SOCIAL MEDIA

Mostrando postagens com marcador Editora José Olympio. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Editora José Olympio. Mostrar todas as postagens
Saudações Leitores!
Amo obras feministas, pois mostram a luta da mulher - o grito - para conquistarem cada vez mais espaço numa sociedade preponderantemente machista e preconceituosa, portanto, mesmo O Papel de Parede Amarelo não sendo uma obra inédita, acreditem: só vim "descobrir" o título muito recentemente, assim, não perdi tempo em comprar e devorar o exemplar (como é pequenininho em poucas hora dá para ler).


 O Papel de Parede Amarelo, Charlotte Perkins Gilman, 
Rio de Janeiro: José Olympio, 2016, 112 pág.
Traduzido por Diogo Henriques

The Yellow Wallpaper, ou O Papel de Parede Amarelo foi escrito pela americana Charlotte Perkins Gilman, uma escritora e personalidade feminista de sua época. O Papel de Parede Amarelo ainda hoje é considerado uma referência de livro feminista, pois apresenta questionamentos não convencionais às mulheres.

Vale frisar que O Papel de Parede Amarelo se trata, na verdade, de um conto, e o livro em si é bem diminuto (tanto em tamanho e volume), mas seu conteúdo é bastante denso e provocante, para dar uma perspectiva maior a obra, no exemplar contamos com a apresentação escrita por Marcia Tiburi e o Posfácio de Elaine R. Hedges.


No conto somos apresentados a uma personagem diagnosticada por seu marido e seu irmão - ambos médicos - com propensão a histeria, e assim foi proposto um tratamento de isolamento e descanso. O casal vai para uma casa de campo onde a personagem tem que ficar hospedada num quarto que detesta e com um terrível papel de parede amarelo que hora mostra uma imagem, horas mostra outra.

O marido da personagem a priva de companhia e até mesmo da escrita, pedindo que ela apenas repouse e descanse o dia todo. No entanto, aparentemente o que a personagem tem é uma depressão pós-parto, pois ao que dá para depreender da narrativa ela acabou de dar a luz e sua criança está aos cuidados de outra pessoa, além do mais, há várias representações do feminino como uma mulher do lar, atenciosa, prestativa e submissa, no entanto a personagem não é convencional, ela está absurdamente infeliz e não consegue ser igual as outras mulheres.


Através dos sentimentos da personagem percebemos que o não enquadramento ou padronização da mesma ao modelo feminino gera um grande drama a vida da personagem e até mesmo os médicos diagnosticam-na com algo para tentar justificar a falta de convenção da personagem.

Ainda é interessante a percepção do papel de parede amarelo criar formas a partir da perturbação e inclinações da personagem. De maneira geral, tudo dentro do conto tem um significado superficial e profundo, e muitas das coisas têm um brilho simbólico e metafórico, além de questionador e angustiante.

Em resumo, O Papel de Parede Amarelo, surpreendeu-me bastante, não sei bem o que esperava, mas não era o que encontrei e mesmo tendo sentido alguns estranhamentos diante da leitura, nada no conto me desagradou, mas me fez refletir com sua profundidade em algo tão sucinto.

Resenha: O Papel de Parede Amarelo - Charlotte Perkins Gilman

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Saudações Leitores!
Vamos conferir abaixo lançamentos de outubro da Verus, José Olympio e Best Seller, não deixem de comentar por quais desses preciosos vocês ficaram a suspirar (*.*).  Alguns livrinhos já estão foram parar direto na minha wishlist [que só cresce sem parar]

