionando para uma estrada difícil, até que ponto devo confrontar e até que ponto compreender, sabendo que estarei presente para apanhar os cacos? Até que ponto sou amiga que ouve, carinhosa, e até que ponto devo apontar os perigos? Até que ponto aceito e até que ponto devo advertir?"
Um dos pontos sensacionais do livro é que no começo de cada capítulo temos a receita do biscoito que cada personagem fez para o clube, algumas das receitas são bem simples, outras um pouco mais difíceis, mas TODAS parecem absolutamente deliciosas. Fiquei morrendo de vontade de fazer algumas. Quem sabe....?
Outro ponto legal é que no final do capítulo também temos a história do principal ingrediente da receita de biscoito, e o motivo deles serem utilizados na receita. Essa parte também é bem legal.
"Às vezes, os segredos são apenas eventos que ainda não somos intimas o suficiente para contar umas às outras."
Em suma, acredito que esse livro temático é extremamente incrível para esta época do ano e nos faz refletir que ao longo de nossas vidas cultivamos amizades que estão presentes em várias fases que passamos e que, quando a amizade é verdadeira, ela dura, ajuda, aconselha e se intensifica cada vez mais ao longo dos anos. Absolutamente lindo!

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!