Resenha: “Sua Voz Dentro de Mim” de Emma Forrest

Saudações Leitores!
Não é muito comum eu ler e resenhar livros biográficos, mas isso não quer dizer que não goste do estilo, pelo contrário, já li várias biografias e sou fascinada pela vida dos outros [não sou fofoqueira], acho que quando alguém faz algo especial ou importante e que sirva de exemplo é sempre gratificante compartilhar essa experiência e por isso fico sempre fascinada com biografias, a gente acaba conhecendo um pouco daquela pessoa e por algumas páginas nos consideramos seus amigos de infância [exagerada demais, não?] O que eu quero dizer é que eu realmente gostei de Sua Voz Dentro de Mim, já fazia um bom tempo que não lia uma biografia e essa me deixou com o coração e as emoções pelo chão...

Sua Voz Dentro de Mim, Emma Forrest, Rio de Janeiro: Rocco, 2013,192 pág.
Traduzido por Maira Parula

Your Voice in my Head (2011) é o título original do livro biográfico Sua Voz Dentro de Mim, escrito por Emma Forrest, que de uma forma peculiar, narra fatos que aconteceram em sua vida no decorrer de alguns anos. Emma Forrest é autora dos romances Namedropper, Thin Skin e Cherries in the Snow, e organizadora da antologia de não ficção Damage Control. Mora em Los Angeles, onde trabalha como roteirista.
Nesse livro autobiográfico Emma expõe-se, despe-se e mostra o quanto já viveu e como já viveu. Desde nova sofre com uma depressão forte, automutilação e bulimia e dessa forma Sua Voz Dentro De Mim, vem a mostrar todo esse período de conturbações na vida de Emma: dias em que ela simplesmente tinha vontade de desistir, não é à toa que em determinado momento de sua vida ela tenta suicídio, mas não consegue.

"Toda dor autoinflingida é excesso de consumo - heroína, crack, sexo, comida - até a anorexia e seu próprio caminho de onde você não pode voltar, mais ar, mais do nada. Espaço preenchido com espaço, até explodir. A anorexia não me serve, porque eu não posso fazê-la funcionar rápido o bastante. O meio é a mensagem, e meu meio eram os cortes e a bulimia." (p.46)

Sua Voz Dentro de Mim aborda todo o caos de doenças psicológicas: depressão, bulimia e automutilação, mas também trata de um processo de cura com a ajuda do psiquiatra chamado dr. R, que a ajuda de várias formas e portanto, este livro trata de amor em sua mais intensa forma: amor que cura e protege.

No decorrer dos anos Emma conta como já sofreu por amor em seus frustrados relacionamentos, e o quanto pensou em desistir e os motivos de não desistir, também aborda o amor materno e paterno, passagens por clinicas psiquiátricas e a tentativa de acertar. Emma não é perfeita e, muitas vezes, age da forma que a sociedade inteira condena, mas há motivos e sua vida reflete suas decisões de modo que percebemos que podem não ter sido as melhores e nem as mais corretas, mas condiz com sua estrutura. Emma é humana e tem suas fragilidades.
Emma quer viver mesmo diante de seus problemas psicológicos e tenta fazer isso com o auxilio do dr. R até descobrir que o dr. R morreu e, de repente, Emma perde o chão, tem uma recaída e não compreende porque dr. R não contou que estava doente, assim ela tenta entrar em contato com Barbara, mulher de dr. R, para entender, encontrar respostas, parar de sofrer pela ausência e incompreensão.

"O leitor leigo, certamente, como o dr. R. antes dele, diria que os homens, e a busca por eles, estão fortemente entrelaçados com minha saúde mental. Eu alegaria, em minha defesa, que o problema de ser uma monógama serial é que não existe ninguém por acaso ou insignificante: todo mundo com quem você dorme realmente significa alguma coisa, merece ser mencionado em seu registro público." (p. 78-79)

Sua Voz Dentro de Mim é um livro biográfico ou de memórias extremamente sensível, revoltante e que nos coloca diante de situações angustiantes e que muitas vezes não concordamos ou até mesmo temos pena, receio. É um misto de sentimentos, mas, sobretudo, trata-se de memórias cruas, uma exposição sensível e real da vida de Emma, ela, sem sombra de dúvidas, é uma mulher corajosa e forte que superou cada dor e cada problema, para mim, fez o amor durar.