CORAÇÃO DE MÃE, de Jodi Picoult
DA AUTORA COM MAIS DE 26 MILHÕES DE LIVROS VENDIDOS NO MUNDO
Paige tem apenas algumas lembranças de sua mãe, que a abandonou quando ela era uma garotinha. Agora, aos dezoito anos, ela deixa o pai para trás em Chicago em busca do sonho de cursar a faculdade de artes. Mas Paige vê seus planos mudarem quando conhece Nicholas, um ambicioso estudante de medicina com quem logo se casa.
Depois de alguns anos tentando se encaixar nos ambientes abastados que Nicholas frequenta — e se sentindo mais deslocada do que nunca —, Paige engravida inesperadamente. Sobrecarregada pelas exigências de ter uma família, ela não consegue esquecer a ausência da mãe e as memórias dolorosas do passado, que a fazem duvidar de si mesma.
Lutando para se encontrar e finalmente acreditar nas próprias capacidades, Paige toma uma atitude chocante, que trará consequências avassaladoras para todos os envolvidos. Em Coração de mãe, Jodi Picoult constrói com perícia um romance cativante, que examina emoções e problemas com os quais todos nós podemos nos identificar.

DIÁRIO DE UMA GAROTA NADA POPULAR 6,5, de Rachel Renee Russel
O MAIS NOVO LIVRO DA SÉRIE QUE JÁ VENDEU MAIS DE 600 MIL EXEMPLARES NO BRASIL
Como Nikki Maxwell sabe, manter um diário é uma ótima maneira de conhecer a pessoa mais importante da sua vida: VOCÊ! Este diário da série Diário de uma garota nada popular traz questões para todos os dias do ano. Se você pudesse trocar de lugar com alguém por um dia, quem seria esta pessoa e por quê? Qual música você poderia ouvir 100 vezes? Por qual programa de TV você está apaixonada no momento e por quê? Qual a roupa mais espetacular do seu guarda-roupa? Coloque seu toque pessoal nessas questões e em muitas outras – e como este é um autêntico Diário de uma garota nada popular, Nikki apresenta suas respostas e desenhos também!

O ABC DA MULHER MODERNA, de Clare Conville, Liz Hoggard e Sarah-Jane Lovett
TRÊS MULHERES PERIGOSAMENTE SÁBIAS, OFERECENDO CONSELHOS PRÁTICOS E BEM-HUMORADOS SOBRE INFIDELIDADE, MODA, AMIZADE, CASAMENTO E OUTROS
“Como uma mulher moderna deve se comportar?” Esta talvez seja uma das maiores perguntas do universo feminino — uma dúvida tão ampla e profunda que poucas mulheres foram capazes de dar uma resposta definitiva. No entanto, Clare Conville, Liz Hoggard e Sarah-Jane Lovett compartilham seus pensamentos sobre esta questão em O ABC da mulher moderna. Com mais de seiscentos verbetes, que vão de “Como receber um elogio” e “Insegurança” até “Terapia de família”, “Ir para um convento”, “Casos”, “Movimento feminista”, “Amizade colorida”, “Meditação” e muito mais, este é o livro de cabeceira perfeito para todas as mulheres.

MULHERES BOAZINHAS NÃO ESTÃO COM NADA, de Lois P. Frankel e Carol Frohlinger
DICAS PARA ALAVANCAR A VIDA PROFISSIONAL E PESSOAL DE QUALQUER MULHER
O clube das mulheres boazinhas é um clube ao qual nenhuma mulher deseja pertencer. Essas mulheres constantemente se sentem invisíveis, subestimadas e passadas para trás por colegas de trabalho, amigos, familiares e cônjuges. Pensando nesse problema, a Dra. Lois P. Frankel e a conselheira profissional Carol Frohlinger trazem, em Mulheres boazinhas não estão com nada, 99 dicas que vão ajudá-las a obter o respeito que desejam tanto no trabalho como na vida pessoal. Indicado tanto para donas de casa como para CEOs, este guia prático oferece às leitoras o conhecimento e as habilidades necessários para que mudem de atitude e conquistem o sucesso que merecem.

A LEI DO TRIUNFO, de Napoleon Hill
A NOVA EDIÇÃO DE UMA DAS MAIORES OBRAS DO CAMPO DE DESENVOLVIMENTO PESSOAL
Sucesso editorial há quase um século, A lei do triunfo é o resultado de mais de 20 anos de pesquisa entrevistando e investigando grandes líderes, entre eles Thomas Edison (inventor da lâmpada), Theodore Roosevelt (ex-presidente dos EUA) e F.M. Woolworth (proprietário das Lojas Americanas).
Num mundo globalizado, regido pela metacompetência e pela prosperidade digital, este livro retrata, numa linguagem clara e profunda, os fundamentos de dezesseis leis que podem ajudar as pessoas a transformarem suas vidas de forma surpreendente.
Apesar de lançado originalmente em 1928, A lei do triunfo é uma obra atemporal que até hoje continua sendo adotada por grandes empresas e pessoas em todo o mundo.

