Filme: O Menino do Pijama Listrado

Saudações Leitores!
É tanta correria na minha vida que nem tenho tido tempo para assistir a filmes nem a séries, portanto, é por isso que essa coluna está meio abandonada, mas eu não esqueço dela e vez por outra venho aqui para mostrar minha opinião sobre adaptações literárias para vocês.
O Menino do Pijama Listrado foi uma das exceções em que vi o filme antes de ler o livro. Sei também que faz tempo que li o livro e resenhei aqui no blog, mas eu tinha esquecido de escrever sobre o filme e somente agora lembrei e voltei a assistir ao filme para escrever sobre.


Título Original: The Boy in the Striped Pyjamas
Gênero: Drama, Guerra, História
Direção: Mark Herman
Roteiro: John Boyne, Mark Herman
Produtores: David Heyman, Rosie Alison
Duração: 94 min
Ano: 2008

Sinopse: Segunda Guerra Mundial. É quando uma família alemã se muda de Berlim para Auschwitz, quando o patriarca é ordenado a trabalhar em um campo de concentração. Assim, Bruno, um garoto de 8 anos e filho do oficial, começa uma linda amizade com um menino judeu da mesma idade. O filme mostra o modo como o preconceito, o ódio e a violência afetam pessoas inocentes, especialmente as crianças. (Fonte Filmow)


MINHA OPINIÃO
Não sei ao certo quando assisti O Menino do Pijama Listrado, entretanto sei que foi muito antes de ler ao romance escrito por John Boyne, um dos meus escritores favoritos (Resenha AQUI), mas antes de fazer esse post, assisti novamente ao filme, com mais atenção aos detalhes após a leitura da obra.
Apesar de ter me apaixonado pelo livro devo confessar que gostei mais do filme, provavelmente por tê-lo assistido primeiro e porque apreciei bem mais o final do filme do que o do livro. O filme todo é muito bom e, como sempre, é maravilhoso ver palavras transformadas em filme que retratam tão bem um período tenso da história mundial. 
Outro ponto que me fez gostar do filme foi a fotografia e os atores que, no meu ponto de vista, foram excelentes em seus papéis, conseguiram, além de me cativar, passar os sentimentos dos personagens e é fabuloso assistir um filme quando isso acontece, pois é como se fôssemos transportados para dentro dele. 
De um lado a inocência de uma criança e do outro o sofrimento de outra criança contrasta com a crueza dos fatos históricos e tornam-se um choque para quem assiste ao filme ou lê o livro, pois ambos mostram com delicadeza esses aspectos. Contudo, o final do livro ficou meio vago, embora dê a entender aos pais de Bruno o que aconteceu, mas o filme retratou com uma perfeição tão incrível e crua o que aconteceu que me encantei e chorei e provavelmente chorarei todas as vezes que assistir ao filme.
Bem, como o livro é bem fininho e a narrativa gostosa acho que vale muito a pena ler e depois assistir ao filme, mas caso já tenha assistido ao filme e ainda não leu, vale a pena ler porque é uma história linda e a narrativa é encantadora em um dia, ou melhor, algumas horas dá para ler toda a obra sem se cansar.
Minha sugestão é: independente de ter só lido ou só assistido, vale a pena conferir a ambos: filme e livro.

Camila Márcia

2 comentários:

  1. Eu achei o filme muito fiel ao livro!
    Poucos que li x vi foram assim!
    Lindo demais!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  2. Vi o filme antes de ler o livro. Não é que não tenha gostado do filme, mas os livros nos passam as emoções de uma forma muito especial, com detalhes que nos fazem se envolver com os personagens. De qualquer forma, o filme arrancou de mim tantas lágrimas quanto o livro. vale apena tanto ler quanto ver essa história maravilhosa. Beijos.

    ResponderExcluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!