Daisy Jones & The Six - Taylor Jenkins Reid (resenha)

quinta-feira, novembro 26, 2020

Daisy Jones & The Six: Uma história de amor e música. Taylor Jenkins Reid. São Paulo: Paralela, 2019, 320 págs.
COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

Daisy Jones & The Six é aquele livro hypado que eu só achei OK.

Saudações Leitores!

Com todos os influenciadores literários e até artistas enaltecendo Daisy Jones & The Six (2019) escrito pela romancista norte-americana, e autora best-seller Taylor Jenkins Reid, não me surpreende que o volume tenha se tornado um verdadeiro fenômeno de vendas e um dos livros mais hypados de 2019.

Porém devo confessar, que mesmo com o "alvoroço" ao redor da publicação não tinha me empolgado para ler na época do seu BOOM, no entanto, este ano, simplesmente deixei-me vencer pela curiosidade e quis entender os motivos do livro ser tão aclamado.

A proposta de Daisy Jones & The Six é interessantíssima, pois visa contar a história de uma banda fictícia de rock americana e algumas de suas fases: como os membros se conheceram, se reuniram, se entenderam, se desentenderam, se tornaram um verdadeiro fenômeno mundial e como terminaram, mas também, objetiva falar de cada um dos membros da banda, suas histórias pessoais e personalidades.

Essa "biografia" acontece toda como se fosse uma entrevista com os membros da banda, o empresário, os parceiros e com as pessoas que ajudaram em algum momento na produção, gravação dos discos e vida dos membros da banda.

Além disso, a biografia fictícia abarca os anos de 1965 até 1979 quando a banda se dissolveu, no entanto, também temos alguns desdobramentos sobre a vida dos membros da banda após o final da mesma.

É inquestionável que Daisy Jones & The Six é um livro intenso e interessante, especialmente porque mostra um lado em real do cenário das bandas de rock, mostra que trabalhar e conviver com pessoas é algo desafiador, difícil e um verdadeiro processo e exercício de paciência e confiança.

Mas também Daisy Jones & The Six mostra personagens tão reais, com sonhos, inseguranças, fraquezas, vícios e personalidades fortes, destemidas e ao mesmo tempo avassaladoras, de fato, foi impossível não me encantar pelos vocalistas Daisy e Billy e ver o quanto um era tão bom como o outro, mas que juntos eram perfeitos, mas que tinham personalidades difíceis de se conviver.

Sem dúvida, Daisy Jones & The Six, é um livro bem marcante por trazer esse backstages do rock 'n' roll de uma forma que deixa o leitor de queixo caído, porque parece tão real e visceral que dói saber que a banda Daisy Jones & The Six não existiu, que é uma banda fictícia, porque, definitivamente, a autora conseguiu passar a impressão de que estamos lendo uma biografia real, nos faz ter vontade de sair "caçando" na web as músicas e álbuns da banda, faz a gente querer encontrar no Youtube vídeos com shows, procurar fotos, matérias e tudo o que seria possível consumir, no entanto... essa banda só existe nestas páginas e isso é tão incrível e ao mesmo tempo frustrante.

No fundo acho que foram as expectativas elevadas que acabaram "estragando" esse livro para mim, porque olhando-o de uma maneira geral tem vários elementos que super gostei: a perspectiva de estar lendo uma ficção, mas ela parecer real; os personagens super reais, cheios de personalidades, intrigantes e imperfeitos;  a sensação de imaginar os personagens na vida real, o som das músicas que eles faziam, ler suas composições; a forma interessante como o livro foi escrito; as inúmeras frases de efeito que me deixavam impactada e reflexiva. 

Tudo isso gostei, só não consegui entender tanto hype, acredito que esperei algo bem diferente e mais impactante, porém, o livro nem sequer tem o que chamamos de plot twist, que não precisa ter numa biografia, eu sei, mas como era ficção esperei algo do tipo.

A leitura é bem fluída, isso não resta dúvida, é quase como se fosse excertos de conversas e ido dá agilidade para a leitura, muito embora eu não tenha lido Daisy Jones & The Six de maneira tão frenética assim, culpa minha porque encontrei algo que não superou minhas expectativas e também pela falta de tempo, mas foi bem interessante acompanhar esta jornada.

Para finalizar, quero reforçar que mesmo não tendo amado Daisy Jones & The Six eu vejo neste volume uma história bem interessante e quem tem curiosidade de ler deve mesmo encarar as páginas com a mente bem aberta e tentar não criar muitas expectativas. 

De qualquer maneira, acho que Daisy Jones & The Six foi um ótimo livro para começar a ler Taylor Jenkins Reid, deu-me uma boa visão da escrita da autora e também já consigo me imaginar lendo outros livros dela, porém, refreando minhas expectativas e com o coração bem aberto esperando que ela me surpreenda.

COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Muito obrigada pelo Comentário!!!!