Resenha: Convite para um Homicídio - Agatha Christie

segunda-feira, julho 27, 2020

Convite para um Homicídio, Agatha Christie. Rio de Janeiro: HarperCollins Brasil, 2016, 264 págs.
Tradução: Maria Isabel Garcia
COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

Saudações Leitores!
Convite para um Homicídio (A Murder Is Announced, 1950), da famosa dama do crime Agatha Christie, é mais um romance policial que traz ali nos bastidores da investigação a querida Miss Marple.

Este é também, mais um livro do #PJLendoAgathaChristie que estou fazendo lá no canal e, por isso, já tem bate-papo desse volume lá, confira!


Nessa trama vamos acompanhar os moradores do vilarejo Chipping Cleghorn abrindo as páginas do jornal local, Gazette, e se deparando com um convite intrigante para um homicídio em uma das casas conhecidas da região: Little Paddocks, onde mora a conhecida e respeitada sra. Blacklock e seus sobrinhos.

"Convida-se para um homicídio, a ter lugar sexta-feira, 29 de outubro, em Little Paddocks, às 18:30. Espera-se a presença de todos os amigos da família; não haverá outra convocação."

Obviamente, todos da comunidade não levam a sério este convite, pois acreditam se tratar de um famoso jogo que está na moda o "jogo do assassino", porém, movidos pela curiosidade na hora marcada todos decidem comparecer no evento e chegam em Little Paddocks com uma desculpa esfarrapada.

Exatamente às 18:30, como estava marcado no jornal, as luzes da casa se apagam e tiros são disparados. É claro que os ânimos ficam alterados e, pouco tempo depois, as luzes voltam a se acender, no entanto, tem um corpo de um homem morto no meio da sala e a sra. Blacklock um pouco ferida.


Está montado a cena macabra e misteriosa, onde o responsável por investigar o fato é o inspetor Craddock e, diga-se de passagem, descobrir o que aconteceu realmente será uma tarefa muito difícil, pois as luzes estavam apagadas e, aparentemente, todos os moradores do vilarejo que estavam presentes na "cena do crime" tem uma versão diferente ou distorcida do momento.

"As versões de pessoas diferentes sobre momentos de tensão específico nunca concordam entre si."

Para ajudar a força policial, eis que nossa querida Miss Jane Marple, que chegou em Chipping Cleghorn para visitar uma amiga e se recuperar do reumatismo, acaba descobrindo muitas peças do quebra cabeça e ajudando o inspetor Craddock a desvendar o crime, que necessita de uma resolução urgente, pois - tal como no jogo do assassino - mais pessoas estão morrendo e, aparentemente, essas mortes só irão parar quando o assassino for descoberto.


Convite para um Homicídio não poderia ter sido uma leitura mais intrigante! O enredo traz, além de todo o drama e investigação policial, vários temas sendo desenvolvidos em segundo plano e as histórias particulares dos personagens sendo descobertas o que é absolutamente envolvente, porque é tradição nos livros de Miss Marple uma "investigação" acontecer nos bastidores e vir cheia de fofocas e mistérios.

Para completar, Convite para um Homicídio, traz um elemento a mais que deixou a leitura ainda mais envolvente para mim e teve um forte impacto para o enredo: além da ambientação e da dinâmica do cotidiano de um pequeno vilarejo com sua rotina pacata e com moradores "inofensivos", temos aí uma ambientação histórica do pós Segunda Guerra Mundial, as mudanças promovidas, os costumes, alguns aspectos curiosos, etc.

"É preciso haver um motivo. Se a teoria tem algum fundamento de verdade, por menor que seja, o que aconteceu sexta-feira não foi nem uma brincadeira nem um assalto comum, mas uma tentativa de assassinato a sangue-frio. Alguém tentou matar a sra. Blacklock. Mas por quê? Acho que se alguém sabe a respeito, deve ser a própria sra. Blacklock."


Quando um livro traz uma ambientação histórica ele me fisga de um jeito, então, claramente fiquei presa em Convite para um Homicídio, os livros de Agatha Christie sempre trazem uma ambientação contemporânea aquela que a escritora escreveu, portanto, são livros com aspectos históricos, mas nem todos conseguimos sentir essa atmosfera realmente, como aconteceu neste volume.

Outro ponto que preciso elencar é que, mesmo Miss Marple atuando nos bastidores da investigação, as contribuições dela são fundamentais para a força policial e para nós, leitores, irmos montado nossas suspeitas e nos norteando durante a investigação. Além disso, nossa "velhinha inofensiva" até que aparece bastante neste volume (em comparação com outros em que participa, mas quase não aparece) e, claro, quanto mais ela aparece, mais a amo mais e me encanto por Miss Marple.

Achei que Agatha Christie  foi absolutamente bem humorada neste livro e em vários momentos me tirava risadas pelo humor mórbido, sarcástico, irônico e inteligente. No entanto, a pergunta que não quer calar é: será que descobri o assassino?

"_ Eu não admito essa história de dizerem que todas as pessoas que cometem homicídio são loucas _ disse a srta. Hinchcliffe. _ Para mim, todos os criminosos são sãos... e até inteligentes, embora de uma forma tenebrosa."


Com toda a pompa que a circunstância oferece admito que minhas suspeitas se comprovaram, porém, admito que foram mais na base da intuição e das possibilidades, porque não consegui descobrir como e nem o por quê.

"As pessoas que têm raiva do mundo são sempre perigosas. Pensam que a vida lhes deve alguma coisa. Conheço inválidos que sofrem muito mais e tiveram frustrações muito maiores... e que conseguiram viver com felicidade. É o que está dentro da gente que nos faz felizes ou infelizes."

Apenas quando chegou ao final de Convite para um Homicídio e Miss Marple e Craddock juntavam as peças do quebra-cabeça percebi que as pistas e informações estavam todas ali na minha cara e não vi. Por isso, estou tentando me convencer (para não ficar frustrada com minha inteligência) que não descobri tudo porque demorei um tempinho para ler todo o livro, já que andei bastante ocupada durante o período em que fiz esta leitura.

Mesmo tendo sido feita de trouxa mais uma vez por Agatha Christie, amei esta leitura e está recomendadíssima para quem curte um bom romance policial, onde tudo pode acontecer e que mesmo tendo partes bem óbvias, boa parte do que acontece no enredo é imprevisível.

COMPRAR: Amazon | Outras Lojas

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Muito obrigada pelo Comentário!!!!