Resenha: Pequeno Manual Antirracista - Djamila Ribeiro

sexta-feira, fevereiro 21, 2020

Pequeno Manual Antirracista, Djamila Ribeiro, São Paulo: Companhia das Letras, 2019, 136 págs.
COMPRAR: Amazon | Outros Livros

Saudações Leitores!
Pequeno Manual Antirracista, escrito pela filosofa, feminista e ativista Djamila Ribeiro é exatamente o que o nome propõe: um pequeno manual sobre como ser antirracista, afinal de contas, infelizmente, o Brasil sofre de um enorme racismo estrutural, agravado, sobretudo, pela falta de reconhecimento dessa problemática.

Em 2018 li o fantástico Quem tem Medo do Feminismo Negro, da mesma escritora e aquele livro me impactou tanto e transformou enormemente meus pensamentos sobre o feminismo interseccional que, obviamente, quando soube de Pequeno Manual Antirracista ansiei por lê-lo.
O escopo de um manual, como sabemos é transmitir uma informação, e é exatamente isso o que Pequeno Manual Antirracista nos faz, transmite informações sobre como não ser racista ou como ser antirracista, mas não de forma autoritária e inconsistente.

Djamila faz um passeio sobre artigos, estudos e dados estatísticos que demonstram a triste realidade que o negro sofre em um país multicolor, onde tantas pessoas argumentam que não são racistas, mas na prática o racismo impera soberano, porque não é um racismo individual e sim estrutural que devemos combater, aquele racismo que está internalizado por conta de anos de exclusão, humilhação, etc., que os negros sofreram.
O fato é que Pequeno Manual Antirracista é um tapa na cara do leitor que se vê racista estrutural, quando se julgava não ser racista, então a proposta de Djamila Ribeiro é apontar e nortear nossa trajetória para irmos em busca de informação ou mesmo da reflexão de nossos pensamentos, palavras e atos.

Djamila nos motiva a nos autoexaminar e examinar o nosso entorno para ver e enxergar as situações de racismo estrutural em nossa sociedade, ao fazer isso e associar nossa vivencia com os estudos, informações e dados nós poderemos mudar a situação do racismo no Brasil.
Tudo o que li em Pequeno Manual Antirracista me leva a pensar o quanto uma leitura e as informações são transformadoras, de modo que, quanto mais estudamos e nos informamos sobre um assunto, uma causa, não podemos mais nos calar ou nos tornar imparciais. Aquilo que passamos a conhecer se torna nossa responsabilidade.

Para finalizar só preciso dizer que a leitura de Pequeno Manual Antirracista deveria ser necessária em todas as instituições para todas as pessoas, é um livro que nos dá um caminho para ser trilhado, uma forma de tentarmos extirpar o racismo estrutural e ela deve começar de forma individual.

COMPRAR: Amazon | Outros Livros

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Muito obrigada pelo Comentário!!!!