Lançamento 365#: Coração de Mãe... e outros

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Saudações Leitores!
Lançamentos da Civilização Brasileira, José Olympio e Best Seller, todos que fazem parte do Grupo Editorial Record você fica sabendo aqui no DLL, então espiem:

Michael Kohlhaas 
Heinrich Von Kleist   

LIVRO QUE INSPIROU FILME HOMÔNIMO Kohlhaas é um comerciante de cavalos que vive na Alemanha, no século XVI. Sua vida é pacata e próspera, até que lhe acontece uma grande desgraça: um homem poderoso, o barão Wenzel von Tronka, se apodera indevidamente de dois de seus cavalos e os submete ao trabalho desgastante na lavoura. Sem conseguir reaver os animais, Kohlhaas se vê obrigado a buscar o que é seu por direito, e se depara com um Estado falho e corrupto, que impõe a ele uma série de humilhações. É então que vemos crescer um personagem incrível – Michael Kohlhaas se transforma num guerreiro obsessivo, um dragão em busca da justiça a qualquer custo. 

Homem invisível 
Ralph Ellison   

UM CLÁSSICO DA LITERATURA NORTE AMERICANA. Homem invisível é a história de um jovem negro que sai do sul racista dos Estados Unidos e vai para o Harlem, em Nova York, nos primeiros anos do século XX. Com o passar do tempo, entre experiências frequentemente contraditórias, o protagonista conhece um mundo muito diferente daquele que idealizara. Invisível para brancos racistas, e também para negros radicais, ele deseja apenas ser como é, e não um “homem invisível”, onde todos veem o que o rodeia e não a ele próprio. 

The Smiths: A biografia
Tony Fletcher   

Primeira biografia sobre a banda publicada no Brasil. 
Tony Fletcher compõe um retrato vívido das fascinantes personalidades do grupo: Morrissey, o irônico e inteligente vocalista, cujo comportamento solitário e letras complexas o tornaram um ícone para milhares de adolescentes que se sentem desamparados e esquecidos; seu parceiro de banda Marr, o popular guitarrista que se tornou um deus do rock para toda uma geração; e a talentosa e bela dupla formada pelo baixista Rourke e pelo baterista Joyce. Apesar do trágico fim da banda no auge de seu sucesso, The Smiths: A biografia é uma celebração: a saga de quatro garotos da classe operária de uma pequena cidade ao norte da Inglaterra que superam suas personalidades contrastantes para encontrar um vínculo musical, inspirar milhares de pessoas e deixar um legado que mudou a música — e a vida de seus fãs — para sempre.

A última sobrevivente
Genelle Guzman-McMillan e William Croyle   

Em 2000, Genelle saiu de Trinidad para tentar a vida como cantora e dançarina em Nova York. Mas apenas um ano depois, seu sonho quase foi interrompido quando ela ficou presa nos escombros da Torre Norte do World Trade Center. Durante as mais de 24 horas que passou soterrada, tudo o que Genelle podia fazer era rezar e pedir por uma nova oportunidade de se reconectar com a fé da qual se afastara ao longo dos anos. Quando finalmente conseguiu que uma de suas mãos alcançasse a superfície, ela sentiu a mão de outra pessoa, e ouviu palavras de conforto que lhe diziam que tudo ficaria bem e que o socorro logo chegaria. Paul ficou com ela até a chegada do resgate, mas desapareceu antes que a moça pudesse agradecê-lo. Na verdade, ninguém o tinha visto, e tudo o que Genelle conseguiu pensar foi que se tratava de um anjo, enviado por Deus para ajudá-la a recuperar sua vida e sua fé. A última sobrevivente é o relato emocionante da última pessoa a ser resgatada com vida do 11 de Setembro, um verdadeiro milagre de alguém que teve uma segunda chance. 

