Séries Assistidas em Agosto de 2019

Saudações Leitores!
Agosto foi um mês incrível para séries, eu amei todas as que assisti e o resumo do mês é só para tentar convencê-los a assisti-las também.

Primeira vez amor (2ª Temporada)
Título Original: 첫사랑은 처음이라서 (Season 2)
Duração: 375 min (08 episódios)
Ano: 2019
País de Origem: Coreia do Sul
Minha Avaliação: ⭐⭐⭐⭐
Sinopse: Por diversos motivos pessoais, os amigos de Yun Tae-o se mudam para a casa dele, onde descobrem o amor, a amizade e outros sentimentos.
Minha Opinião: Eu acho essa serie a coisa mais fofa do mundo. A segunda temporada seguiu a fofura da primeira, porém, falando francamente, teve coisas que me deu nos nervos, de modo que  considerei a primeira temporada bem melhor. Acontece, né? Mas foi muito incrível e mesmo cheia de previsibilidade foi um amor!


Uma noite de primavera
Título Original: Bombam (Season 1)
Duração: 960 min (16 episódios)
Ano: 2019
País de Origem: Coreia do Sul
Minha Avaliação: ⭐⭐⭐⭐⭐
Sinopse: A trama gira em torno de um casal que namora há muito tempo e estão pensando em se casar, o que os leva a examinar, apreciar e compreender seu amor de uma maneira totalmente nova.
Minha Opinião: Fico pensando que se fosse uma série /filme/novela brasileira teria sido uma verdadeira tempestade num copo d'água, mas por ser coreana temos que levar em consideração questões culturais tradicionalistas do país, então, a serie foi incrível e nos mostrou um pouco mais sobre a cultura do país. Sinceramente, foi um amorzinho. Eu adorei os atores, os personagens. Porém, devo admitir que a serie acontece a passos beeeeem lentos e isso pode incomodar a algumas pessoas.

Derry Girls (2ª Temporada)
Título Original: Derry Girls (Season 2)
Duração: 130 min (06 episódios)
Ano: 2019
País de Origem: Reino Unido, Irlanda do Norte
Minha Avaliação: ⭐⭐⭐
Sinopse: Em meio aos conflitos políticos da Irlanda do Norte nos anos 90, cinco estudantes se preparam para enfrentar o desafio de ser adolescente.
Minha Opinião: Para mim o ponto alto desa serie é o humor ácido, os diálogos sarcásticos e as loucuras e bizarrices dos personagens. Isso continuou legal, porém o enredo dessa temporada foi bem menos interessante, ou seja, fraco e não tão envolvente quanto o da temporada anterior, mas ainda assim amei. Que trilha sonora!

Dinastia (2ª Temporada)
Título Original: Dynasty (Season 2)
Duração: 944 min (22 episódios)
Ano: 2019
País de Origem: Estados Unidos
Minha Avaliação: ⭐⭐⭐
Sinopse: Dynasty acompanha duas das famílias mais ricas da América, os Carringtons e os Colbys, enquanto elas brigam pelo controle de suas fortunas e seus filhos. A história gira em torno de duas mulheres em desacordo: Fallon Carrington, filha do bilionário Blake Carrington, e sua futura madrasta, Cristal, uma mulher hispânica que pretende entrar na família e na classe dos mais poderosos da América.
Minha Opinião: Essa segunda temporada foi cheia de altos e baixos, aliás teve coisas que detestei, senti falta de alguns personagens, outros que surgiram detestei, mas essa temporada segue viciante e envolvente tanto quanto a primeira. Céus, que final trágico e dramático foi esse?... Tremi toda. Próxima temporada já!

As Telefonistas (4ª Temporada)
Título Original: Las Chicas del Cable (Season 4)
Duração: 50 min (08 episódios)
Ano: 2019
País de Origem: Espanha
Minha Avaliação: ⭐⭐⭐⭐
Sinopse: A história narra a vida de quatro jovens mulheres que se deslocam para Madrid para trabalhar em uma empresa de telecomunicações.
Minha Opinião: Realmente amo essa série, porém fiquei meio chateada e decepcionada com essa temporada, tem muitos furos. Ainda estou sem entender como mulheres inteligentes podem arquitetar coisas tão sem sentido e ainda por cima mostrar suas caras no ato. Tudo bem que teve várias coisas que me incomodaram, mas ainda sigo amando muito essa série e MEU DEUS DO CÉU o acontecimento final me chocou e não sei o como superar e nem o q esperar da próxima temporada.

