Resenha: Não Pararei de Gritar - Carlos Assumpção

sexta-feira, maio 08, 2020

Não pararei de gritar - Carlos Assumpção
Não Pararei de Gritar: Poemas reunidos, Carlos Assumpção (Organização de Alberto Pucheu). 
São Paulo: Companhia das Letras, 2020, 176 págs.
COMPRAR: AmazonOutras Lojas

Saudações Leitores!
Não Pararei de Gritar: Poemas Reunidos é, como o próprio título já diz, a reunião de poemas do poeta paulista Carlos Assumpção, um de nossos expoentes da literatura afro-brasileira. Esse livro foi organizado pelo professor, poeta e ensaísta Alberto Pucheu.

Ao longo dos poemas de Não Pararei de Gritar vamos fazer um passeio histórico-cultural e emocional sobre a vinda, a vida e a permanência dos negros nas terras brasileiras.


Em todas as produções observamos e sentimos a militância, a crítica ao preconceito enraizado e estrutural do Brasil, a busca e tentativa de recuperar a identidade e o orgulho negro.

Não é nenhuma novidade o quanto gosto de poesia, então quando vi a oportunidade de ler Não Pararei de Gritar aproveitei sem pensar duas vezes, mal sabia o quanto iria ficar dolorida, emocionada, angustiada e até sentir na pele o que Carlos Assumpção escreveu.



O autor consegue, com maestria, transmitir através de suas poesias a dor, o medo, a angústia, a revolta as injustiça, a esperança, o orgulho e a identidade no negro.

As poesias de Assumpção não apenas sensibilizam, mas comovem e trazem reflexões importantíssimas sobre a história e escravidão do negro brasileiro, além do mais, é a visão de tudo o que ocorreu pelas palavras e sentimentos de alguém que está em seu lugar de fala e que tem propriedade para escrever o que escreveu.



Particularmente, cada poema que está em Não Pararei de Gritar me doeu, revirou meu estômago, me causou incômodo. Como nossos antepassados, brancos, permitiram que os nossos antepassados, negros, sofressem o que sofreram? Como foram eles próprios que infringiram essa dor aos negros? Fico revoltada, fico triste... Fico sem palavras... Sinto apenas uma vergonha profunda por essa mácula em nossa história.

O trágico é que ainda hoje reproduzimos o racismo e os preconceitos oriundos dessa época, mas podemos mudar e mudamos toda vez que damos voz a um negro e, sobretudo, a escutamos como fazemos ao ler Não Pararei de Gritar. Então SUPER RECOMENDO!

P.S.: Já vi na web muita gente falando que o termo correto é "preto", sinceramente eu não sei, porém, utilizei o termo "negro" nessa review porque é o termo utilizado em todas as poesias presentes em Não Pararei de Gritar, queria esclarecer isso, porque não quero ser acusada de usar o termo errado ou de coisa pior.

COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

  • Share:

You Might Also Like

2 comentários

  1. Amei a indicação, quero ler :)

    https://www.submersaempalavras.com/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh, fico feliz que você tenha vindo comentar no post e principalmente em saber que o livro te interessou.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!