Lançamento: Michael Kohlhaas... e outros

domingo, 23 de março de 2014

Saudações Leitores!
Confiram os lançamentos do Grupo Editorial Record: José Olympio, Civilização Brasileira, Verus e Best Seller. Espero que gostem pois não falta lançamentos de todos os tipos.

O CHAMADO DO ANJO, de Guillaume Musso
Nova York, Aeroporto JFK. Na sala de embarque lotada, um homem e uma mulher se esbarram, espalhando suas coisas pelo chão. Após uma discussão banal, cada um segue seu caminho. Madeline e Jonathan nunca haviam se visto e jamais deveriam voltar a se encontrar. Porém, ao recolher seus pertences, trocaram por descuido os celulares. Quando percebem o engano, já estão a dez mil quilômetros um do outro — ela é florista em Paris, ele tem um restaurante em San Francisco. Não demora muito para ambos cederem à curiosidade, explorando o conteúdo dos respectivos aparelhos. Uma dupla indiscrição, que leva a uma revelação inesperada: suas vidas estão ligadas por um segredo que eles julgavam enterrado para sempre... O chamado do anjo é uma trama magistralmente construída, que passeia entre o romance e o suspense, com um final de tirar o fôlego.

RUÍNAS DO TEMPO, de Jess Walter
Ano de 1962. Em um trecho rochoso do litoral italiano, um jovem dono de hotel olha para as águas incandescentes do mar da Ligúria e vê uma aparição: uma bela mulher se aproximando em um barco. Ele então descobre que se trata de uma atriz, uma estrela americana, e que ela está morrendo.
A história dá um salto e recomeça nos dias atuais, a meio mundo de distância, quando um idoso italiano aparece em um estúdio de cinema procurando pela misteriosa mulher que ele viu pela última vez em seu hotel décadas atrás.
Gloriosamente inventivo e sempre surpreendente, Ruínas do tempo é uma história de pessoas imperfeitas mas fascinantes, navegando nas costas rochosas da vida, enquanto se apegam a sonhos improváveis.

DIÁRIO DE UMA GAROTA NADA POPULAR (VOL. 4), de Rachel Renée Russell
Nikki Maxwell não ficou totalmente surpresa ao descobrir que sua paixão, Brandon, trabalha como voluntário em um abrigo de animais, pois ele é tão doce que seria mesmo capaz de ajudar aqueles filhotinhos adoráveis! Mas Brandon diz a ela que o abrigo está correndo o risco de fechar, e Nikki sabe que não pode deixar isso acontecer – especialmente após descobrir um segredo chocante sobre Brandon. Então Nikki e suas amigas, Chloe e Zoey, entram numa competição de patinação no gelo para ajudar a levantar recursos para o abrigo, mas Mackenzie, para variar, vai se intrometer e causar problemas no intuito de se passar por solucionadora de todos os problemas. E Nikki terá que pensar em ideias mais criativas desta vez para não deixar isso acontecer de jeito nenhum!

O MUNDO AMARELO, de Albert Espinosa
Aos treze anos, Albert Espinosa foi diagnosticado com câncer, algo que mudou sua vida para sempre. Aos catorze, sua perna esquerda teve de ser amputada. Aos dezesseis, o pulmão esquerdo foi removido, e ele tinha dezoito quando parte de seu fígado foi retirado. Quando finalmente disseram que ele estava curado, depois de dez anos entrando e saindo de hospitais, Albert percebeu que havia aprendido uma lição com a doença: triste não é morrer, mas não saber viver.
Albert Espinosa nunca quis escrever um livro sobre o câncer. Em vez disso, ele escreveu um livro sobre o mundo amarelo. O que é o mundo amarelo? É um mundo da cor do sol, que está ao alcance de todos. É o nome de uma forma de viver, de ver a vida, de se nutrir com as lições aprendidas nos bons momentos, assim como nos maus. É o mundo que faz você feliz. O mundo amarelo não tem regras, ele é feito de descobertas.