The Handmaid's Tale (3ª Temporada)
Título Original: The Handmaid's Tale (Season 3)
Duração: 670 min (08 episódoos)
Ano: 2019
País de Origem: Estados Unidos
Minha Avaliação: ⭐⭐⭐⭐
Sinopse: A resistência de June (Elisabeth Moss) contra o distópico regime totalitário de Gilead começa a afetar outros ao seu redor. Reuniões secretas, traições e uma jornada ao aterrorizante ao coração do governo forçam todos os personagens a tomarem posição, guiados por um desafiante lema: "Abençoada seja a luta."
Minha Opinião: Apesar de estar sentindo que a série esta perdendo o fôlego, ainda e um p#%@ serie e trás um arsenal de reflexões de gerar um incomodo na sociedade, portanto, esta valendo muito e apesar de estar super ansiosa pela próxima temporada, estou com receios, porque aqui não foi respondido muita coisa. Senti falta do Nick, caramba... como senti.

O tempo entre costuras (1ª Temporada)
Título Original: El tiempo entre Costuras (Season 1)
Duração: 853 min (1 episódios)
Ano: 2013
País de Origem: Espanha
Minha Avaliação: ⭐⭐⭐⭐
Sinopse: A história começa no ano de 1934. Sira Quiroga (Adriana Ugarte) é uma jovem costureira um bairro tradicional de Madrid, que trabalhou toda a sua vida com sua mãe, Dolores (Elvira Minguez), na oficina de alta costura da Doña Manuela (Elena Irureta). Sira deixa Madrid meses antes do golpe de Estado de 1936 com um homem que ela mal conhece, Ramiro Arribas (Rubén Cortada), por quem estava loucamente apaixonada, deixando sua mãe sozinha. Juntos, eles viajam para o Marrocos e se estabelecem em Tânger. No início de sua estadia na cidade tudo indo muito bem, mas tudo muda quando Ramiro começa a distanciar-se dela e desperdiçar dinheiro. A vida de Sira toma um rumo inesperado por causa de Ramiro. Ela é forçada a mudar-se para Tetouan (então capital do protetorado espanhol no Marrocos), sozinha, grávida e com uma série de dívidas que mais tarde irá faturar. A política de protetorado e sua dívida a impedem de voltar a Espanha, mantendo-a nas proximidades da Candelária "La matutera" (Mari Carmen Sánchez), que logo descobre sua habilidade em costura e a ajuda a montar um oficina de alta costura, financiada de forma ilegal. Graças à oficina, Sira conhecer pessoas influentes como Juan Luis Beigbeder (Tristan Ulloa), o ministro dos Negócios Estrangeiros durante a primeira fase de Franco, a amante dele, Rosalinda Fox ( Hannah New), com o qual Sira entra em um relacionamento de amizade, Ramón Serrano, irmão de Franco ou o chefe de inteligência britânica na Espanha durante a Segunda Guerra Mundial, Alan Hillgarth (Ben Temple). Tais personalidades levará Sira a um compromisso inesperado em que as artes de seu ofício esconde algo muito mais arriscada, envolvendo-a numa situação na borda da legalidade.
Minha Opinião: Foram episódios super bem produzidos: fotografia, trilha sonora, cenário e figurino que ainda estou de queixo caído. Além disso, esse enredo é, realmente, esplendido para quem curte series ambientadas em momentos históricos (Segunda Guerra Mundial) e de espionagem e que não são tão melodramáticas. Como amo o estilo, simplesmente me encantei com a série, tanto como me apaixonei pelo livro. Aliás, a série até chega a dar respostas que no livro não tinha e isso foi fenomenal, ao meu ver. Pra finalizar, li alguns comentários de pessoas falando sobre a lentidão da série, descordo, achei o ritmo bem legal e coincidiu com o ritmo do livro que não é frenético, mas reflexivo, sedutor, intenso.

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!