As Crônicas de Nárnia: Príncipe Caspian (Filme)

Saudações Leitores!
Finalmente conferi ao segundo filme de As Crônicas de Nárnia: Príncipe Caspian e estou eufórica com todo o resultado da adaptação. Vamos conversar um pouquinho?

As Crônicas de Nárnia: Príncipe Caspian
Título Original: The Chronicles of Narnia: Prince Caspian
Direção: Andrew Adamson
Duração: 150 min.
Gênero: Ação, Aventura, Fantasia, Família
Ano: 2008
País de Origem: Eslovênia, Estados Unidos, Polônia, Republica Checa
SINOPSE: Um ano depois os irmãos Lucy (Georgie Henle), Edmund (Skandar Keynes), Susan (Anna Popplewell) e Pedro (Willian Moseley) retornam ao mundo de Nárnia, onde já se passaram 1300 anos desde sua última visita. Durante sua ausência Nárnia foi conquistada pelo rei Miraz (Sergio Castellitto), que governa o local sem misericórdia. Os irmãos Pevensie então conhecem Caspian (Ben Barnes), o príncipe de direito de Nárnia, que precisa se refugiar por ser procurado por Miraz, seu tio. Decididos a destronar Miraz, o grupo reúne os narnianos restantes para combatê-lo.


É MARAVILHOSO VOLTAR À NÁRNIA!
Príncipe Caspian é o segundo filme de Nárnia, acredito que os filmes sigam a ordem de publicação dos livros e não a ordem cronológica dos fatos da série, pois o primeiro filme foi O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa que já comentei com vocês, e o terceiro filme é A Viagem do Peregrino da Alvorada, que já estou ansiosa para assistir.

Estava tão ansiosa para conferir esse segundo filme, que ainda estou vibrando ao escrever estas palavras, sobretudo porque após ler As Crônicas de Nárnia fiquei me sentindo órfã e os filmes tem servido bem para eu resgatar Nárnia de volta e todos os sentimentos que me assolaram durante a leitura.
Acredito que o filme Príncipe Caspian foi tão sensacional quanto o livro, mas foi estrondosa as diferenças entre filme e livro, queixa que não tenho em relação ao primeiro filme, mas mesmo com estas mudanças eu consegui gostar do filme.

No entanto, no livro, conseguimos visualizar melhor as transformações sofridas em Nárnia, a falta de fé dos narnianos em relação a Aslam e também percebemos as mudanças de Pedro e Susana, sendo que no filme essa mudança foi bem trabalhada, mas não tanto quanto no filme.
OS EFEITOS CONTINUAM INCRÍVEIS
Outro ponto que amo falar é em relação aos efeitos especial dos filmes de fantasia - sobretudo - porque eles tendem a ser ou incríveis ou péssimos. No caso de Príncipe Caspian foram incríveis e isso foi um ponto a mais para eu ter gostado do filme.

Percebi que muitas das mudanças apresentadas em relação ao livro foram palco para a utilização de efeitos especiais, então foi por isso que consegui aceitar bem essas mudanças em relação a história original, porque, de certa forma, elas nos presentearam com cenas eletrizantes.
OS ATORES CONSEGUIRAM ME CATIVAR
Os atores que atuaram no filme anterior estão de volta nesse segundo filme, então isso já me fez amá-los ainda mais, contudo, estava relativamente receosa com os novos interpretes, mas foi uma bobeira minha ter essa preocupação, aliás, preciso fazer uma pausa para enaltecer esse ator:
Meu Deus, meu Deus, foi o príncipe Caspian perfeito, não poderia ter esperado alguém melhor para interpretá-lo. E ele foi a grande surpresa, para mim, porque não sabia que era o Ben Barnes que iria interpretá-lo. Sério, a primeira vez que vi esse ator foi quando ele interpretou Dorian Gray e ele foi F&#@ demais naquele filme e agora já o amo como Príncipe Caspian. Adorável.

UM ROMANCE CHEIO DE ALTOS E BAIXOS
Nesse filme também temos o começo de um "romance" todo inocente e cheio de olhares, meias palavras e pequenos flertes que me deixaram meio que suspirando, apesar de toda a inocência e de todos os motivos para não shippar um relacionamento que não teria futuro, me vi torcendo pelo menos por um selinho. Fui recompensada.
Não resta dúvidas que também amo a interprete da Susana, é a mesma que fez Lady Lola em na série Reign. Dói saber que o meu shipper não poderia seguir junto.

Enfim, acho super válido assistirem aos filmes de Nárnia,as histórias são ótimas, os roteiristas fizeram um bom trabalho, os atores, os efeitos... É Nárnia.

Falando sério, já estou super ansiosa para conferir o próximo filme (A Viagem do Peregrino da Alvorada) e também a adaptação que vai ser produzida pela Netflix. Ansiedade Master.

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!