MANUAL DO PAI SOLTEIRO, de Aggeo Simões
De inusitada a corriqueira, em pouco tempo, a situação quase cômica de um pai cuidar sozinho dos filhos se tornou algo comum. Com os divórcios cada vez mais recorrentes é usual que homens fiquem com a guarda de seus filhos por, pelo menos, metade da semana. Esse foi o caso de Aggeo Simões, que após o fim de seu casamento se viu na obrigação de reconstruir um lar para si, mas que também servisse para sua filha. Os detalhe dessa aventura e as dicas para quem ainda pode passar por isso compõem O manual do pai solteiro,um livro divertido, prático e acolhedor.

A CURA QUÂNTICA, de Deepak Chopra (Essenciais BestSeller)
Para o Ayurveda, uma antiga linhagem da medicina oriental, nossas células podem ser modificadas através de nosso pensamento, curando ou causando doenças. Diante disso, Deepak Chopra escreveu A cura quântica, um livro emblemático que apresentou ao mundo uma vertente da medicina que vai muito além da prevenção ou medicação. Agora, o livro ganha uma nova versão dentro da Coleção Essenciais BestSeller

OS HOMENS, O AMOR E A FIDELIDADE, de Maryse Vaillant
Poucas coisas intrigam mais uma mulher do que a infidelidade masculina. Por que eles traem? quando traem? Existem aqueles que não traem? Em Os homens, o amor e a fidelidade,Maryse Vaillant disseca todos os tipos de homem — monogâmicos, poligâmicos, fieis e infiéis — e a sua relação com o amor. Maryse traça paralelos inusitados entres os tipos de homens, sua relação com os pais,a família e até seu desempenho sexual. E chega a conclusões surpreendentes como a de que nem toda infidelidade pode ser má para uma relação.

CONTRA A PERFEIÇÃO, de Michael J. SandelOs avanços da ciência genética nos apresentam uma promessa e um dilema. A promessa é que em breve poderemos ser capazes de tratar e prevenir uma série de doenças debilitantes. O dilema é que apesar destes e outros benefícios, nosso repertório moral ainda está mal equipado para enfrentar as perguntas mais complexas suscitadas pela engenharia genética. Contra a perfeição explora este e outros dilemas morais relacionados com a busca por aperfeiçoar a nós mesmos e a nossos filhos. Michael Sandel argumenta, de forma brilhante, que a revolução genética vai mudar a forma como filósofos discutem a ética e vai colocar as questões espirituais de volta na agenda política.

CIÊNCIA PICARETA, de Ben Goldacre
Esclarecedor e divertido, Ben Goldacre adverte sobre a quantidade de informações absurdas que recebemos sob o disfarce de verdades científicas. Somos bombardeados com dados sobre os benefícios da homeopatia, as vantagens da medicina alternativa, o sucesso de algumas dietas alimentares, mas na verdade poucas dessas ocorrências têm embasamento científico para se sustentarem. A indústria farmacêutica se beneficia e um exército de charlatões se promove à custa da informação mal pesquisada e divulgada sem cuidado. Ciência picareta vai mudar definitivamente o seu comportamento diante dos médicos e das informações científicas nas quais acredita.

COLEÇÃO OS MELHORES DA POESIA, DO CONTO E DA CRÔNICA
Com novo projeto editorial e gráfico, estes volumes (poesia, conto e crônica), a José Olympio oferece aos públicos estudantil e leitor em geral o que há de mais significativo no campo de nossa crônica, agora com textos de orelhas.

Lançamento: O Chamado do Anjo... e outros

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Saudações Leitores!
Este mês o Grupo Editorial Record está cheio - completamente cheio - de novidades capazes de nos deixar eufóricos e tristes ao mesmo tempo. Por quê? Vejam abaixo quantos livros estão indo parar na livraria e depois conte todos os que te interessaram e faça um bom orçamento. OMG, OMG, quem se importa com orçamento? Nós queremos todos estes livros!!!! [risos de uma leitora compradora compulsiva]. Certo, como são muitos lançamentos, selecionei alguns para mostrar abaixo e qualquer outra novidade os mantenho atualizados pelas nossas redes sociais (twitter, fanpage, g+ e blog).

