Filme: Noites de Tormenta

Saudações Leitores!
Faz um longo tempo que li e resenhei Noites de Tormenta, o li no princípio do DLL (acredito que nem todos que acompanham o DLL tenham conferido a resenha AQUI). Este livro tem todo um valor sentimental para mim, pois foi meu primeiro contato com o Nicholas Sparks e paixão a primeira vista (ainda hoje nenhum dos outros livros dele que li superaram esse livro, acreditam?), eu queria - pelo menos era o objetivo - ter assistido ao filme logo depois da leitura, mas não consegui por conta da faculdade e agora que não tenho mais faculdade quase não assistia por conta do trabalho e da minha falta de tempo, mais eis aqui: assisti e abaixo tem minhas impressões acerca do filme e do livro.

Título Original: Nights in Rodanthe
Gênero: Drama, Romance
Direção: George C. Wolfe
Roteiro: Ann Peacock, John Romano, Nicholas Sparks
Produtores: Denise Di Novi
Duração: 97 minutos
Ano: 2008

Sinopse: Baseado no romance best-seller de Nicholas Sparks, Diane Lane estrela o papel de Adrienne Willis, uma mulher cuja vida está um caos. Ela busca refúgio em Rodanthe, pequena cidade litorânea na Carolina do Norte, indo passar um fim de semana na pousada de uma amiga. Ali ela espera encontrar a tranquilidade de que precisa desesperadamente para refletir sobre os conflitos que a angustiam: seu volúvel marido pediu para voltar para casa, e sua filha adolescente critica todas as suas decisões. Pouco depois de Adrienne chegar a Rodanthe, ouve-se a previsão de uma grande tempestade, e o Dr. Paul Flanner (Richard Gere)chega à cidade. Único hóspede da pousada, Flanner não está atrás de um final de semana de descanso, e sim enfrentando uma crise de consciência. Agora, com a tempestade se aproximando, eles procuram consolo um no outro e, em um final de semana mágico, iniciam um romance que trará mudanças profundas para ambos, repercutindo pelo resto de suas vidas. (Fonte Filmow)

MINHA OPINIÃO
Noites de Tormenta é a adaptação cinematográfica de um livro (Resenha AQUI) que foi publicado em 2002, a adaptação só veio à tona em 2008, ou seja não é tão antiga assim: o que são seis anos, não é mesmo?
Quando li Noites de Tormenta eu simplesmente amei o livro e me emocionei bastante com a história, lembro que me surpreendi por conta dos personagens serem bem maduros e a história ter sido contada por Adrienne a sua filha Amanda. Praticamente, para ser mais precisa, gostei de tudo no livro: personagens, sequencia da história, o significado dela, o romance. Tudo.
Quando falamos de adaptação cinematográfica já devemos ter em mente as discrepâncias que haverão entre livro e filme e, claro, não foi diferente com este filme: há muitas diferenças entre o filme e o livro e embora não considere as mudanças do filme como as melhores, pois acho a sequencia do livro melhor (talvez porque o li primeiro antes de ver o filme), acredito que o filme ficou bem legal e, sim, conseguiu capturar a essência da história narrada do livro.
Sem dúvida, a maior diferença que posso apontar é que no filme não é Adrienne contando a historia de seu final de semana para sua filha, Amanda, já adulta, mas a história se passa em tempo cronológico, quando Amanda ainda é adolescente e seu irmão pequeno, isto é, quando Adrienne tem se separado de seu marido há apenas alguns meses e ainda está em processo de cicatrização. Confesso que achei bem legal a história se passar em tempo cronológico porque também ficamos conhecendo um pouco sobre os filhos de Adrienne e sobre seu ex-marido.
Outro ponto que gostei no filme, foi que Adrienne e Paul são mais 'humanos' do que o do livro já que no filme eles tem momentos de extrema doçura e estresse, no livro é tudo um mar de rosas; sendo bastante sincera até me surpreendi ao assistir o filme e bater de cara com uma Adrienne chata e briguenta, pois no livro essa eram apenas características de Paul.
Claro que também não posso deixar de comentar a escolha mais do que adequada dos atores: Richard Gere e Diane Lane como o casal principal, não poderiam ter escolhido atores melhores: renomeados e já bastante conhecidos foram impecáveis ao representarem os personagens. O romance ficou ainda mais lindo com a química do casal.
Bem, não vou me estender mais, Noites de Tormenta é um filme que, com certeza, nos faz derramar lágrimas. Sensível, tocante. Não posso dizer que o filme é melhor que o livro porque no livro temos uma visão mais detalhada e por isso prefiro o livro, mas o filme é maravilhoso e indico demais também.
Desabafar: amo o Nicholas e seus romances, mas por quê? Por que, Nicholas, você tem que matar alguém?
Confissão: Chorei litros com o final do filme que, ponto para os roteiristas, foi bem mais sensibilizante, tocante e arrasador de corações do que o final do livro.

Camila Márcia

0 comentários:

Deixe seu comentário

Muito obrigada pelo Comentário!!!!