"O que as pessoas não entendem quando você já foi um suicida e superou, é que depois da tristeza vem o medo: até onde minha mente vai com isso? Eu não quero morrer. Não quero morrer. Mas tomei o comprimido vermelho e agora não sei o que vai acontecer. Quando você não tem muito controle sobre seus próprios pensamentos, sobre a miríade de vozes em sua mente, não sabe para onde eles podem ir." (p. 146)

Apesar de gostar de livros biográficos, não os leio constantemente e estou surpresa demais com relação a Sua Voz Dentro de Mim, porque mesmo se tratando de uma biografia ela é contada de uma forma diferente e a leitura é bem fluída, muitas vezes chegava até a pensar que não se tratava de uma biografia e sim de um romance, de tão envolvente que era, até porque – vamos convir – muitas biografias são boas, mas são escritas de forma maçante.

"_Não preciso que você seja feliz com alguém - ela me garante quando pergunto se está decepcionada por eu ainda não ter feito o amor durar. _Preciso que você seja feliz consigo mesma." (p.180)

Camila Márcia 


6 comentários:

  1. Sou apaixonada por essa capa, mas não sabia que se tratava de uma autobiografia... E tipo, eu sou muito louca por autobiografias ou biografias em geral. A última que eu li foi "A Casa do Céu" que eu SUPER RECOMENDO (é a história da Amanda, que passou mais de um ano sequestrada no Oriente Médio). Estou com "Eu sou Malala" pra ler (já deu pra perceber que tenho uma queda pelo Oriente Médio, né?).
    Mas voltando a falar do livro... A única biografia que eu li que abordavam problemas psicológicos foi "Garota, Interrompida" e eu gostei bastante. Acho que vou gostar muito de "Sua voz dentro de mim" porque adoro essas histórias de superações e que a escrita cativa por ser tocante, mas ao mesmo tempo objetiva.

    Adorei a resenha, Camila!
    Beijocas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mallu, uau eu não sabia que você gostava de biografias ou livros baseados em fatos reais, que fantástico!
      Certamente você iria amar SUA VOZ DENTRO DE MIM, porque essa autobiografia é muito linda e emocionante. Você precisa ler, leia, sim, leiaaaa!!!!! \õ/
      Puxa eu não tenho A Casa do Céu, mas estou bastante curiosa após seu comentário. Eu Sou Malala é um livro que tenho bastante interesse em ler, vi resenhas e a própria sinopse me cativou de primeira. Garota Interrompida, esse livro, sim, já li vários comentário [muitos mesmos] e me deixaram bastante curiosa a respeito dele.. \õ/

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  2. Olá Mila,
    Você conseguiu me deixar interessada por esse livro e olha que não é um dos estilos que mais aprecio, mas sinto que preciso conhecer essa história, parece-me ser visceral pelos temas polêmicos e traumáticos que aborda.
    Tenho uma amiga que estuda psicologia Mila, será interessante essa leitura para ela? Tipo próximo mês é o niver dela e estava procurando por um presente e achei a proposta tão interessante que pensei em dar a ela um exemplar desse livro, você me aconselharia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ju, tudo bem?

      O livro é realmente muito bom e te indico a leitura. Acredito que vá gostar.
      Sobre ser uma opção para presente, bem, se sua amiga gostar de ler e de livros é claro que é uma ótima opção de presentes! Além do mais se ela é psicóloga, é bem interessante a abordagem da bulimia e da automutilação entre outros distúrbios psicológicos pela visão da própria pessoa com essas doenças... É visceral como você disse, intenso e triste.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir
  3. Camila muito boa a sua resenha, deu para perceber que você gostou do livro e acho que vou arriscar comprá-lo, gosto de biografias e me pareceu muito interessante quando você ressaltou a forma diferente em que ela foi escrita, embora também ache que seja um livro que exulta o feminino... mulheres sofrem tanto e conseguem cicatrizar, não sei se com nós homens é tão fácil assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que intenso Joaquim!

      Também admiro muito nós mulheres, umas mais que outras... mas enfim... SUA VOZ DENTRO DE MIM é um livro intenso e lindo, mas também é assustador perceber como essas doenças psicológicas atreladas a depressão podem maltratar e torturar o ser humano. Emma é alguém para se admirar apesar de algumas escolhas ruins, entende-se que seu estado a levou a tomar algumas decisões tristes, mas não devemos julgar. Ela escreve com sua alma e autoridade, pois ela conhece a si mesma e a doença que tem... Está num processo de reconstrução e apaixonar-se por si mesma todos os dias.

      xoxo
      Mila F.

      Excluir

Muito obrigada pelo Comentário!!!!