RECORD

Eu, Anna, de Elsa Lewin (Curiosidade a mil)
Com 50 anos, a divorciada Anna Welles vive em um minúsculo apartamento com a filha adolescente em Nova York. Sentindo-se perdida e desamparada depois do fim de um casamento de quase trinta anos, ela busca meios de se reerguer, a para isso vai a festas de solteiros pela cidade. Em uma noite, depois de um desses eventos, Anna acaba no apartamento de um estranho, e, de repente, toda frustração e solidão vêm à tona. E o que se segue é o início de seu pior pesadelo.

Gélido, de Tess Gerritsen (Eu Preciso desse!)
Quando a médica-legista Maura Isles reencontra um antigo amigo de faculdade durante um congresso, parte em uma viagem com ele e seu grupo. Porém, um acidente com o carro em meio a uma nevasca os leva ao inóspito vilarejo de Kingdom Come, onde algo terrível parece ter ocorrido. Enquanto isso, a detetive Jane Rizzoli recebe a notícia do desaparecimento da amiga e decide investigar seu destino. Assim, enquanto tenta descobrir o que houve com Maura, embrenha-se em uma trama envolvendo uma misteriosa seita e segredos do passado.

Amigos, amantes e outras indiscrições, de Fiona Neill (Eu quero!!!!)
Amigos há mais de duas décadas Jonathan, Sam, Laura e Janet dividem conquistas e tristezas... e até algo mais. O primeiro é um conceituado chef que está a um passo de ganhar fama internacional. Para que tudo dê certo só falta uma coisa: desenvolver seus dotes culinários. O casal Sam e Laura anda em crise. Frustrado com a carreira de roteirista, o sonho dele é largar o emprego, mas sua mulher está obcecada com a ideia de ter o terceiro filho. Já a workaholic Janet não consegue conciliar sua vida profissional com a sua mais recente atividade: ser mãe. A convite de uma revista, Jonathan reúne o grupo para passar alguns dias em uma ilha. Mas o que ele não desconfia é que amigos de longa data e um grande segredo do passado são a receita para uma semana explosiva.

Fama, de Tilly Bagshawe (Suspiros, preciso desse também!)
Linda, rica e famosa, a atriz Sabrina Leon tem um temperamento explosivo que pode lhe custar sua carreira. Já o aclamado diretor e produtor Dorian Rasmirez, um gênio criativo que insiste em financiar seus próprios projetos, está à beira da falência. E o ator Viorel Hudson tenta se consagrar como mais do que um rostinho bonito. Juntos, os três estão envolvidos no novo projeto de Rasmirez, um remake do clássico O Morro dos Ventos Uivantes. Seria este o filme que salvaria suas carreiras? Em Fama, Tilly Bagshawe retrata o envolvente mundo de glamour, intrigas e disputa por poder de Hollywood.
As memórias perdidas de Jane Austen, de Syrie James (Olhos brilhando)
Um dos maiores nomes da literatura inglesa, Jane Austen escreveu clássicos como Orgulho e preconceito. Embora seus livros tenham interessantes histórias de amor, a vida amorosa da autora nunca foi considerada notável. Esse foi o ponto de partida para Syrie James, estudiosa de Austen, criar uma versão romanceada sobre a vida da aclamada escritora. E se memórias escritas pela própria Austen fossem descobertas, revelando um grande caso de amor? Escrito em um estilo próximo ao da própria escritora britânica, As memórias perdidas de Jane Austen é um livro notável, irresistível para qualquer um que ame Jane Austen – ou grandes romances.

Amor nos tempos de cólera, de Gabriel García Marquéz
Baseado na história real dos pais de Gabriel García Márquez, O amor nos tempos do cólera  acompanha o amor proibido do telegrafista, violinista e poeta Florentino Ariza por Fermina Daza. Ao saber da relação, o pai da moça tenta impedi-la, enviando a filha ao interior do país. Porém, esse é apenas o começo de um caso de amor que durará 51 anos, marcados por inúmeras cartas, um casamento e diversas idas e vindas.

Crônica de uma morte anunciada, de Gabriel García Márquez
A morte de Santiago Nasar está anunciada desde a primeira linha da história. Toda a comunidade sabe do iminente assassinato movido por vingança, mas nada nem ninguém o salva de seu trágico fim. Com brilhantismo, Gabriel García Márquez monta um quebra-cabeça com a superposição de versões do último dia do jovem do ponto de vista de diversas testemunhas, utilizando o rigor jornalístico nesta construção, que lhe era tão caro.

Doze contos peregrinos, Gabriel García Marquez
Uma das mais importantes coletâneas da literatura mundial, Doze contos peregrinos são histórias de latino-americanos na Europa, peregrinos que não deixam de sonhar com a terra natal. O mestre do realismo fantástico Gabriel García Marquez usa como pano de fundo Barcelona, Genebra, Roma e Paris para retratar a solidão através de histórias brilhantes de amor, poder e morte. Do homem que luta pela canonização de sua filha durante cinco papados à prostituta que decide acertar todos os detalhes de seu funeral, todos os contos são dotados da sensibilidade e do humor que são as marcas do grande mestre. 


JOSÉ OLYMPIO
Muitas vozes, de Ferreira Gullar
Um livro lançado em 1999, após doze anos sem publicar, Muitas vozes é mais reflexivo, onde temas como a vida, a morte e as memórias de infância estão presentes de forma mais amena e madura.
Apresentação: Ivo Barroso
Orelhas: Marcos Pasche (nova)






VERUS

De menina a mulher , de Drica Pinotti (Cute)
Em "De Menina a Mulher", Drica Pinotti vai ajudar as garotas a trilharem sem crises o caminho da adolescência, para se tornarem mulheres felizes, realizadas e seguras de si.
Esta série de sucesso, que já vendeu mais de 230 mil exemplares e entrou nas listas de mais vendidos até em Portugal, se tornou referência para uma geração de meninas e vai continuar na cabeceira das novas gerações, guiando-as pelos percalços dessa fase tão atribulada da vida.

Lançamento: Eu, Anna... e outros

sexta-feira, 14 de junho de 2013


Saudações Leitores!
O DLL agora é parceiro do Grupo Editorial Record e a parceria irá abranger as editoras: Record, Best Seller, Verus, José Olympio, Civilização Brasileira e Best Business, muito amor não é mesmo?
Então, queridos leitores, podem aguardar novidades dessas editoras aqui no blog e hoje para estrear venho trazendo alguns dos lançamentos desse mês de Abril, espero que gostem e me contem o que acharam:

RECORD


O LADRÃO DE CADÁVERES, de James Bradley
Na Londres da década de 1820, o órfão Gabriel Swift chega à cidade para ter aulas com o grande anatomista Edwin Poll. O aprendizado acaba por lhe revelar um lado sombrio e pouco nobre da medicina: as leis possuem sérias restrições quanto a dissecação de corpos, tornando sua aquisição para estudo um negócio terrível e cruel. O vício em ópio e o amor por uma prostituta transformam Swift em presa fácil para as ambições de Lucan, o maior ladrão de cadáveres da cidade. Gabriel começa a vender corpos e extorquir dinheiro, e a ambição o conduz ao assassinato. Uma história de terror clássica, O ladrão de cadáveres recria com maestria o universo sinistro do submundo londrino, em que tudo e todos estão à venda, e roubar uma vida é mais fácil do que se imagina.



Louca para casar, de Madeleine Wickham (Sophie Kinsella)
Milly está a quatro dias de um casamento digno de contos de fada com Simon, um jovem rico por quem é perdidamente apaixonada. É a cerimônia mais aguardada do ano pela alta sociedade, mas um detalhe pode pôr tudo a perder. Dez anos antes, Milly se casou com um amigo americano gay para que ele vivesse na Inglaterra com o parceiro, mas logo ambos perderam o contato e nunca se divorciaram. Tudo permaneceria em segredo se não fosse a chegada de Alexander, o fotógrafo, que por acaso também presenciou a primeira união. Agora ela terá que correr contra o tempo para encontrar o “marido” e obter o divórcio antes que todos descubram que a noiva, na verdade, já é casada.



A ÁRVORE ENVENENADA, de Erin Kelly
No auge do verão de 1997, Karen Clarke, uma das melhoras alunas da Universidade Queen Charlotte’s, conhece a excêntrica Biba Capel, uma jovem aspirante a atriz para quem a vida é uma grande festa. Aos poucos, Karen deixa para trás sua antiga rotina e mergulha no mundo de excessos de Biba e seu irmão Rex, por quem aos poucos se apaixona. Mas essa viagem sem limites chega ao fim com um trágico acontecimento, e Karen fará tudo para que um terrível segredo do passado nunca seja revelado. 
VERUS



NO LIMITE DA ATRAÇÃO, de Katie McGarry
Ninguém sabe o que aconteceu na noite em que Echo Emerson, uma das garotas mais populares da escola, se transformou em uma “esquisita” cheia de cicatrizes nos braços e alvo de fofocas. Nem a própria Echo consegue se lembrar de toda a verdade sobre aquela noite terrível. Ela só gostaria que as coisas voltassem ao normal.
Quando Noah Hutchins, o cara lindo e solitário de jaqueta de couro, entra na vida de Echo, com sua atitude durona e sua surpreendente capacidade de compreendê-la, o mundo dela se modifica de maneiras que ela nunca poderia ter imaginado. Supostamente, eles não têm nada em comum. E, com os segredos que ambos escondem, ficar juntos vai se mostrar uma tarefa extremamente complicada.  Ainda assim, é impossível ignorar a atração entre eles. E Echo vai ter de se perguntar até onde é capaz de ir e o que está disposta a arriscar pelo único cara que pode ensiná-la a amar novamente.



O SONHO DE UMA FILHA, de Francine Rivers
Crescer não é fácil para a pequena Carolyn. Com a mãe isolada por causa da tuberculose, a menina cria um laço especial com a avó. Mas, à medida que as tensões entre as duas mulheres aumentam, Carolyn se sente culpada. Quando a mãe volta a trabalhar e a avó vai embora, Carolyn e o irmão são criados praticamente sem a supervisão dos pais, o que trará consequências nefastas. A faculdade dá a Carolyn a oportunidade de se encontrar, mas uma tragédia na família abala sua recém-conquistada independência. Em vez de voltar para casa, ela corta todos os laços e se perde na intoxicante contracultura de San Francisco. Quando reaparece dois anos depois, grávida e mais desorientada do que nunca, ela precisa construir uma vida para si e para o bebê.
Exatamente como Carolyn, sua filha, May Flower Dawn, desenvolve uma ligação mais forte com a avó do que com a mãe, provocando mais uma rixa entre gerações. Mas, conforme cresce e se torna uma moça gentil e generosa, Dawn vai lutar para evitar os erros de seus antepassados, prometendo ser uma ponte entre as mulheres da família, e não um muro que as separe para sempre.



CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA



O ÚLTIMO COPO, de Daniel Lins
Bebida, filosofia e literatura são parceiras quase inseparáveis. Seja porque o álcool nos permite transitar num mundo sobressaltado, seja porque a filosofia, seus porquês e análises nos levem à embriaguez da racionalidade ou ainda porque a literatura inventa mundos paralelos na ficção. O livro de Daniel Lins percorre essa integração, analisando autores, obras e escritas embriagadas.  E consegue, magistralmente, capturar o leitor até a última linha – ou até o último copo.  



FANTASMAS NA BIBLIOTECA, de Jacques Bonnet
Com Fantasmas na biblioteca: a arte de viver entre livros, a Civilização Brasileira oferece ao leitor brasileiro uma das obras mais importantes do mundo sobre bibliofilia, a arte de colecionar livros. Uma publicação para quem gosta de livros, bibliotecários, livreiros e leitores fanáticos que perseguem livros quando são perseguidos pela fome de ler.
 

Lançamento: O Ladrão de Cadáveres... e outros

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Instagram